Reforma Ortográfica de 1907

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Reforma Ortográfica de 1907, elaborada neste mesmo ano, foi uma iniciativa de reforma ortográfica da língua portuguesa encetada pela Academia Brasileira de Letras, tendo à frente a figura de Medeiros e Albuquerque, de modo a abolir a "ortografia etimológica" que então vigorava.[1][2]

Amplamente discutida e mais coerente que os seus antecessores, foi um marco na história da ortografia brasileira.[3]

Proposições[editar | editar código-fonte]

  1. Supressão de h, com exceção de palavras compostas de outras com h inicial (deshonra, por exemplo); eliminação do h no meio de palavras, com exceção nos grupos de lh, nh e ch.[nota 1][4]
  2. Supressão absoluta de w.[nota 1][4]
  3. Supressão absoluta e substituição por c antes de a, o e u, e por qu antes de e e i de k.[nota 1][4]
  4. Supressão absoluta de y salvo em nomes indígenas.[nota 1][4]
  5. Substituição do ph por f; ch com som de k por qu antes de e e i e por c antes de a, o e u;[nota 1] substituição do x por cs, s, z ou ss, dependendo do som.[nota 2][4]
  6. Supressão de consoantes geminadas, salvo quando pronunciadas.[nota 1][4]
  7. Supressão de consoantes nulas.[nota 1][4]
  8. Substituição de g mediano por j, quando com o mesmo som; substituição por j de g no início de palavras sempre que tinha o som daquela.[nota 2][4]
  9. Substituição de ç por s nas palavras que o conservaram; preferência por s de grafias com s ou ç.[nota 1][4]
  10. Preferência por au, eu e iu em grafias entre esta e ao, eo e io.[nota 1][4]
  11. Substituição por z de s quando com aquele som.[nota 1][4]
  12. Uso de z no final de palavras agudas no lugar de s, com exceção dos pronomes nós e vós e de conjugações verbais (preferis, por exemplo).[nota 1][4]
  13. Escrita de sílabas átonas com am ao invés de ão.[nota 1][4]
  14. Escrita de sílabas tônicas com ã e as átonas com an.[nota 1][5]
  15. Supressão do sinal de sinalefa em contrações como deste ou desta.[nota 1][5]
  16. Escrita de nomes estrangeiros com as ortografias nativas àquelas línguas. A proposta recebeu uma adição por João Ribeiro: nomes próprios obedeceriam à simplificação desde que tivessem forma portuguesa.[nota 1][5]
  17. Aproximação da ortografia à pronúncia da classe culta.[nota 1][5]

Notas

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p Aprovada.
  2. a b Não aprovada.

Referências

  1. Aguiar 2007, p. 18–19.
  2. Ribeiro 2011, pp. 206–207.
  3. Aguiar 2007, p. 19.
  4. a b c d e f g h i j k l m Ribeiro 2011, p. 208.
  5. a b c d Ribeiro 2011, p. 209.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Precedido por
Reformas ortográficas da Língua Portuguesa
1907
Sucedido por
Reforma Ortográfica de 1911