Cassy Jones, o Magnífico Sedutor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cassy Jones,
o Magnífico Sedutor
Cartaz do filme, destacando a atriz Sandra Bréa.
 Brasil
1972 •  cor •  100 min 
Direção Luís Sérgio Person
Roteiro Joaquim Assis
Luís Sérgio Person
Elenco Paulo José
Sandra Bréa
Sônia Clara
Glauce Rocha
Género comédia erótica
Música Carlos Imperial
Idioma português

Cassy Jones, o Magnífico Sedutor é um filme brasileiro de 1972, do gênero comédia erótica, dirigido por Luís Sérgio Person, também co-autor do roteiro com Joaquim Assis.

Foi o último trabalho de Luís Sérgio Person, que morreu antes da distribuição do filme.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Cassy Jones é um paquerador contumaz, amado pelas mulheres, que começa a se sentir incomodado com o assédio e a perseguição feminina.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

José Geraldo Couto em sua crítica para Folha de S.Paulo escreveu: "Mesmo nos momentos menos inspirados, é perceptível a alegria com que Person parodia a então florescente pornochanchada, gênero já paródico por excelência, misturando referências a outras linhagens do cinema, bem como à TV, à publicidade e à música popular. (...) Deliciosamente inconsequente, o filme não tem compromisso algum com a verossimilhança."[1]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Gramado

  • Melhor diretor: Luís Sérgio Person.

Troféu APCA

  • Melhor filme.

Troféu Coruja de Ouro

  • Melhor partitura musical: Carlos Imperial.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. José Geraldo Couto (24 de maio de 2009). «Crítica/"Cassy Jones - O Magnífico Sedutor"». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 26 de outubro de 2016 
Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o