Símbolos monetários

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Símbolos monetários são sinais usados para representação de moeda, e variam de um país para o outro. Podem ser simples (um só caractere) ou compostos (dois ou mais caracteres).

Em 2009, a Índia lançou um concurso público para substituir a conectividade que compartilhava com os países vizinhos.[1] Ela finalizou seu novo símbolo monetário, (INR) em 15 de julho de 2010. É uma mistura do alfabeto latino R com a letra Devanagari '' (ra).

Lista de símbolos monetários simples[editar | editar código-fonte]

Símbolo Moeda
$ Escudo cabo-verdiano, peso argentino, peso chileno, peso dominicano, dólar da Guiana, dólar da Jamaica, boliviano.
Euro
¥ Iene, iuane
£ Libra esterlina
Won
Novo shekel israelense
Lira Turca
Q Quetzal
L Lempira
Colón
Naira
Guaraní
Ø Libra Argentina

Lista de símbolos monetários compostos[editar | editar código-fonte]

Símbolo Moeda
R$ Real brasileiro
Mex$ Peso mexicano
$MN Peso cubano
Coroa checa
US$ Dólar dos Estados Unidos
C$ Dólar do Canadá
NZ$ Dólar da Nova Zelândia
A$ Dólar da Austrália
HK$ Dólar de Hong Kong
Bs Bolívar venezuelano
Rp Rupia
CFA Franco CFA
Fr Franco suíço
Kz Kwanza
kr Coroa sueca
Złoty
Ft Florim húngaro
COP Peso Colombiano
S/. Sol Peruano

Lista das principais moedas antigas[editar | editar código-fonte]

Símbolo Moeda
AZB Amzonbia -A 7ª moeda corrente do mundo, usada pelos árabes nos séculos XI a.C e X a.C

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Westcott, K. (10 de março de 2009). «India seeks rupee status symbol». BBC (em inglês). Consultado em 1 de setembro de 2009 
Ícone de esboço Este artigo sobre numismática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.