Sala de Redação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sala de Redação - Debates Esportivos é um programa da Rádio Gaúcha que vai ao ar de segunda à sexta, no horário local de 13h05min. No espaço, jornalistas esportivos da emissora debatem principalmente sobre futebol e eventualmente sobre política e outros assuntos. É apresentado por Pedro Ernesto Denardin.

Recentemente, o Sala ganhou uma edição dominical, no mesmo horário, com mediação de Cléber Grabauska. O programa de domingo não conta com os mesmos integrantes da versão tradicional.

História[editar | editar código-fonte]

Foi idealizado por Cândido Norberto, no ano de 1970. Inicialmente, tinha três horas de duração (das 11h às 14h). A primeira parte do programa consistia na leitura de notícias gerais direto da redação do jornal Zero Hora (mais tarde viraria o "Chamada Geral"), a segunda (das 12h às 13h), de notícias esportivas, viraria o "Esportes ao Meio-Dia", e a terceira (a partir das 13h) seria reservada aos debates esportivos. O Sala de Redação seria o cerne da reformulação da Rádio Gaúcha, tornando-a, com isso, uma rádio eminentemente jornalística.

Após reformulações de programação, apenas a versão de debate seguiu no ar, sendo esse o formato que consolidou a Gaúcha no Brasil inteiro, tendo ela grande audiência nas faixas de AM e FM em Porto Alegre, graças a tipos clássicos, como as discussões e piadas clubísticas. Esse formato inspirou outros programas de rádios do Rio Grande do Sul e também de Santa Catarina (a CBN Diário tem o programa "Debate Diário" nos mesmos moldes), além de programas humorísticos de rádios juvenis (devido ao outro formato, o de "reunião informal").

Em 25 de junho de 2011, mesmo não estando no ar no dia (era um sábado), o Sala recebeu grande homenagem de outros veículos, como a RBS TV e Zero Hora. Em 27 de junho, recebeu homenagem solene do Grupo RBS.

Em 2014, o programa passou a ter edições em "livestream video" no site da emissora, sempre às segundas, quartas e quintas-feiras.

Em 10 de novembro de 2014, os debatedores Kenny Braga e Paulo Sant'Ana, famosos por serem torcedores de Inter e Grêmio, respectivamente, falavam sobre o clássico Grenal do dia anterior, em que o Grêmio venceu o Inter pelo placar de 4 a 1. Em dado momento, Braga, em voz alta, disse que viera para o Sala de Redação, não para o programa do Cacalo, o que gerou irritação de Sant'Ana, que disse a Kenny Braga: "Vai gritar com a tua mãe!", ao que Braga reagiu, vociferando: "A tua mãe, ...!" (dirigindo-se ao colega de rádio proferindo uma ofensa a Sant'Ana e sua mãe). No mesmo dia, Kenny foi demitido do Grupo RBS. Sant'Ana foi afastado por tempo indeterminado.

Paulo Sant'Ana é gremista assumido e adorava a "Avalanche" que a Geral do Grêmio fazia no Olímpico.

Fernando Carvalho, ex-presidente do Inter, foi contratado pelo Grupo RBS e substituiu Kenny Braga no programa.

Todos os integrantes atuais do programa são naturais de Porto Alegre, com exceção de Wianey Carlet, que nasceu em Três Passos.

Novo Sala[editar | editar código-fonte]

A partir de março de 2015, o programa passou por modificações, o ator Zé Victor Castiel, torcedor colorado e o cantor nativista João de Almeida Neto, torcedor gremista, passaram a integrar o elenco do Sala de Redação e o programa que antes se encerrava as 14h foi estendido até as 14:30.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Pedro Ernesto Denardin (06/12/1950) mediador
  • Cléber Grabauska, mediador da edição dominical
  • Sílvio Benfica, mediador eventual da edição diária, quando na ausência de Pedro Ernesto Denardin
  • Wianey Carlet (16/07/1949) debatedor
  • Fernando Carvalho (01/11/1952) debatedor
  • Adroaldo Guerra Filho (21/11/1955) debatedor
  • Cacalo (27/08/1950) debatedor
  • Zé Victor Castiel (16/10/1958) debatedor
  • João de Almeida Neto (23/11/1956) debatedor
  • David Coimbra (28/04/1962) debatedor (apenas segundas e quartas-feiras)
  • Luís Henrique Benfica, debatedor da edição dominical
  • Luiz Zini Pires, debatedor da edição dominical
  • José Alberto Andrade, debatedor e mediador eventual da edição dominical
  • Rafael Colling, debatedor da edição dominical
  • Diori Vasconcelos, debatedor da edição dominical

Trívia[editar | editar código-fonte]

  • No ano de 1998, o jornalista José Coiro, em parceria com Cléber Grabauska, escreveu o livro: Sala de Redação: A Divina Comédia do Futebol, uma coletânea de entrevistas com os participantes do Sala e também com o histórico do programa.
  • O primeiro prefixo musical do Sala foi a música-tema do filme Borsalino, de Jacques Déray, composta por Claude Bolling. Em 1978, e desde então, o tema Menina Certinha, de Eumir Deodato foi escolhida como prefixo. A escolha foi do próprio Ruy Carlos Ostermann, assim que este chegou para assumir a mediação do programa e a direção de programação da Gaúcha.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]