Geografia da Islândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Geografia física da Islândia

Mapa da Islândia

Continente Europa
Região Escandinávia
Coordenadas geográficas
Área  
 - Ranking 105º maior
 - Total
 - Terra
 - Água
Fronteiras  
 - Total
 - Países vizinhos Nenhum.
Linha costeira
Reivindicações marítimas  
 - Mar territorial milhas náuticas
 - Zona contígua milhas náuticas
 - Zona econômica exclusiva milhas náuticas
 - Plataforma continental milhas náuticas
Extremos de elevação  
 - Ponto mais alto
 - Ponto mais baixo
Relevo
Clima
Recursos naturais
Uso da terra  
 - Terra arável
 - Cultivos permanentes
 - Outros
Terra irrigada
Perigos naturais
Problemas ecológicos

A Islândia é uma grande ilha vulcânica localizada no Atlântico Norte. Constitui a maior parcela geográfica totalmente de origem vulcânica do mundo. Por consequência, tem uma actividade geotérmica importante. Está localizada na Dorsal Média Atlântica do Atlântico norte, a oriente da Groenlândia e logo a sul do círculo polar ártico. O rifte associado à dorsal Médio-Atlântica, que marca a divisão entre a placa Euro-Asiática e a placa Norte-Americana cruza a Islândia de sudoeste a nordeste. Este fenómeno geográfico está bem patente no Parque Nacional de Þingvellir onde o promontório criou um anfiteatro natural. Há mais de mil anos, o primeiro parlamento islandês (Alþingi) reuniu-se aí.

Cerca de metade da área islandesa, de origem vulcânica recente, consiste em desertos de lava montanhosos (o ponto mais alto está a uma altitude de 2,119 metros acima do nível médio das águas do mar), e outros terrenos áridos. Onze por cento da sua superfície é coberta pelos glaciares:

além de outros de menores dimensões:

Imagem de satélite da Islândia (Landsat).
Cavernas de Grjótagjá.





















Cidades da Islândia[editar | editar código-fonte]

A capital Reiquiavique tem cerca de 120 000 habitantes. Incluindo os subúrbios de Kópavogur e Hafnarfjörður, a área metropolitana da cidade atinge os 175 000 residentes, correspondendo a uns 60% da população total do país.
Akureyri, a segunda cidade da Islândia, conta com uns 18 000 moradores.
95% da população vive em 58 centros urbanos de variada dimensão.[1]

Economia da Islândia[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a economia da Islândia está baseada na pesca e na produção de alumínio.
A atividade piscatória aproveita a abundância de bacalhau e camarão nas águas islandesas.
A indústria do alúmínio utiliza a eletricidade gerada nos rios caudalosos e na energia geotérmica para elaborar minério importado.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ulf Erlandsson. Island - Befolkning (em sueco) Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Visitado em 7 de julho de 2015.
  2. Ulf Erlandsson. Island - Ekonomi och närinsliv (em sueco) Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Visitado em 7 de julho de 2015.


IcelandStub.svg Islândia
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens