VAIO

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
VAIO (バイオ)
Indústria Tecnologia
Fundação 1996
Sede Nagano, Japão
Áreas servidas  Japão
 Estados Unidos
 Brasil
Proprietário(s) Japan Industrial Partners (95%)
Sony Corporation (5%)
Empregados 250 a 300
Produtos Notebooks
Página oficial www.vaio.com

VAIO Corporation ( /ˈv./ Visual Audio Intelligence Organizer (Organizador Inteligente de Áudio e Vídeo)) é um fabricante de computadores pessoais produzidas pela empresa japonesa Japan Industrial Partners (JIP). Originalmente a marca foi lançada pela Sony em 1996 com os modelos Sony VAIO PCV-70 e VAIO PCV-90 [1]. Em 6 de fevereiro de 2014[2], a Sony anuncia a venda de sua divisão de PCs ao fundo de investimento Japan Industrial Partners. O valor da transação não foi revelado, mas a Sony manterá 5% [3]de participação no negócio.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "VAIO" vem da sigla Video Audio Integrated Operation (Operação Integrada de Áudio e Vídeo), desde 2008, para celebrar 10 anos do padrão VAIO, seu nome foi mudado para Visual Audio Intelligence Organizer (Organizador Inteligente de Áudio e Vídeo), fazendo referência ao desenvolvimento de software para caixa de som e webcam embutidos. O conceito do logotipo foi criado por Teiyu Goto, supervisor de design de produto a partir do Centro Criativo Sony em Tóquio.

História[editar | editar código-fonte]

A Sony fabricou computadores desde a década de 1980 mas com exclusivamente para mercado japonês. A reestreia da Sony no mercado de computadores global, sob a nova marca Vaio, começou em 1996 com a série de computadores PCV-70 e o PCV-90, que foi projetado com uma interface gráfica 3D como uma novidade para os novos usuários. A primeira geração de computadores portáteis Vaio foi lançado em 1997 nos EUA atraves do modelo PCG-505, que foi projetado para ser "SuperSlim".[4]

Os modelos mais recentes da Sony Vaio foram lançados durante um período com baixas nas vendas de PCs e de modelos incluídos com inovações, como o Vaio Tap, que foi projetado com um teclado completamente separado. Modelos lançados antes da venda da marca, foram complementadas pelo sistema operacional Windows 8

Venda para JIP[editar | editar código-fonte]

O grande declínio constante nas vendas de PCs em todo o mundo, foi uma das principais razões de venda da Vaio pela Sony. Existente no mercado desde 1996, os modelos Vaio ficaram conhecidos por serem computadores que apresentavam alto padrão de desempenho e design de primeira. A marca foi responsável por uma série de inovações no ramo, com a introdução de alguns conceitos com designs diferentes e tentando sempre se diferenciar no mercado transmitindo uma imagem de sofisticação, a Sony não conseguiu analisar o mercado e se adequar as mudanças. Com uma política de preços mais agressivos. Somente em 2013 a companhia teve um prejuízo de US$ 1,1 bilhão[5][6] com a marca.

Em fevereiro de 2014 a Sony anunciou um acordo de intenções de venda de sua divisão de PCs para o grupo de investimentos Japan Industrial Partners (JIP)[7][8]. A venda foi concluída em 1 de Julho de 2014, com a nova companhia sediada na cidade Azumino, província de Nagano[9]. Inicialmente a empresa anunciou que iria distribuir seus produtos apenas para o mercado japonês, mas com o lançamento do tablet hibrido VAIO Z Canvas em outubro de 2015, a Vaio voltou a operar nos Estados Unidos,[10] e no Brasil fechou uma parceria com a Positivo Informática para fabricação e distribuição de seus produtos no país.[11]

Peças Vaio[editar | editar código-fonte]

  • Os computadores VAIO vinham com componentes de empresas como a Intel processadores, Seagate Technology, Hitachi, Fujitsu ou Toshiba discos rígidos, Infineon RAM, Atheros e chipsets sem fio da Intel, Sony (geralmente feita por Hitachi) ou Matsushita drives ópticos, Intel, NVIDIA ou ATI gráficos processadores e alto-falantes da Sony

Notebooks profissionais[editar | editar código-fonte]

  • Série TZ - Notebooks com tela de 11.1" e peso de 1.2kg.
  • Série Z - Notebooks com tela de 13,1", com resolução de 1600 x 900 e integração para rede WWAN.
  • Série SR - Notebooks com tela de 13,3", voltados para jovens e corporações.
  • Série BZ - Notebooks robustos para corporações com tecnologia para biometria de impressões digitais.

Desktops/digital home[editar | editar código-fonte]

  • Série L - Tela de 19" e 22"
  • Série TP - Mini PC
  • Série RM - Workstation

Referências

  1. «Retrospectiva: os computadores Sony VAIO que marcaram histórias». tecmundo.com.br. Consultado em 06-04-2015.  Texto " TECMUNDO " ignorado (Ajuda)
  2. «Sony Announces Plans to Address Reform of PC and TV Businesses». www.sony.net. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Sony, Corporate Info " ignorado (Ajuda)
  3. «É oficial: Sony anuncia venda da divisão de PCs Vaio». tecnoblog.net. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Tecnoblog " ignorado (Ajuda)
  4. «A look back at Sony's iconic VAIO computers». theverge.com. Consultado em 06-04-2015.  Texto " The Verge " ignorado (Ajuda)
  5. «Sony confirma saída do mercado de PCs e anuncia demissão de 5 mil». g1.globo.com. Consultado em 06-04-2015.  Texto " G1 " ignorado (Ajuda)
  6. «Para voltar a ter lucro, Sony vende divisão de PCs, remaneja a de TVs e anuncia demissões e cortes». manualdousuario.net. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Manual do usuário " ignorado (Ajuda)
  7. «É oficial: Sony anuncia venda da divisão de PCs Vaio». tecnoblog.net. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Tecnoblog " ignorado (Ajuda)
  8. «Confira lista com alguns dos grandes lançamentos da série Vaio da Sony». techtudo.com.br. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Techtudo " ignorado (Ajuda)
  9. «Japão: PCs Vaio retornam ao mercado após Sony vender marca». tecnologia.terra.com.br. Consultado em 06-04-2015.  Texto " Portal Terra " ignorado (Ajuda)
  10. «VAIO voltará a operar nas Américas com o 'Z Canvas'; conheça». Consultado em 03-10-2015.  Texto " tecmundo notícias " ignorado (Ajuda);
  11. «Positivo passará a produzir notebooks da Vaio no Brasil». TechTudo. 20 de agosto de 2015. Consultado em 4 de janeiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]