Lazar Mojsov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lazar Mojsov (em macedônio: Лазар Мојсов; 19 de dezembro de 1920 - 25 de agosto de 2011) foi um jornalista, político e diplomata macedônio da Iugoslávia.[1]

Mojsov lutou pelos partisans anti-fascistas na Segunda Guerra Mundial[1] e continuou a subir na hierarquia do Partido Comunista depois de 1945. Foi procurador-geral da República Socialista da Macedônia entre 1948 e 1951. Durante as duas décadas seguintes, atuou como um membro dos parlamentos da Iugoslávia e da Macedônia e como editor de jornal.[2]

Enquanto isso, iniciou uma carreira diplomática, servindo como embaixador iugoslavo para a União Soviética e na Mongólia entre 1958 e 1961 e como embaixador na Áustria entre 1967 a 1969. Entre 1969 e 1974, serviu como embaixador iugoslavo para as Nações Unidas, Guiana e Jamaica.[2]

De 1974 a 1982, Mojsov foi vice-chanceler da Iugoslávia, e, de 1977 a 1978, foi o presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas. De 1980 a 1981, atuou como Presidente do Presidium do Comitê Central da Liga dos Comunistas da Iugoslávia, e de maio de 1982 a maio de 1984, foi ministro das Relações Exteriores. De 1984 a 1989, atua como membro da presidência coletiva da Iugoslávia e foi seu presidente de 1987 a 1988.

Referências

  1. a b «Lazar Mojsov: "Hay que evitar nuevas divisiones de Europa"». El País. 4 ABR 1988  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b «Lazar Mojsov (Yugoslavia)». UN General Assembly 
Precedido por
Hamilton Shirley Amerasinghe
Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas
1977–1978
Sucedido por
Indalecio Liévano
Cargos políticos


Precedido por
Sinan Hasani
Presidente da Presidência da Iugoslávia
15 de Maio de 1987 – 15 de Maio de 1988
Sucedido por
Raif Dizdarević
Escritórios de partidos políticos
Precedido por:
Josip Broz Tito
Presidente da Presidência da Liga dos Comunistas da Iugoslávia Sucedido por:
Dušan Dragosavac