Curso de água

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ribeira)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Riacho, Ribeira e Ribeirão redirecionam para este artigo. Para outros significados, veja Riacho (desambiguação), Ribeira (desambiguação) ou Ribeirão (desambiguação).
Foto de satélite do rio Amazonas

Um curso de água, curso d'água ou fluxo de água é qualquer corpo de água fluente.
Rios, córregos, riachos, regatos, ribeiros, etc. são cursos de água.

A hidrologia é a ciência que se relaciona com a água.

Os rios e riachos são responsáveis por uma pequena parcela da porção total da água mundial. Apesar de ser um valor baixo em relação aos outros índices, esse valor é de suma importância e de grande proporção por conter a água doce que pode ser destinada ao uso humano. Em decorrência desse valor, esses recursos são extremamente manuseados pelo homem a fim de satisfazer as suas necessidades, e isso gera diversos impactos que podem ser decisivos para a morte do curso d’água.

Os rios e riachos apresentam algumas características como: forma linear, fluxo unidirecional, vazão oscilante e leitos instáveis. Eles estão altamente conectados com o ambiente terrestre ao seu redor, portanto é imprescindível que ocorra a compreensão de todos esses fatores para que se entenda a sua dinâmica.[1]

Partes constituintes[editar | editar código-fonte]

Enciclopedicamente, um rio "Designa um curso de água,permanente ou temporário, navegável ou não, procedendo de uma fonte única ou formado pela reunião de regatos ou correntes de água de menor volume e que desagua noutro curso de água, num lago ou no mar.

O lugar onde o rio começa a correr chama-se nascente. Aquele onde desagua chama-se foz. As águas seguem o seu declive segundo o seu talvegue, de montante (lado onde nasce) para jusante (o lado onde termina), entre as duas margens: direita e esquerda, conforme o colar que ocupam, em relação a um observador voltado para jusante. O leito do rio é o terreno por onde ele corre. No lugar próximo da foz, o leito do rio alarga-se, em geral, para formar um estuário. Quando o rio deságua no mar por várias aberturas, o espaço compreendido entre os braços extremos chama-se delta que é em geral muito fértil"[2]

Nos cursos de água também se fala do caudal - ex: caudal médio de 40,3 m³/s) -, do comprimento e de afluente.

Tipos de rio[editar | editar código-fonte]

O francês distingue dois tipos de rios:[3]

  • Fleuve (masc.) - é um curso de água que se lança no mar ou o oceano - ou, excepcionalmente, no deserto. ex: Rio Cubango
  • Rivière (fem.) - é um curso de água que se lança numa outra rivière ou num fleuve, ex: Rio Arve.

Cursos d'água principais[editar | editar código-fonte]

Os cursos d'água principais são corpos hídricos que deságuam em outro corpo hídrico como um mar, lago ou outro rio.

São classificados como cursos d'água principais os rios principais e seus afluentes.

Cursos d'água secundários[editar | editar código-fonte]

Os cursos d'água secundarios são cursos d'água com menor vazão de água que os rios.

Ribeirão[editar | editar código-fonte]

Ribeiro, ribeira ou ribeirão[4] é um curso de água, menor do que um rio, que desemboca no oceano ou em outro curso. Faz parte dos ambientes de água doce.[5]

No Brasil, o termo "ribeirão" é levado em consideração pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para mapeamentos,[5] sendo encontrado em 18 das 27 unidade federativas do país.[6] Na maior parte dos casos, diferencia-se de um córrego pois este tem menor porte.[5]

Riacho[editar | editar código-fonte]

Um riacho (do castelhano riacho) é um curso de água maior do que um regato e menor do que uma ribeira.[7] Também pode ser denominado arroio, termo regional de usualidade da região sul do Brasil.

Córrego[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Córrego

O córrego é um corpo d'água de pequeno porte menor que um riacho que deságua no mar ou num corpo hídrico.

Torrente[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Torrente
Confluência do rio Arve no Rio Ródano

A torrente é um tipo de curso se água especial pois é caracterizado pelo sua impetuosidade e desnível. Ex: Rio Arve.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. TOWNSEND, Colin R.; BEGON, Michael; HARPER, John L. (2010). Fundamentos em Ecologia ARTMED EDITORA S.A. [S.l.] p. 157.
  2. Dicionário enciclopédico Luso-Brasileiro - Lello &Irmão
  3. fr:Cours d'eau - versão Fr de Coursos de água
  4. J.M. Nunes Garcia (1872). Revista trimensal de historia e geographia Library University of California Davis [S.l.] p. 538. 
  5. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2010). «Glossário dos termos genéricos dos nomes geográficos utilizados no mapeamento sistemático do Brasil» (PDF). p. 26. Consultado em 29 de junho de 2015. 
  6. Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto (2013). «Estudo sobre a ocorrência na denominação dos termos genéticos de cursos d'água no território» (PDF). p. 8. Consultado em 29 de junho de 2015. 
  7. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 508.
Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia em geral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.