Almeno Gonçalves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde abril de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Almeno Gonçalves
Nascimento 17 de outubro de 1959 (58 anos)
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Actor e Encenador
IMDb: (inglês)

Almeno Gonçalves (Braga, 17 de Outubro de 1959) é um ator e encenador português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural de Braga, estudou no Liceu Sá de Miranda, foi fundador de três grupos de teatro em Braga, entre eles o grupo de Teatro Universitário do Minho.[1]

Estreou-se como actor no Teatro da Comuna, onde foi dirigido por João Mota em espectáculos como Má Sorte Ter Sido Puta, de John Ford, ou Um Eléctrico Chamado Desejo, de Tennessee Williams. Passou pelo Teatro Experimental de Cascais, Teatro Nacional D. Maria II e pelo Teatro Aberto. Trabalhou com Luís Miguel Cintra, Christine Laurent e Luís Assis, no Teatro da Cornucópia, onde interpretou peças de Beaumarchais, Francisco de Holanda e William Shakespeare. Como encenador dirigiu espectáculos de Frank Wedekind e Camilo Castelo Branco.

Actor regular na televisão, tem participado em séries e novelas vistas do grande público, como Os Malucos do Riso. No cinema participou nos filmes Zona J e Um Tiro No Escuro, de Leonel Vieira, Debaixo da Cama, de Bruno Niel, e Uroboro, de Luís Gomes.

Trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Foi casado com a também atriz Rita Salema, com a qual tem uma filha, Francisca de Almeida de Menezes Salema Gonçalves (Lisboa, São Sebastião da Pedreira, 19 de Novembro de 1992).

Referências