Pedra rúnica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Pedra de Gårdstånga.
Distribuição das pedras rúnicas na Suécia.

Uma pedra rúnica – em sueco runsten, em dinamarquês runesten e em norueguês runestein – é uma pedra erguida, contendo inscrições em caracteres rúnicos.[1][2][3]

São conhecidas cerca de 6000 inscrições com carateres rúnicos nas regiões habitadas por povos germânicos. Das pedras rúnicas achadas na Escandinávia, umas 2 500 foram encontradas na Suécia (em particular na região da Uppland e do Vale do Mälaren), umas 500 na Noruega, umas 200 na Dinamarca, umas 50 na Islândia, e nenhuma na Finlândia. Estas pedras estão datadas principalmente para os séculos X e XI - nos tempos da Era viking, embora haja exemplares do séc. IV até ao séc. XII.[4] [5][6]

Em geral, as pedras rúnicas eram colocadas em locais bem visíveis, como caminhos, pontes e portos, e assinalavam a morte de homens importantes, podendo por vezes ser decoradas com certos motivos típicos. [7][6]

Pedras rúnicas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • «Runsten» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 15 de dezembro de 2012 
  • «Runestein» (em norueguês). Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 15 de dezembro de 2012 

Referências

  1. Bonniers Compact Lexikon (em sueco). Estocolmo: Bonnier lexikon, 1995-1996. Capítulo: Runsten.  930 p. ISBN 91-632-0067-8
  2. Magnusson, Thomas; et al.. Vad varje svensk bör veta (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB, 2004. Capítulo: Runinsrifter.  654 p. p. 355. ISBN 91-0-010680-1
  3. Stålbom, Göran. Runristningar (em sueco). Estocolmo: Fabel förlag, 1994. Capítulo: Runstenar (Pedras rúnicas).  206 p. p. 42-47. ISBN 91 7842 1705
  4. Lena Peterson. «Runinskrifter» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 30 de maio de 2016 
  5. Torun Zachrisson. «Runsten» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 30 de maio de 2015 
  6. a b Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg. Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag, 2007. Capítulo: Runor.  1143 p. p. 833. ISBN 91-0-011462-6
  7. Torun Zachrisson. «Runsten» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 30 de maio de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pedra rúnica