Gefjun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Detalhe da Fonte de Gefjun (1908) por Anders Bundgaard

Na mitologia nórdica, Gefjun (ou Gefjon, ou ainda a grafia alternativa Gefion) é uma deusa Vanir, associada à arada,[1] a ilha dinamarquesa Zelândia, a o rei sueco lendário Gylfi, o rei Skjöldr e a virgindade. Ela é citada no Edda em verso, compilado no século XIII a partir de fontes tradicionais; no Edda em prosa e no Heimskringla, escrito também no século XIII por Snorri Sturluson. Também, nas obras dos escaldos.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Gefjun (1906) por Lorenz Frølich

A etimologia de Gefjun é incerta entre os especialistas. De acordo com estudos modernos, Gef- é geralmente relacionado ao nome Gef-n, que por sua vez é um dos diversos nomes para a deusa Freya, e que provavelmente significa "aquela que provê (prosperidade ou felicidade)."[2]

Edda em prosa[editar | editar código-fonte]

Tanto o Edda em prosa quanto o Heimskringla citam que ela desapareceu onde hoje é o Lago Malar, Suécia, e naquela terra foi formada a ilha de Zelândia. No Edda também é descrito que ela era não somente virgem, mas que todos que morressem virgens seriam seus assistentes. Já o Heimskringla cita que ela era casada com o rei Skjöldr.[3]

Influência[editar | editar código-fonte]

Gefjun aparece em diversas fontes como a mãe alegórica da Noruega, Suécia e Dinamarca no poema sueco Gefion, a Poem in Four Cantos de Eleonora Charlotta d'Albedyhll (1770-1835).[4] Uma fonte mostrando a deusa dirigindo seus bois para puxar seu arado é obra de Anders Bundgaard (1908), presente em Copenhage, na ilha de Zelândia, assim como no mito.[5] Toda uma família de asteroides, Gefion,[6] e o asteroide 1272 Gefion (descoberto em 1931 por Karl Wilhelm Reinmuth[7]) também estão associados ao nome da deusa.

Notas

  1. «Gefion na Mitologia Nórdica - Mitologia Nordica». Mitologia Nordica - www.mitologia-nordica.net 
  2. Sturtevant (1952:166).
  3. Heimir Pálsson, 'Tertium vero datur: A study of the text of DG 11 4to', p. 44 http://urn.kb.se/resolve?urn=urn:nbn:se:uu:diva-126249.
  4. Benson (1914:87).
  5. Mouritsen. Spooner (2004:74).
  6. Barnes-Svarney (2003:96).
  7. Schmadel (2003:105).

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gefjun
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.