Skadi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Skadi
Skade • Skaði
deusa do inverno e do esqui
Clã Jötnar
Cônjuge Njord > Uller
Pais Tiazi
Filhos Freya e Frey
Portal da Mitologia nórdica

Na mitologia nórdica, Skadi (Skaði) é a esposa do deus Uller, e ex-esposa de Njord. É a deusa do inverno, caça, montanhas e esqui. É considerada a protetora das montanhas e dos esquiadores. É a mãe (com Njord) de Freya e Frey.[1]

Origens[editar | editar código-fonte]

É a linda filha do gigante Tiazi, a deusa do inverno, da caça, montanhas e esqui. Depois da morte de Tiazi, assassinado devido a mais uma peripécia de Loki, Skadi decide vingar-se dos Aesir, que não sendo capazes de se defenderem batendo numa mulher, resolvem reparar o mal pedindo a Skadi que casasse com um deles.

Tendo em conta, unicamente os seus pés, já que o resto do corpo estava tapado, para que a sua escolha fosse aleatória, Skadi escolhe os pés mais bonitos, pensando ser os de Balder. É o Deus Njörðr que é escolhido e com quem vai viver para as montanhas gélidas e ruidosas; no entanto Njord, mesmo sendo deus das águas não conseguiu coabitar com o gelo de Skadi.

Casamentos[editar | editar código-fonte]

O casamento não deu certo, pois enquanto seu esposo preferia viver nas praias e perto do mar, em Nóatún, ela preferia habitar as montanhas e os lugares altos, em Þrymheimr, antigo palácio de seu pai[2] .

Do casamento de Skadi e Njord nasceram Freya e Frey.

Outras fontes da mitologia indicam que se casou mais tarde com outro deus, o Æsir Ullr.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A etimologia do nome Skadi é incerta, mas pode estar relacionada à forma original de Escandinávia (Scadin-avia) podendo significar Ilha da deusa Skadi, porém esta teoria não é consenso entre os estudiosos. Os nomes de alguns lugares na Escandinávia, particularmente na Suécia fazem referência à Skadi.

Referências

  1. «Skadi». Godchecker. Consultado em 10-04-2016. 
  2. Larrington (1999:257).