Theaceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTheaceae
Ramo com flor de Bonnetia anceps, espécie brasileira.

Ramo com flor de Bonnetia anceps, espécie brasileira.
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Ericales
Família: Theaceae
Géneros
Ver texto
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Theaceae

Theaceae é uma família botânica em que estão incluídos 10 gêneros e 195 espécies distribuídas entre os trópicos e subtrópicos do mundo, especialmente na China, Japão, Sudeste Asiático e América. Estão ausentes na Europa, e há poucas espécies na África e Oceania.

O termo "Theaceae" deriva de Thea, o nome genérico dado por Carl von Linné a certas espécies desta família. Thea, por sua vez, tem sua origem no termo mandarim "cha", pronunciado "tsay" em algumas localidades da China, e difundido pelos comerciantes holandeses na Europa como "tea".

Entre os membros desta família, destaca-se o gênero Camellia, do qual C. sinensis é a espécie mais importante, pois é de suas folhas que se obtém o chá, e por isso é extensivamente cultivada nos países asiáticos de sua origem, além de estar representada em grandes plantações nos países da faixa equatorial da África. Já C. japonica, ou simplesmente camélia, é bastante popular pelas suas enormes flores coloridas, de beleza equiparável à das rosas. Outros gêneros importantes são Ternstroemia, de folhagens decorativas com representantes na América, Ásia e África; Stewartia e Gordonia, gêneros asiáticos com grandes flores ornamentais; Franklinia, cuja única espécie, Franklinia alatamaha, nativa dos Estados Unidos, está praticamente extinta na natureza.

Informações Botânicas[editar | editar código-fonte]

Hábito e folhas[editar | editar código-fonte]

São árvores ou arbustos, com folhas alternas, freqëntemente de pecíolo curto, de margem serreada, sem estípulas.

Flores[editar | editar código-fonte]

As flores são freqüentemente vistosas, com 5 ou mais sépalas e pétalas livres entre si (no gênero Ternstroemia, as pétalas são normalmente fundidas na base). Em Camellia, Laplacea e Tutcheria, as sépalas e pétalas são freqüentemente semelhantes entre si e com número variado, e por isso considera-se que possuam tépalas. Androceu com muitos estames, gineceu com ovário súpero, com um a cinco estiletes, estigmas lobados ou capitados.

Frutos[editar | editar código-fonte]

Frutos geralmente capsulares, com 3 ou mais sementes de constituições diversas. A abertura pode ser apical, valvar, ou irregular.

Gêneros[editar | editar código-fonte]

Pela APG são 10 gêneros: Apterosperma, Camellia, Dankia, Franklinia, Gordonia, Laplacea, Pyrenaria, Schima, Stewartia, Tutcheria.
Ref: Theaceae Junho de 2006.

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Theaceae