Apóstrofo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
’ '

Sinais gráficos

apóstrofo ( ' ) ( )
parênteses ( ( ) )
colchetes ou parênteses retos[ ] )
chaves ou chavetas ( { } )
dois pontos ( : )
vírgula ( , )
travessão ( ) ( )
meia-risca ( )
hífen ( )
reticências ( )
ponto final ( . )
ponto de exclamação ( ! )
ponto de interrogação ( ? )
pontos de interrogação e de exclamação invertidos ( ¿ ) ( ¡ )
til ( ~ )
ponto e vírgula ( ; )
barra ( / )
espaço (   )
ponto mediano, mid dot ou mini mid dot ( · )

Outros sinais tipográficos

ampersand ou e comercial ( & )
asterisco ( * )
símbolo de direitos autorais ( © )
arroba ( @ )
aspas ( “ ” )
barra inversa ou contrabarra ( \ )
chevron ( < > )
moeda ( ¤ )
ponto lista ( )
obelisco ( ) ( )
grau ( ° )
indicador ordinal ( ) ( )
cerquilha ou cardinal ( # )
plica ( )
parágrafo ( § )
pé de mosca ( )
porcentagem ( % )
símbolos matemáticos
      ( + ) ( ) ( × ) ( ÷ ) ( = ) ( ± )
símbolos monetários
      ( ¤ ) ( $ ) ( ¢ ) ( £ ) ( ¥ ) ( )
traço inferior ou underscore ( _ )
barra vertical ou pipe ( | )
sinal de conclusão ( .·. )
sinal de idem ( )
dois pontos triangulares ( ː )

sinais diacríticos · editar 

O apóstrofo ( ) é um sinal de pontuação que tem como função indicar a supressão de letras numa palavra, como cobra-d’água (para cobra de água), pingo d’água (para pingo de água), Vozes d’África ou Santa Bárbara d’Oeste. [1] A esta supressão dá-se o nome de elisão.

É muito difundido, mesmo sendo incorreto, o emprego do ápice ( ' ) no lugar do apóstrofo ( ), devido ao fato que nas máquinas de escrever e nos teclados dos computadores não haver uma tecla de fácil acesso para o apóstrofo tipográfico.

Nos teclados em português com padrão Unicode é possível utilizar o verdadeiro apóstrofo tipográfico segurando a tecla Alt enquanto digita a sequencia de números 0, 1, 4 e 6.

Nas distribuições Linux/Unix é possível utilizar o verdadeiro apóstrofo tipográfico com Alt Gr+Shift+B.

Emprego[editar | editar código-fonte]

O uso deste sinal gráfico pode:

  • Indicar a supressão de uma vogal nos versos, por exigências métricas. Ocorre principalmente entre poetas portugueses

Exemplos: esp’rança (esperança) minh’alma (minha alma) ’stamos (estamos)

  • Reproduzir certas pronúncias populares

Exemplos: Olh’ele aí...(Guimarães Rosa) Não s’enxerga, enxerido! (Peregrino Jr.)

  • Indicar a supressão da vogal da preposição de em certas palavras compostas

Exemplos: copo d’água, estrela d’alva, caixa d'água, Ouro Preto d’Oeste


Erros frequentes[editar | editar código-fonte]

  • Utilização do sinal de acento agudo ( ´ ).
  • Utilização do apóstrofo como designação de plurais em siglas ou acrónimos como, por exemplo, em “CD's”. O uso correto consiste ou na sigla ou acrónimo em si mesmo “CD[2] ou no acréscimo da consoante “s” no final: “CDs[3] [4] .

Referências