Kepler-69c

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de KOI-172.02)
Ir para: navegação, pesquisa
Impressão artística de Kepler-69c, um exoplaneta supervênus orbitando Kepler-69, uma estrela semelhante ao Sol.

Kepler-69c[1] [2] [3] é um planeta extrassolar confirmado e que é uma superterra, cerca de 70% maior do que a Terra, orbitando Kepler-69, uma estrela anã amarela como o Sol, localizada a cerca de 2.700 anos-luz (830 pc) a partir da Terra, na constelação de Cygnus. O planeta foi descoberto pelo telescópio espacial Kepler da NASA, através do método de trânsito, quando o efeito de escurecimento que faz um planeta como ele quando cruza em frente da sua estrela é medido. É muito provável que Kepler-69c seja um planeta terrestre. A descoberta inicial do planeta foi anunciada em 7 de janeiro de 2013;[4] [5] a confirmação foi anunciada em 18 de abril de 2013. Apesar de ter sido inicialmente cogitado para estar na zona habitável,[6] é agora pensado para representar um supervênus, análoga à Vênus, mas é mais maciço e, portanto, altamente improvável que ser habitável.[7]

Exoplaneta confirmado[editar | editar código-fonte]

Kepler-69c, uma superterra, tem um raio 1,7 vezes maior que o da Terra. O planeta orbita uma estrela semelhante ao Sol, chamada Kepler-69, uma vez a cada 242,5 dias.[8]

Habitabilidade[editar | editar código-fonte]

O planeta foi anunciado na mídia como sendo localizado dentro da "zona habitável" da estrela, uma região onde a água líquida pode existir na superfície do planeta. Ele foi descrito como sendo um planeta análogo à Terra, em termos de tamanho e temperatura já encontrado e, de acordo com os cientistas, um "excelente candidato para sediar vida alienígena".[5] Devido a incertezas nos parâmetros estelares, as margens de erro sobre o valor do fluxo incidente neste planeta são bastante grande, em 1,91+0,43−0,56 vezes o nível da terra. Usando os parâmetros nominais, o planeta é demasiado perto da estrela para ser habitável, embora as incertezas permitem a possibilidade de que possa efetivamente estar na região mais interna da zona habitável.[9] Uma análise mais recente mostrou que o planeta é provável que mais análoga à Vênus, que é conhecido por ser um dos lugares mais inóspitos do Sistema Solar, e, portanto, pouco provável que seja habitável.[7]

Estrela hospedeira e sistema estelar[editar | editar código-fonte]

Comparação das dimensões dos planetas do sistema Kepler-69 com os planetas interiores do Sistema Solar.

A estrela hospedeira, Kepler-69 (KIC 8692861, 2MASS J19330262+4452080),[8] é uma anã amarela um pouco mais fria do que o Sol.[5] Em 18 de abril de 2013, foi anunciado que dois planetas orbitam Kepler-69: um planeta interior, Kepler-69b, e um planeta exterior, Kepler-69c.[1] [2] [3] Kepler-69c está cerca de 70 milhões de milhas da sua estrela mãe (em comparação com 93 milhões de milhas entre a Terra e o Sol) e leva 242 dias para orbitar sua estrela (em comparação com os 365 dias da Terra).

Comparação dos tamanhos dos planetas Kepler-69c, Kepler-62e, Kepler-62f e a Terra.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b A super-Earth-sized planet orbiting in or near the habitable zone around Sun-like star (em inglês). Visitado em 7 de agosto de 2015.
  2. a b NASA's Kepler Discovers Its Smallest 'Habitable Zone' Planets to Date (em inglês) NASA. Visitado em 7 de agosto de 2015.
  3. a b 2 Good Places to Live, 1,200 Light-Years Away (em inglês) New York Times. Visitado em 7 de agosto de 2015.
  4. NASA'S Kepler Mission Discovers 461 New Planet Candidates (em inglês) NASA. Visitado em 7 de agosto de 2015.
  5. a b c Most Earth-Like Alien Planet Possibly Found (em inglês) Space.com. Visitado em 7 de agosto de 2015.
  6. 3 Potentially Habitable 'Super-Earths' Explained (Infographic) (em inglês). Visitado em 7 de agosto de 2015.
  7. a b A Potential Super-Venus in the Kepler-69 System (em inglês). Visitado em 7 de agosto de 2015.
  8. a b NASA Exoplanet Archive -KOI-172.02 (em inglês). Visitado em 7 de agosto de 2015.
  9. L. Kaltenegger, D. Sasselov, S. Rugheimer (2013). "Water Planets in the Habitable Zone: Atmospheric Chemistry, Observable Features, and the case of Kepler-62e and -62f". arΧiv:1304.5058v1arΧiv:1304.5058v1 [astro-ph.EP]. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kepler-69c