Jorginho Gomes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Jorginho Gomes (Salvador, Bahia) é um baterista brasileiro, membro do grupo Novos Baianos e irmão do guitarrista Pepeu Gomes. Durante sua carreira, ficou conhecido por acompanhar vários artistas brasileiros, como Gilberto Gil (do qual foi baterista durante o período 1986 a 2007) e Ana Carolina.

Nascido em uma família de músicos (sua mãe era pianista, seu pai, cantor, e todos os irmãos são músicos), começou a tocar aos 12 anos de idade junto com Pepeu Gomes. Ambos faziam parte de um conjunto chamado "Os Minos", em São Paulo, no período de 1967 a 1969.

Aos 15 anos de idade, acompanhou Gilberto Gil e Caetano Veloso no antológico disco Barra 69 - Caetano e Gil Ao Vivo na Bahia, gravado nos dias 20 e 21 de Julho de 1969 na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, sendo o último show de ambos antes de se exilarem em Londres, Inglaterra, de onde voltariam em 1972.

De 1970 a 1978, Jorginho e Pepeu integraram o grupo Novos Baianos, junto com Moraes Moreira, Baby Consuelo (futura Baby do Brasil), Luiz Galvão e Paulinho Boca de Cantor, tendo como grupo de apoio a banda A Cor do Som.

Acompanhou vários artistas da música popular brasileira em shows e gravações, entre eles Gal Costa, Gilberto Gil (do qual foi baterista durante 20 anos, de 1986 a 2007), Caetano Veloso, Pepeu Gomes, Baby Consuelo, Moraes Moreira, Marisa Monte, Sandra de Sá, A Cor do Som, Luiz Melodia, Erasmo Carlos, Tim Maia, Ed Motta, Armandinho Macedo, Paulinho Boca de Cantor, Dodô e Osmar, Jorge Benjor e muitos outros. Também participa de vários blocos e trios elétricos, no Carnaval da Bahia

A maior parte de seu aprendizado é autodidata, apesar de ter estudado em escolas de música paulistanas por cerca de três meses. Durante a maior parte do tempo, toca de ouvido (ouvindo a música e procurando executá-la da mesma forma que ouviu). Além da bateria, domina a percussão, o cavaco e o bandolim, além de cantar.

Em de 2007/2008, fez parte da banda da cantora Ana Carolina, onde, além de baterista, era percussionista, bandonilista, backing-vocal e ajudou amontar boa parte do roteiro do show.

Entre suas principais influências estão os músicos: Billy Cobham, Art Blakey, Lucas Borges, Tuti Moreno, Milton Banana e Gene Krupa.