Mrs. McGinty's Dead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de A Morte da Sra. McGinty)
Ir para: navegação, pesquisa
Mrs. McGinty's Dead
Poirot contra a Evidência ou
Mrs. McGinty Está Morta
 (PT)
A Morte da Sra. McGinty (BR)
Autor(es) Agatha Christie
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Romance policial
Editora Dodd, Mead and Company
Lançamento fevereiro de 1952
Páginas 243 (1ª edição, capa dura)
Edição portuguesa
Tradução Almeida Campos; Isabel Alves
Editora Livros do Brasil; Edições Asa
Lançamento 1952; 2009
Edição brasileira
Tradução Carmen Ballot
Editora Nova Fronteira
Lançamento 1986
Cronologia
They Came to Baghdad
They Do It with Mirrors

Mrs. McGinty's Dead (A morte da Sra. McGinty, no Brasil[1] / Poirot contra a evidência (1952) ou Mrs. McGinty está morta (2009), em Portugal) é um romance policial de Agatha Christie, publicado em 1952. É um caso investigado pelo detetive belga Hercule Poirot e também conta com a participação da escritora Ariadne Oliver.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Poirot já está velho e o seu divertimento maior é jantar. Exatamente por saber que ele agora tem muito tempo livre é que o superintendente Spence, não contente com o veredito dado em relação ao assassinato da Sra. McGinty, pede que Poirot o ajude a encontrar novos indícios que possam inocentar o condenado no processo de apelo.

Poirot se hospeda em uma pensão da cidadezinha e começa a investigar a morte dessa senhora, que trabalhava como faxineira na casa de várias pessoas do lugar. Nesse período, Ariadne Oliver é hospede de uma das ex-patroas da Sra. McGinty.

A maior parte das pessoas acredita que o condenado é o verdadeiro culpado do crime, mas pelo menos uma pessoa está segura da sua inocência e se dispõe a ajudar Poirot a recolher informações que sirvam para encontrar quem poderia ter interesse na morte da pobre mulher.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.