Rio Zanskar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zanskar
Indus Zanskar confluence.jpg

Confluência do Zanskar (em frente) com o Indo, vista da estrada Srinagar-Leh

Indus river.svg

Mapa da bacia hidrográfica do Indo

Nome local
ཟངས་དཀར, • Zangs dkar
Localização
País
Coordenadas
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Nascente
Confluência dos rios Lungnak e Doda, a nordeste de Padum
Altitude da nascente
3 494 m
Afluentes
principais
Rio Markha, Doda River (en), Rio TsarapVisualizar e editar dados no Wikidata
Foz
Rio Indo, a sul de Nimo
Altitude da foz
3 100 m

O rio Zanskar (em tibetano: ཟངས་དཀར; Wylie: Zangs dkar་) é um afluente da margem esquerda do rio Indo que corre de sul para norte na regiões de Zanskar e Ladaque, na parte oriental do estado de Jamu e Caxemira, noroeste da Índia.

Curso afluentes[editar | editar código-fonte]

No seu curso superior o rio tem dois braços principais, os rios Doda (ou Stod) e o Lungnak (também chamado Tsarap ou Lingti), que confluem a nordeste de Padum, a capital do Zanskar. A nascente do Doda situa-se perto do passo de montanha Pensi La (4 400 metros de altitude) e corre para sudeste ao longo do vale principal de Zanskar até Padum.[carece de fontes?]

O Lungnak forma-se na confluência dos rios Kargyag e Tsarap, perto da aldeia de Purne. O Kargyag nasce perto do passo de Shingo La (5 091 m) e o Tsarap perto do passo de Baralacha La (4 890 m). Segundo outras fontes, o rio que nasce junto a Baralacha La é o Yunan, que ao confluir com o Sarchu e o Lingti forma o Tsarap. O Lungnak corre depois para noroeste ao longo de uma garganta estreita até ao vale central de Zanskar (conhecido localmente como Gzhung khor), até confluir com o Doda para formar o curso principal do Zanskar.[carece de fontes?]

Após a confluência do Doda e do Lungnak, o Zanskar corre para norte-nordeste ao longo da dramática garganta de Zanskar, onde as encostas quase verticais chegam a ter 600 metros de altura e a largura em algumas partes não ultrapassa os 5 metros. Atravessa a parte noroeste do Parque Nacional de Hemis até se juntar ao Indo 3 km a sul de Nimo.[carece de fontes?]

Turismo[editar | editar código-fonte]

O curso inferior (norte) da garganta do Zanskar é um destino popular no verão para a prática de rafting, principalmente desde Chiling até Nimo. No inverno, quando a estrada para Zanskar está encerrada devido à neve nos passos de montanha mais altos, a única ligação para Padum é o leito gelado do Zanskar. São organizadas treks de vários dias para turistas, ao longo de um percurso de 105 km. Este trek é conhecido como o Chadar trek (Chadar signfica "placa de gelo"). É possível que este trek deixe de atrair turistas quando a estrada entre Chiling e Padum estiver concluída.[1]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Weare, Garry (2009), Trekking in the Indian Himalaya, ISBN 9781740597685 (em inglês), Lonely Planet, p. 71, consultado em 27 de outubro de 2016 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rio Zanskar