Kyocera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

  • Kyocera Corporation
  • 京セラ株式会社

A atual sede da Kyocera em Fushimi-ku, Quioto, Japão
Empresa de capital aberto
Indústria Eletrônica
Fundação 1959 (1959)
Sede Quioto,  Japão
Presidente Hideo Tanimoto
Pessoas-chave Goro Yamaguchi (Presidente do conselho de administração)
Empregados 70,153 (31 de março de 2017)
Produtos
  • Pacotes de semicondutores
  • Componentes indusriais
  • Componentes automotivos
  • Dispositivos eletrônicos
  • Sistemas de geração de energia solar
  • Impressoras
  • Copiadoras
  • Telefone móvel
  • Produtos de cerâmica aplicada
Subsidiárias Kyocera Document Solutions
Lucro ¥81.79 bilhões (2018)
Faturamento ¥1.577 trilhões (2018)
Website oficial global.kyocera.com/index.html

A Kyocera Corporation (京セラ株式会社 Kyōsera Kabushiki-gaisha) é uma empresa multinacional que produz componentes eletrônicos, cerâmicas e células fotovoltaícas de energia desde 1959 do Japão.[1] Sua sede está na cidade de Quioto e possui sete subdivisões.[1]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Anunciou em 2005 um acordo para deter o naming rights do Estádio Joaquim Américo Guimarães, passando a chamá-lo de Kyocera Arena.[2] Em 2008, o acordo foi rescindido de forma unilateral pelo Atlético Paranaense por expectativas de um acordo mais lucrativo visando a candidatura da cidade de Curitiba para a Copa do Mundo FIFA de 2014.[3]

Referências

  1. a b «Profile-Kyocera Corp (KYO)». Reuters. Consultado em 21 de janeiro de 2017. 
  2. «Corrupção afasta empresas e dificulta naming rights no país». Exame. Consultado em 21 de janeiro de 2017. 
  3. «Furacão não renova com patrocinador». Globo Esporte. Consultado em 21 de janeiro de 2017. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma corporação ou companhia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.