Grupo Sportivo de Loures

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
GS Loures
Nome Grupo Sportivo de Loures[1]
Fundação 13 de agosto de 1913 (106 anos)
Estádio Campo José da Silva Faria
Capacidade 2 000
Localização Loures, Portugal Portugal
Presidente Portugal Armando Barreiro
Treinador Portugal António Pereira
Material (d)esportivo Macron SPA (2019) logo.svg

Macron

Competição Portugal Campeonato de Portugal (liga) Portugal Taça de Portugal
Website https://www.gsloures.pt/pt/
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Grupo Sportivo de Loures é um clube de futebol português sediado em Loures, distrito de Lisboa.

O clube foi fundado em 1913 e disputa os seus jogos caseiros no Campo José da Silva Faria, em Loures, com capacidade para 2.000 pessoas. O seu ponto mais alto foi ter ficado no 3º Lugar na III Divisão na época 2003/04, e na época 2013/14 participar na estreia do Campeonato Nacional de Seniores - Serie G.

História[editar | editar código-fonte]

No inicio da primeira década deste século, existia no centro da Vila de Loures, um pequeno espaço de terreno ao lado das ruínas de um antigo palacete reduzido a cinzas e que foram aproveitadas pelos vizinhos para a instalação de pocilgas, estábulos de ovelhas, capoeiras, etc.

Este local, designado na altura por Casaréus, é hoje a Praça da Liberdade, o jardim fronteiro à Câmara Municipal.

Era nesse espaço de terreno que a “rapaziada”, já com aspirações a serem homens(!) se entretinha a dar pontapés numa pequena bola de borracha, pagando 100 réis para ajudar à compra de novas bolas e substituir as que iam ficando inutilizadas. Pode dizer-se que, neste local, funcionou o primeiro campo de futebol do “Loures”.

Na noite de 13 de Agosto de 1913, juntaram-se na residência de António Feliciano Bastos todos aqueles que costumavam jogar futebol nos Casaréus, com o intuito de formarem, oficialmente, um grupo com um verdadeiro nome, direcção, estatutos, equipa, cores, etc. Nessa altura forma-se este grupo que era já composto por 35 elementos, estando entre eles Rafael Sérgio da Costa Vieira, sócio e jogador do Sporting Clube de Portugal e aluno dos Pupilos do Exército, que se ofereceu para auxiliar, com a sua experiência, o que foi bem aceite pelos restantes.

Foi este sócio e grande colaborador que escolheu os membros da primeira Direcção do grupo, que ficou assim constituída:

  • Presidente: Manuel Alves Paiões
  • Vice-presidente: Marco Romão dos Reis
  • Tesoureiro: Feliciano Gonçalves Flores
  • 1º Secretário: António Feliciano Bastos
  • 2º Secretário: Manuel Marques Raso

Por ele foi igualmente escolhido o nome do grupo que passou a designar-se tal com hoje de: Grupo Sportivo de Loures.

As cores do clube foram também sugeridas por Rafael Vieira. Camisola amarela com bolso e monograma ( GSL ) bordado, calções brancos e meias pretas com listas amarelas.

As quotas continuaram a ser de 100 réis, com um acréscimo de 500 réis de jóia para os novos sócios.

Rafael Vieira passou a ser capitão de equipa e treinador da equipa então formada.

Para além do recinto dos Casaréus o grupo utilizava também outros terrenos como campo de jogos: o pinhal grande, em Pinheiro de Loures, o terreno onde hoje está instalado o Pavilhão Paz e Amizade e, finalmente, o terreno da Areeira, onde se situa actualmente o Campo José da Silva Faria.

Rafael Vieira, como já se referiu, era sócio e jogador do Sporting Clube de Portugal, conseguindo que o seu Clube realizasse um jogo amigável com o Grupo Sportivo de Loures. O “Loures“ bateu o Sporting por 3 a 1! Apesar de perderem, os sportinguistas ficaram satisfeitos com os “rapazes” de Loures, oferecendo os seus jogadores para integrarem a equipa local, quando esta tivesse de defrontar equipas mais fortes. Esta atitude caiu bem nas gentes da Vila de Loures, que a partir de então passaram a ser, na sua grande maioria, sportinguistas, exemplo que passou de pais para filhos.

Criado inicialmente, só com futebol, o Grupo Sportivo de Loures, ao longo de quase um século de existência, tem evoluído com a prática de outras modalidades. Assim, após um período de estagnação entre a 1º e a 2ª Grandes Guerras, a Colectividade da Vila de Loures sofreu um grande impulso na década de 50, com a implementação de modalidades como o ciclismo, atletismo, ténis de mesa e, imagine-se, o hóquei em patins.

Referência ainda para alguns jogos que ficaram na história do clube, nomeadamente a visita ao Estádio José Alvalade para a 1/64 de Final da Taça de Portugal 1981-1982 (3-0 para o Sporting Clube de Portugal), a receção ao Boavista Futebol Clube também para a 3ª Eliminatória da Taça de Portugal de 2015–16 (1-2 após prolongamento) e a receção (em campo externo) ao Sporting Clube de Portugal igualmente na 3ª Eliminatória da Taça de Portugal (1-2 para o Sporting Clube de Portugal).

Actualmente o Grupo Sportivo de Loures tem meio milhar de atletas e desenvolve a prática de 3 modalidades:

Futebol – Desde 1913

Andebol – Desde 1978

Futebol de Praia - Desde 2012

Plantel Atual[editar | editar código-fonte]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador Lesionado/Contundido
  • +: Jogador em Fase Final de Recuperação
  • +: Jogador que Volta de Lesão/Contusão
  • Suspenso.: Jogador Suspenso


Goleiros
N.º Jogador
1 Portugal Marco Pinto
84 Portugal Raphael Cruz
- Portugal David Nunes
Defensores
N.º Jogador Pos.
20 Portugal Mário Mendonça Z
14 Portugal Ruben Nunes Z
6 Portugal Gonçalo Maria Z
22 Portugal Dani Coelho Z
2 Portugal David Bonito Z
37 Portugal Vitor Alves L
33 Portugal Bruno Bernardo L
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
77 Costa do Marfim Mohamed Coulibaly M
23 Guiné-Bissau Vladimir Forbs M
10 Brasil Maurício Júnior M
21 Portugal Zé Lúcio M
10 Portugal Hugo Machado M
11 Cabo Verde Patas Moreno M
7 Portugal Rúben Saldanha M
Atacantes
N.º Jogador
99 Brasil Lenno
77 Brasil Rafael Batatinha
7 Guiné-Bissau Marcos Dias
19 Brasil Cláudio Alves
17 Portugal Hélio Vaz
11 Portugal Zé Miguel
9 Guiné-Bissau Amadu Turé
Comissão técnica
Nome Pos.
António Pereira T

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • AF Lisboa 1ª Divisão Honra (2): 2000/01, 2012/13
  • AF Lisboa Taça (1): 2009/10
  • AF Lisboa Supertaça (1): 2013
  • AF Lisboa 1ª Divisão (4): 1963/64, 1974/75, 1988/89, 1993/94
  • AF Lisboa 2ª Divisão (1): 1961/62
  • AF Lisboa 3ª Divisão (1): 1959/60
  • AF Lisboa Taça de Honra 3ª Divisão (1): 1989/90
  • Ciclismo: Campeão Nacional de Contra-Relógio Júnior (2): 1993 e 1994
  • Atletismo: Campeão Nacional 3ª Divisão em Pista (1): 1990
  • Andebol: Campeão Nacional 2ª Divisão (1): 1986/87

Jogadores e Atletas Notáveis[editar | editar código-fonte]

Guarda-Redes
Defesas
Médios
Avançados
Ciclistas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de PortugalSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.