Daughters (canção de John Mayer)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Daughter.
"Daughters"
Single de John Mayer
do álbum Heavier Things
Lado B “Come Back to Bed”
“Home Life”
Lançamento 28 de setembro de 2004 (2004-09-28)
Formato(s)
Gravação Columbia
Gênero(s)
Duração 03:59
Idioma(s) inglês
Letra John Mayer
Produção Jack Joseph Puig
Cronologia de singles de John Mayer
"Clarity"
(2004)
"Dreaming with a Broken Heart"
(2007)
Capa da edição de relançamento

Daughters” é o terceiro single do álbum Heavier Things do cantor norte-americano John Mayer. A canção, consagrada pela crítica, ganhou inúmeros prêmios, incluindo o Grammy Award para Música do Ano no 47º Grammy Awards em 2005. Já vendeu 1.007.000 cópias nos EUA em maio de 2013.[1]

Letra[editar | editar código-fonte]

Liricamente, “Daughters” é uma advertência aos pais (e em menor grau às mães) para que cuidem bem de suas filhas em sua infância, porque o relacionamento afetará suas futuras relações com homens quando adultas.[2] Mayer usa seu próprio amor conturbado para ilustrar sua crença.

O cantor contou várias vezes histórias diferentes, e às vezes conflitantes, sobre a inspiração para a música, desde o “Real World” da MTV (em uma entrevista ao Sirius Morning Mash Up Show em maio de 2007) a uma ex-namorada sem nome. Em 2010, em “Storytellers” da VH1, Mayer afirmou que ele escreveu a música sobre uma ex-namorada que tinha problemas de confiança por causa de seu pai ausente, o que levou ao declínio e eventual término de seu relacionamento.

Equipe e colaboradores[editar | editar código-fonte]

Controvérsia sobre o lançamento[editar | editar código-fonte]

Mayer foi resistente em lançar a música como single, e ainda estava cético apesar da vitória do Grammy, que ele mencionou em seu discurso ao receber o prêmio.[3] Em várias ocasiões, Mayer afirmou que pretendia lançar as músicas “Come Back to Bed” e “Something's Missing” como singles, como eles eram mais o tipo de música que ele estava inclinado a fazer. No entanto, a gravadora decidiu que “Daughters” seria mais bem recebido pelo rádio.

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo musical é apresenta-se em tons de cinza de Mayer tocando violão e cantando a música em um estúdio escuro, intercalado entre cenas de uma garota (ou seja, uma "filha"). O videoclipe foi dirigido por Mario Sorrenti[4] e estrelado pela supermodelo australiana Gemma Ward.[5]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Lançamento original (Setembro de 2004)
N.º TítuloLetra Duração
1. "Daughters"  John Mayer 3:59
2. "Come Back to Bed" (Live at the C.W. Mitchell Pavilion, July 24, 2004)Mayer 11:56
3. "Home Life" (Live at the Shoreline Amplitheaer, July 16, 2004)Mayer, David LaBruyere 6:50
Relançamento (Dezembro de 2004)
N.º TítuloLetra Duração
1. "Daughters"  John Mayer 3:59
2. "Daughters" (Electric guitar mix)Mayer 3:59
3. "Daughters" (Home demo)Mayer 4:59

Paradas musicias[editar | editar código-fonte]

Parada (2004–05) Melhor
posição
Australia (ARIA)[6] 53
Brazil (ABPD)[7] 58
Países Baixos (Mega Single Top 100)[8] 29
Estados Unidos (Billboard Hot 100)[9] 19
Estados Unidos (Billboard Adult Alternative Songs)[10] 6
Estados Unidos (Billboard Adult Contemporary)[11] 2
Estados Unidos (Billboard Adult Pop Songs)[12] 1
Estados Unidos (Billboard Pop Songs)[13] 19

Referências

  1. Brian Mansfield (26 Maio 2010). «'Before He Cheats' tops 3 million, and other 'Idol' download news» (em inglês). USA Today 
  2. Brian Miller (2004). «JOHN MAYER AND HIS INSPIRATION FOR DAUGHTERS» (em inglês). ArtisanNews.com. Cópia arquivada em 23 Maio 2010 
  3. «"Daughters" Wins Song Of The Year» (em inglês). GRAMMY.com. 13 Fevereiro 2005. Consultado em 11 Agosto 2019 
  4. Jocelyn Vena (5 Dezembro 2013). «John Mayer And Katy Perry's 'Sweet' Photo Shoot: Get The Intimate Details» (em inglês). MTV. Consultado em 11 Agosto 2019 
  5. Heidi Parker (23 Março 2018). «Hailey Baldwin is seen hugging Katy Perry's ex beau John Mayer» (em inglês). Daily Mail Online. Consultado em 11 Agosto 2019 
  6. «The ARIA Report: Issue 786 (Week Commencing 21 de março de 2005)» (DOC). Australian Recording Industry Association. p. 2. Consultado em 7 de novembro de 2012 
  7. «Brazil» (PDF). ABPD. 6 de outubro de 2001. Consultado em 1 de abril de 2014 
  8. «Dutchcharts.nl – John Mayer – Daughters» (em neerlandês). Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em September 5, 2017.
  9. «John Mayer Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Hot 100 para John Mayer. Consultado em September 5, 2017.
  10. «John Mayer Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Adult Alternative Songs para John Mayer. Consultado em January 9, 2018.
  11. «John Mayer Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Adult Contemporary Songs para John Mayer. Consultado em September 5, 2017.
  12. «John Mayer Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Adult Pop Songs para John Mayer. Consultado em September 5, 2017.
  13. «John Mayer Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Pop Songs para John Mayer. Consultado em September 5, 2017.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Rock é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.