Turtuk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Índia Turtuk

Turtok

 
  aldeia e bloco  
Vista do vale do Shyok em Turtuk
Vista do vale do Shyok em Turtuk
Localização
Turtuk está localizado em: Jammu e Caxemira
Turtuk
Localização de Turtuk em Jamu e Caxemira
Coordenadas 34° 50' 49" N 76° 49' 37" E
Estado Jamu e Caxemira
Distrito Leh
Tesil Diskit
Região histórica Ladaque
Características geográficas
População total (2011) [1] 3 371 hab.
Altitude 2 850 m
View of Shyok Valley from Turtuk Village, Ladakh.JPG

Turtuk ou Turtok é uma aldeia do Ladaque, situada junto ao ponto mais setentrional da Índia, perto da fronteira disputada com o Paquistão (Gilgit-Baltistão) e com a China (Xinjiang).[2] Administrativamente pertence ao bloco administrativo de Turtuk,[3] ao tesil de Diskit, ao distrito de Leh e ao estado de Jamu e Caxemira.[4]

Em 2011, o bloco administrativo de Turtuk tinha 6 864 habitantes (63,3% do sexo masculino e 36,7% do sexo feminino),[5] dos quais 3 371 na aldeia.[1] Além de Turtuk, pertencem ao bloco as seguintes aldeias além de Turtuk: Bogdang, Chulungkha (ou Chalunka), Takshi (ou Tyakshi) e Thang.[3] As aldeias situam-se no vale do Shyok,[2] também conhecido como vale de Nubra — o rio Nubra conflui com o Shyok junto a Diskit, situada aproximadamente 90 km a montante (sudeste) de Turtuk. Leh, a capital e principal cidade do Ladaque, fica pouco mais de 200 km a sudeste de Turtuk por estrada. A Linha de Controlo, que constitui a fronteira de facto com o Paquistão em Caxemira, passa a jusante (norte) da aldeia de Thang, cerca de 11 km a noroeste de Turtuk. O rio Turlok Lungpa desagua no Shyok em Turtuk.

Em termos geográficos e étnicos, a região faz parte do Baltistão, cuja maior parte está sob o controlo do Paquistão,[6] o mesmo acontecendo com Turtuk, Tyakshi, Chalunkha e Thang até à Guerra Indo-Paquistanesa de 1971,[7][8] durante a qual a Índia tomou o controlo daquela zona estratégica,[9][10] que é um dos acessos ao glaciar de Siachen, o campo de batalha mais alto do mundo, onde a Linha de Controlo indo-paquistanesa se encontra com a Linha de Controlo Real indo-chinesa.[11] Os habitantes são predominantemente muçulmanos e falam sobretudo balti, urdu e ladaque,[12] embora haja alguns mosteiros budistas no planalto acima do rio Shyok.[13] O acesso de turistas à região esteve proibido até 2010.[13]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  • Texto inicialmente baseado na tradução do artigo «Turtuk» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão).
  1. a b «Leh district census» (Excel) (em inglês). www.censusindia.gov.in. 2011. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  2. a b Mansingka, Shubham (7 de maio de 2015). «Turtuk, the village on the India-Pak border, is where the clichés stop and fantasies begin» (em inglês). Hindustan Times. ww.hindustantimes.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  3. a b «Village Amenity Directory 2015-16» (PDF) (em inglês). Ladakh Autonomous Hill Development Council. leh.nic.in. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  4. Bardi, Ariel Sophia (11 de novembro de 2016). «The village divided by border» (em inglês). BBC Travel. www.bbc.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  5. «District Statistical Handbook 2016-17» (PDF) (em inglês). Ladakh Autonomous Hill Development Council. leh.nic.in. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  6. Khan, Aaquib (15 de abril de 2017). «Turtuk, a Promised Land Between Two Hostile Neighbours» (em inglês). thewire.in. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  7. Suryanarayanan, Archita (13 de outubro de 2018). «In Ladakh's Turtuk village, life goes on as it has since the 15th century» (em inglês). www.thehindu.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  8. Mehta, Nandini (8 de agosto de 2011). «Turtuk Diary» (em inglês). www.outlookindia.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  9. Gill, Gauri; Joshi, Ishan (28 de junho de 1999). «The Siachen Factor» (em inglês). www.outlookindia.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  10. Gokhale, Nitin A. (21 de abril de 2014). «The Siachen Saga». thediplomat.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  11. Aneja, Atul (11 de janeiro de 2001). «A 'battle' in the snowy heights» (em inglês). www.thehindu.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  12. Yaseen, Faisul (20 de fevereiro de 2016). «Turtuk: 44 years of 'unwanted' domicile» (em inglês). www.risingkashmir.com. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  13. a b Singhal, Rajrishi (10 de setembro de 2016). «An encounter with the 'king' of Turtuk, a border village near Gilgit-Baltistan» (em inglês). scroll.in. Consultado em 1 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Turtuk