Marco Borriello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marco Borriello
Marco Borriello.jpg
Informações pessoais
Nome completo Marco Borriello
Data de nasc. 18 de junho de 1982 (38 anos)
Local de nasc. Napoli, Itália
Altura 1,86 m
canhoto
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Centroavante
Clubes de juventude
1996–1999
1999–2001
Milan
Treviso
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2001–2002
2001
2002–2007
2003
2004–2005
2005–2006
2006
2007–2008
2008–2011
2010–2011
2011–2015
2012
2012–2013
2014
2015
2015–2016
2016
2016–2017
2017–2018
2018–2019
Treviso
Triestina (emp.)
Milan
Empoli (emp.)
Reggina (emp.)
Sampdoria (emp.)
Treviso (emp.)
Genoa
Milan
Roma (emp.)
Roma
Juventus (emp.)
Genoa (emp.)
West Ham (emp.)
Genoa
Carpi
Atalanta
Cagliari
SPAL
Ibiza
027 000(10)
009 0000(1)
052 000(16)
012 0000(1)
030 0000(2)
011 0000(7)
020 0000(5)
035 000(18)
037 000(25)
034 000(11)
018 0000(6)
013 0000(5)
028 000(12)
002 0000(0)
008 0000(0)
014 0000(5)
015 0000(4)
038 000(20)
016 0000(1)
007 0000(0)
Seleção nacional3
2001–2002
2002–2003
2008–2011
Itália Sub-20
Itália Sub-21
Itália
003 0000(1)
012 0000(6)
007 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 18 de novembro de 2018.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 9 de fevereiro de 2011.

Marco Borriello (Nápoles, 18 de junho de 1982) é um ex-futebolista italiano que atuava como centroavante.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Milan[editar | editar código-fonte]

Durante sua carreira teve diversas passagens pelo Milan, mas sempre era emprestado. Depois de boa temporada no Genoa, quando esteve em copropriedade e marcou 19 gols em 35 jogos pela Serie A, enfim se firmou no clube de Milão após seu retorno, sendo até titular no ataque da equipe junto com Alexandre Pato e Ronaldinho Gaúcho em algumas partidas da temporada 2009–10.

Roma[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2010, com as chegadas de Ibrahimović e Robinho ao clube rossonero, perdeu espaço e acabou se transferindo para a Roma por empréstimo.[2] Posteriormente foi comprado em definitivo.

Juventus[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012 foi emprestado a Juventus.[3]

Segunda passagem pelo Genoa[editar | editar código-fonte]

Já no dia 31 de agosto de 2012, foi emprestado ao Genoa, retornando assim ao clube em que já tivera boa passagem.[4] Ele chegou para ocupar a vaga deixada por Gilardino, que partiu para o Bologna.

West Ham[editar | editar código-fonte]

Sem muitas chances na Roma, no dia 25 de janeiro de 2014 foi acertado seu empréstimo ao West Ham.[5]

Cagliari[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2016, aos 34 anos, foi contratado pelo Cagliari.[6]

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Foi convocado para a Seleção Italiana em 2008, quando jogava no Genoa, e disputou a Eurocopa realizada na Áustria e na Suíça. Ficou fora da Copa do Mundo de 2010, estando apenas na lista dos sete suplentes. Depois da competição, teve nova oportunidade na Seleção com Cesare Prandelli, então novo técnico. No total, disputou sete partidas e não marcou nenhum gol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Milan
Juventus

Referências

  1. Charley Moreira (11 de fevereiro de 2019). «Galã e cigano da bola, Marco Borriello alcançou recorde robusto na Serie A». Calciopédia. Consultado em 24 de junho de 2020 
  2. «Roma anuncia Borriello, ex-Milan». GloboEsporte.com. 31 de agosto de 2010. Consultado em 24 de junho de 2020 
  3. «Roma acerta empréstimo de Borriello para o Juventus até fim da temporada». GloboEsporte.com. 31 de dezembro de 2011. Consultado em 24 de junho de 2020 
  4. «Atacante Borriello é emprestado pela Roma ao Genoa». Terra. 31 de agosto de 2012. Consultado em 24 de junho de 2020 
  5. «West Ham confirma italianos Nocerino e Borriello por empréstimo». Terra. 25 de janeiro de 2014. Consultado em 24 de junho de 2020 
  6. Renan dos Santos Souza (4 de agosto de 2016). «Com passagens por Milan e Roma, atacante Borriello é contratado pelo Cagliari». VAVEL Brasil. Consultado em 24 de junho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]