Hermodr

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hermodr vai para Hel em Sleipnir. Manuscrito islandés do século XVIII.

Hermodr (Norueguês antigo Hermóðr), significando guerreiro, divisão ou guerra. É filho do Deus nórdico Odin e da Deusa Frigg.[1]

Também conhecido como Hermod.

Além de ser o mensageiro dos deuses é também aquele que carrega as almas dos mortos para o submundo.

Quando os deuses precisaram da ajuda de alguém para pedir a Hel a alma de Balder, foi Hermod que se deu por voluntário. Odin em agradecimento o emprestou seu cavalo Sleipnir. Ao chegar ao Niflheim, Hermod pediu a Hel que deixasse seu irmão voltar. Hel impôs a condição de que todas criaturas deveriam chorar ou implorar por sua volta. Todos os seres animados e inanimados choraram e imploraram a volta de Balder, exceto a giganta Thok, na verdade, Loki disfarçado, que não o fez. E assim, Balder não pôde voltar.

Referências

  1. «Hermod na Mitologia Nórdica - Mitologia Nordica». Mitologia Nordica - www.mitologia-nordica.net 
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.