Indietronica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Indietronica
Origens estilísticas Indie rock, eletrônica, new wave, synthpop, indie pop
Contexto cultural Final da década de 1990 na Alemanha e no Reino Unido
Instrumentos típicos Vocal, teclado, sintetizador, sampler, drum machine, vocoder, piano elétrico, guitarra elétrica, baixo elétrico, bateria eletrônica
Popularidade Sucesso comercial mais notável na década de 2000

Indietronica (também chamado de Indie electronic) é um gênero musical que combina indie, electronica, rock e música pop. Os instrumentos usados normalmente neste género são teclados, sintetizador, sampler e drum machine sem incluir que há uma presença frequente de vocoders. Além disso muitos artistas deste gênero constantemente fazem associações com DJ's para com isso produzirem remixes de seu próprio trabalho.

História[editar | editar código-fonte]

O gênero começou no início dos anos 1990,[1] através de bandas como Stereolab e Disco Inferno, e entrou no novo milênio ao sabor das novas tecnologias aplicadas à música. Directamente conectados com os sistemas electrônicos, bandas como Broadcast (Inglaterra), Justice (frança), Lali Puna (Alemanha) e The Postal Service e Ratatat (EUA), trabalham na mistura de uma série de sons indie, com vozes melosas e melodias electrónicas agradáveis na maioria das vezes alegres e em alguns casos melancólicas que são por vezes próximas do house por vezes próximas do trip hop. Para fazer justiça ao género, estas bandas tem sido distribuídas por editoras independentes.[2]

Grupos mais conhecidos[editar | editar código-fonte]

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Este género foi mencionado no episódio "Geddup Noise " do desenho animado Homestar Runner[3] .

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]