Lockdown em Hubei em 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Quarentenas em Hubei em 2020)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lockdown em Hubei em 2020
Parte da(o) Pandemia de COVID-19
Policemen wearing masks patrolling Wuhan Tianhe Airport during Wuhan coronavirus outbreak.jpg
A nurse measuring the body temperature for outpatients in Hubei TCM Hospital.jpg Citizens of Wuhan lining up outside of a drug store to buy masks during the Wuhan coronavirus outbreak.jpg
Staff monitoring passengers' body temperature in Wuhan railway station during the Wuhan coronavirus outbreak.jpg Passengers lining up in Wuhan railway station for their body temperature to be checked during the Wuhan coronavirus outbreak.jpg

Montagem fotográfica de várias cenas em Wuhan durante o surto
Período 23 de janeiro — 8 de abril de 2020
(2 meses e 16 dias)
Local China
Resultado Cerca de 11 milhões de pessoas em quarentena em Wuhan; mais de 57 milhões em outras quinze cidades[1]
Causas Pandemia de COVID-19
Objetivos Conter a pandemia de COVID-19 na China
Características Suspensão de todos os transportes públicos e controle de circulação dentro e fora da cidade
Wuhan, província de Hubei, China.

Em 23 de janeiro de 2020, o governo central da China impôs um lockdown (em pt bloqueio) em Wuhan e em outras cidades na província de Hubei, em um esforço para conter a pandemia de COVID-19 no país. O incidente foi comumente referido na mídia como a "lockdown de Wuhan"[2] (em chinês: 武汉封城; pinyin: Wǔhàn fēng chéng). A Organização Mundial da Saúde (OMS), apesar de afirmar que estava além de suas próprias diretrizes, elogiou a iniciativa, chamando-a de "inédita na história da saúde pública".[3] O bloqueio em Wuhan estabeleceu o precedente para medidas semelhantes em outras cidades chinesas. Poucas horas após o bloqueio de Wuhan, também foram impostas restrições de viagem nas cidades próximas de Huanggang e Ezhou, e eventualmente foram impostas em todas as outras 15 cidades de Hubei, afetando um total de cerca de 57 milhões de pessoas.[4][5]

Em 2 de fevereiro de 2020, Wenzhou, Zhejiang, implementou uma quarentena de sete dias em que apenas uma pessoa por família podia sair uma vez a cada dois dias, e a maioria das saídas da rodovia foram fechadas.[6] Em 13 de março de 2020, Huangshi e Qianjiang se tornaram as primeiras cidades de Hubei a remover estritas restrições de viagem em parte ou em todos os seus limites administrativos.[7][8]

Em 8 de abril de 2020, o governo encerrou o lockdown após 76 dias.[9][2]

Referências

  1. 武汉肺炎病毒持续扩散 湖北下令封15个城市 | DW | 24.01.2020. Deutsche Welle (em chinês). Consultado em 20 de março de 2020. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2020 
  2. a b Nectar Gan. «China lifts 76-day lockdown on Wuhan as city reemerges from coronavirus crisis». CNN. Consultado em 18 de abril de 2020 
  3. «Wuhan lockdown 'unprecedented', shows commitment to contain virus: WHO representative in China». Reuters (em inglês). 23 de janeiro de 2020. Consultado em 20 de março de 2020. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2020 
  4. James Griffiths; Amy Woodyatt. «Wuhan coronavirus: Thousands of cases confirmed as China goes into emergency mode». CNN (em inglês). Consultado em 20 de março de 2020. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2020 
  5. 襄阳火车站关闭,湖北省最后一个地级市"封城". thepaper.cn (em chinês). 29 de janeiro de 2020. Consultado em 20 de março de 2020. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2020 
  6. hermesauto (2 de fevereiro de 2020). «China shuts down city of Wenzhou, far from virus epicentre». The Straits Times (em inglês). Consultado em 20 de março de 2020. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2020 
  7. 湖北黄石:解除市区交通管制,停办通行证 (em chinês). Consultado em 20 de março de 2020 
  8. 湖北潜江市民燃放烟花庆祝解封. Sina News (em chinês). 13 de março de 2020. Consultado em 20 de março de 2020 
  9. «Wuhan ended its 76-day coronavirus lockdown last week — here's how Wuhan residents are reacting». Business Insider. 14 de abril de 2020. Consultado em 18 de abril de 2020 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.