Sopa primordial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Caldo primordial ou Sopa primordial é uma mistura teórica de compostos orgânicos que podem ter dado origem à vida na Terra.[1] O termo foi introduzido pelo biólogo soviético Aleksandr Oparin. Em 1924, ele propôs a teoria da origem da vida na Terra, através da transformação, durante a evolução química gradual de moléculas que contêm carbono na sopa primordial. Originalmente, a Terra não continha compostos orgânicos. As condições existentes então seriam muito diferentes das actuais. A atmosfera não continha oxigénio, sendo antes rica em nitrogénio, amónia, hidrogénio, metano e água. Através da acção de raios eléctricos ou calor, estes elementos ter-se-iam combinado em aminoácidos. Estes aminoácidos iriam posteriormente juntar-se e propiciariam a formação de organismos.[1]

Apoio a esta teoria surgiria mais tarde em 1953, com a experiência de Miller e Urey.[1]

Referências

  1. a b c LQES - LQES Responde - lápis-lazúli. Página visitada em 2012-11-15.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.