UH-1 Iroquois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bell UH-1 Iroquois
Picto infobox helicopter.png
Um Iroquois do Exército dos Estados Unidos
Descrição
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Bell Helicopter
Período de produção 1956-1986
Quantidade produzida + 16.000 unidade(s)
Desenvolvido em
Primeiro voo em 20 de outubro de 1956 (59 anos)
Introduzido em 1959
Aposentado em Ainda em serviço limitado
Variantes
Tripulação 4
Especificações
Dimensões
Comprimento 17,40 m (57,1 ft)
Altura 4,39 m (14,4 ft)
Diâmetro do(s) rotor(es) 14,63 m (48,0 ft)
Propulsão
Motor(es) 1 × Lycoming T53-L-11 turboshaft, 1.100 shp (820 kW)
Performance
Velocidade máxima 217 km/h (117 kn)
Velocidade de cruzeiro 201 km/h (108 kn)
Alcance (MTOW) 507 km (315 mi)
Teto máximo 5,910 m (19,4 ft)
Helicópteros UH-1D em ação no Vietnã.

O UH-1 Iroquois é um helicóptero militar da fabricante Bell Helicopter Textron, vulgarmente (oficialmente pelo Corpo de Marines dos Estados Unidos) referido como Huey, que se celebrizou pela intensiva utilização e brilhante desempenho na Guerra do Vietnam. A letra "U" refere-se a "Utilitário", em contraste com as versões de ataque e transporte.

O UH-1 foi desenvolvido em 1955 durante testes levados a cabo pelo US Army com o Bell 204/205. A designação inicial, HU-1 (helicóptero utilitário) levou à banalização da atual alcunha, Huey. Introduzido pela primeira vez ao serviço militar, em 1955, entrou em produção em 1962 como UH-1. Os últimos aparelhos foram produzidos em 1976, num total de 16.000 unidades[1] , dos quais aproximadamente 7.000 participaram da Guerra do Vietnam. Neste conflito, foram abatidos 2.202 pilotos e perdidas aproximadamente 2.500 unidades, durante combates, e em acidentes de operação.

Atualmente, a Força Aérea Brasileira opera 41 aeronaves em dois esquadrões, sendo numericamente a principal aeronave de asas rotativas da força. Atua em missões de ataque, escolta, assalto aerotransportado e salvamento em combate. Com o envelhecimento da frota, procura-se um substituto a altura da versatilidade da aeronave ou sua modernização para o padrão Huey II oferecida pelo próprio fabricante.

No dia 25 de junho de 2012, a República Brasileira, por meio da lei nº 12.679, autorizou a doação de 4 aeronaves UH-1 Iroquois do acervo da Força Aérea Brasileira para a Força Aérea Boliviana.[2]

Referências

  1. http://www.bellhelicopter.com/en/aircraft/military/bellUH-1Y.cfm, Site oficial do Bell UH-1
  2. Lei nº 12.679, de 25 de junho de 2012 (em português) planalto.gov.br (26 de junho de 2012). Visitado em 26 de junho de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.