Escaldo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Escaldo (norueguês: skald) era antigamente a denominação dada a um poeta ou a um contador de estórias, na Noruega e Islândia, e em sentido lato nos Países Nórdicos. Nesses tempos, em que o acesso à escrita era menos frequente, o escaldo era também um narrador popular de episódios mais ou menos históricos. [1] [2] [3]

Os escaldos eram frequentemente membros de um grupo de poetas da corte dos líderes da Escandinávia e Islândia durante a Era Viquingue. Compunham e apresentavam suas interpretações, hoje conhecidas como poesia escáldica. De origem islandesa antiga - skáld, a palavra skald é hoje em dia usada em sueco e em norueguês como sinónimo de poeta ou criador literário. [4]

Principais escaldos[editar | editar código-fonte]

Mais de 300 escaldos são conhecidos do período entre 800 e 1200 Eles incluem:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dag Gundersen. «Skald» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 14 de maio de 2015 
  2. Ayoub, Munir Lutfe. «MITO, ORALIDADE E ESCRITA: O CONTAR E O RECONTAR» (PDF). Notícias Asgardianas, 8:2014. Núcleo de Estudos Vikings e Escandinavos, Universidade Federal da Paraíba. ISSN 1679-9313. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  3. Tiago Quintana. «Runas, galdr e seidr: um breve estudo sobre a representação literária das práticas de magia da cultura nórdica medieval» (em sueco). Medievalis, Vol. 1 (1), 2012. p. 94. Consultado em 5 de janeiro de 2018 
  4. Bernt Olsson. «Skald» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 14 de maio de 2015 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.