Ibn Tufail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ibn Tufail
Nascimento 1110
Granada, Al-Andalus
Morte 1185 (75 anos)
Marraquexe
Cidadania Al-Andalus
Ocupação filósofo, médico
Religião Islã

Ibn Tufail (Guadix, Espanha, ca. década 1100 — Marraquexe, Marrocos, ca. 1185) (nome completo: Abu Bakr Muhammad ibn Abd al-Malik ibn Tufail al-Qaisi; árabe: أبو بكر محمد بن عبد الملك بن محمد بن طفيل القيسي الأندلسي; formas latinizadas:[1] Abubácer e Abentofail) foi um médico, matemático, astrônomo, filósofo e poeta muçulmano do Al-Andalus.[2][3][4][5][6][7]

Nasceu em Guadix, Andaluzia, Espanha. Pouco se sabe sobre sua juventude, mas é provável que tenha estudado em Sevilha e em Córdoba, dois grandes centros de ensino, dedicando-se às ciências e as letras. Participou da vida cultural, política e religiosa na corte de Granada, onde foi médico e, depois, secretário e vizir. Realizou muitas viagens diplomáticas. Tornou-se secretário do governador de Ceuta e Tânger, Sid Abu Said. Transferiu-se, mais tarde, para Marraquexe, onde exerceu o cargo de médico do sultão Abu Yakub Yusuf. Atraiu outros sábios para a corte de Marraquexe, entre eles Averróis, do qual tornou-se protetor. Incentivou Averróis a escrever seus comentários sobre Aristóteles e deixou-lhe, posteriormente, as atribuições de médico da corte.

Foi um neoplatônico.[carece de fontes?] Dos muitos escritos deste sábio, restou somente o romance filosófico Hayy ibn Yaqzan (Vivente, filho do Vigilante), traduzido e publicado em latim por Edward Pococke em 1671, em Oxford, com o título de Philosophus autodidacticus (O filósofo autodidata).

Notas

  1. Também grafado Ibn Tufayl.
  2. «A filosofia de ibn Tufail e seu tratado sobre o filósofo autodidata». 1900 
  3. Al-Sebail, Abdulaziz; Calderbank, Anthony (1 de fevereiro de 2012). New Voices of Arabia - the Short Stories: An Anthology from Saudi Arabia (em inglês). [S.l.]: I.B.Tauris. ISBN 9780857721372 
  4. «Abubacer in "Dizionario di filosofia"». www.treccani.it (em italiano). Consultado em 8 de julho de 2018. 
  5. B., Carra de Vaux,. «Ibn Ṭufayl» (em inglês) 
  6. «Ibn Tufail (Abubacer) | Simply Philosophy». Simply Philosophy (em inglês) 
  7. «Ibn Tufayl, Abu Bakr Muhammad (before 1110-85)». www.muslimphilosophy.com. Consultado em 8 de julho de 2018.