Oganesson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ununóctio)
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Oganessônio Stylised atom with three Bohr model orbits and stylised nucleus.svg
TenessineOganessônioUnunénnio
Rn
   
 
118
Og
 
               
               
                                   
                                   
                                                               
                                                               
Og
Tabela completaTabela estendida
Aparência
presumivelmente: metálico,
de branco a levemente prateado
ou cinzento
Informações gerais
Nome, símbolo, número Oganessônio, Og, 118
Série química Gás nobre
Grupo, período, bloco 18 (8A), 7, p
Densidade, dureza presumivelmente:
13,65 kg/m3,
Número CAS 54144-19-3
Número EINECS  ?
Propriedade atómicas
Massa atômica presumivelmente:
293 u
Raio atómico (calculado) presumivelmente:
152 pm
Raio covalente presumivelmente:
230 pm
Raio de Van der Waals pm
Configuração electrónica presumivelmente:[1]
[Rn] 5f14 6d10 7s2 7p6
Elétrons (por nível de energia) presumivelmente:
2, 8, 18, 32, 32, 18, 8 (ver imagem)
Estado(s) de oxidação presumivelmente:
0, +2, +4
Óxido
Estrutura cristalina
Propriedades físicas
Estado da matéria presumivelmente:
gasoso
Ponto de fusão  K
Ponto de ebulição presumivelmente:
350±30 K
Entalpia de fusão presumivelmente:
23,5 kJ/mol
Entalpia de vaporização presumivelmente:
19,4 kJ/mol
Temperatura crítica  K
Pressão crítica  Pa
Volume molar m3/mol
Pressão de vapor
Velocidade do som m/s a 20 °C
Classe magnética
Susceptibilidade magnética
Permeabilidade magnética
Temperatura de Curie  K
Diversos
Eletronegatividade (Pauling)
Calor específico J/(kg·K)
Condutividade elétrica S/m
Condutividade térmica W/(m·K)
Potencial de ionização {{{potencial_ionização1}}} kJ/mol
2º Potencial de ionização {{{potencial_ionização2}}} kJ/mol
3º Potencial de ionização {{{potencial_ionização3}}} kJ/mol
4º Potencial de ionização {{{potencial_ionização4}}} kJ/mol
5º Potencial de ionização {{{potencial_ionização5}}} kJ/mol
6º Potencial de ionização {{{potencial_ionização6}}} kJ/mol
7º Potencial de ionização {{{potencial_ionização7}}} kJ/mol
8º Potencial de ionização {{{potencial_ionização8}}} kJ/mol
9º Potencial de ionização {{{potencial_ionização9}}} kJ/mol
10º Potencial de ionização {{{potencial_ionização10}}} kJ/mol
Isótopos mais estáveis
iso AN Meia-vida MD Ed PD
MeV
294Og sintético ~0,89 ms α 11,65±0,06 290Lv
Unidades do SI & CNTP, salvo indicação contrária.

Oganesson (termo em inglês), traduzido como Oganessônio ou Oganésson é o nome do elemento químico superpesado sintético de número atômico 118 (118 prótons e 118 elétrons)[2]. Seu símbolo químico é Og. Ocupa o grupo 18 (VIIIA ou 0) da tabela periódica juntamente com os gases nobres. Em 2015, a IUPAC e a IUPAP confirmaram descoberta dos elementos Nihonium, Moscóvio, Tenessine e o Oganesson.[3] O nome foi oficializado pela IUPAC em 28 de novembro de 2016 como Oganesson[4][5] - referência ao físico nuclear russo Yuri Oganessian.[6]

Características principais[editar | editar código-fonte]

Pela posição na tabela periódica, a previsão é que o oganessônio apresente propriedades químicas similares às do radônio. Por isso, também é conhecido pelo nome de eka-radônio. Entretanto, dados obtidos por cálculos sugerem que o elemento pode não ser gasoso como os demais elementos da família, visto que isso é improvável para um elemento com uma massa tão elevada, devido ao aumento das interações intermoleculares. Este fato é reforçado ainda mais pela influência dos efeitos quânticos relativísticos. Estima-se que o ponto de fusão do oganessônio seja em torno de 47°C (320K), de modo que ele seja um sólido à temperatura ambiente. Supõe-se também, com base na tendência observada no grupo, que o ponto de ebulição do elemento seja apenas cerca de 2°C acima do ponto de fusão. Além disso, prevê-se que ele será bem mais reativo que os demais elementos do grupo, até mais reativo que o Fleróvio e o copernício, devido à desestabilização relativística dos orbitais 7s e 7p na camada de valência cheia do período 7.

O oganessônio tem o maior número atômico e maior massa atômica de todos os elementos conhecidos. O átomo de oganessônio é muito instável e radioativo, e desde 2005, apenas quatro átomos do isótopo 294Og foram detectados. Embora isto permita muito pouca caracterização experimental de suas propriedades e possíveis compostos, cálculos teóricos resultaram em muitas previsões, incluindo algumas surpreendentes. Por exemplo, embora o oganessônio seja um membro do grupo 18, pode possivelmente não se comportar como um gás nobre, ao contrário de todos os outros elementos do referido grupo. Foi anteriormente pensado para ser um gás sob condições normais, mas agora está previsto para ser um sólido devido a efeitos relativísticos. Na tabela periódica dos elementos é um elemento do bloco p e o último do 7º período.

Química (extrapolada)[editar | editar código-fonte]

Skeletal model of a terahedral molecule with a central atom (oganesson) symmetrically bonded to four peripheral (fluorine) atoms.
O composto hipotético tetrafluoreto de oganessônio, OgF4, está previsto para apresentar uma configuração molecular tetraédrica, diferindo bastante de seus homólogos XeF4 (tetrafluoreto de xenônio) e possivelmente RnF4 (tetrafluoreto de radônio).
Skeletal model of a planar molecule with a central atom symmetrically bonded to four peripheral (fluorine) atoms.
XeF4 possui uma configuração molecular quadrado planar, diferente do OgF4.

Não foram obtidos compostos do elemento, devido ao fato de ele ser extremamente radioativo e de vida muito curta, e faltam isótopos de vida longa o suficiente para que sua química possa ser investigada na prática. Tudo o que se sabe é inferido nas propriedades periódicas esperadas para o elemento.

Observando sua posição na tabela periódica, espera-se que o oganessônio seja um gás nobre e a exemplo de seus congêneres, possua uma reatividade química muito baixa devido à sua configuração eletrônica, com 8 elétrons na camada de valência, uma configuração "fechada" e estável. Contudo, o elemento sofreria com os efeitos quânticos relativísticos que afetam os elementos mais pesados do bloco p, os quais desestabilizariam a configuração de gás nobre do oganessônio. Consequentemente, é previsto que este elemento será muito mais reativo do que os demais elementos da família, formando compostos com facilidade. Espera-se que o Og seja até mais reativo que o fleróvio e o copernício, com uma reatividade semelhante à do chumbo.

O oganessônio poderia formar compostos com nox +2, +4 e possivelmente +6. Alguns exemplos seriam OgCl2, OgF2, OgCl4, OgF4, OgO2, OgF6, entre outros.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1999, pesquisadores do Lawrence Berkeley National Laboratory publicaram a descoberta dos elementos 116 e 118 em um artigo no Physical Review Letters. Um ano depois publicaram uma retratação, depois que outros pesquisadores foram incapazes de duplicar os resultados. Em junho de 2002, o diretor do laboratório anunciou que a reivindicação original da descoberta destes dois elementos tinha sido baseada nos dados produzidos pelo autor principal do relatório, Victor Ninov.

Em 10 de outubro de 2006, pesquisadores do Instituto Conjunto para Pesquisa Nuclear da Rússia e do Lawrence Livermore National Laboratory dos EUA anunciaram na Physical Review C que haviam detectado indiretamente o elemento 118 produzido por meio de colisões de átomos de califórnio e de cálcio. Os pesquisadores observaram o decaimento de três átomos, não os átomos em si. Observou-se uma meia-vida de 0,89 ms. O oganessônio decai em livermório por meio de decaimento alfa. Em segundos, o decaimento alfa subsequente prossegue até atingir o seabórgio-271, mais estável, com uma meia-vida de 2,4 min. Isto levará o decaimento alfa ao rutherfórdio-267, com uma meia-vida de 1,3 h.

Isótopos[editar | editar código-fonte]

Até agora foi criado apenas um isótopo, mas ainda há reações a serem tentadas para criar outros isótopos:

isótopo Projétil alvo Resultado
294Og 86Kr 208Pb A reação falhou
296Og 64Ni 232Th Reação a ser tentada
296Og 58Fe 238U Reação a ser tentada
298Og 54Cr 244Pu Reação a ser tentada
298Og 50Ti 248Cm Reação a ser tentada
297Og 48Ca 249Cf Reação bem sucedida

Ficção[editar | editar código-fonte]

No universo ficcional de Star Trek: The Next Generation, o episódio Rascals descreveu uma “tabela transperiódica” contendo o elemento de número 118, denominado "Accurentum."


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  1. «Elements, Chemicals and More Chemistry». www.chemicalaid.com. Consultado em 1 de julho de 2009 
  2. Discovery and Assignment of Elements with Atomic Numbers 113, 115, 117 and 118 publicado pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (2015)
  3. G1, ed. (4 de janeiro de 2015). «Quatro novos elementos completam sétima fila da Tabela Periódica». Consultado em 5 de janeiro de 2015 
  4. «IUPAC is naming the four new elements nihonium, moscovium, tennessine, and oganesson - IUPAC | International Union of Pure and Applied Chemistry». IUPAC | International Union of Pure and Applied Chemistry (em inglês). 8 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  5. «Escolhidos os nomes dos novos elementos da tabela periódica». Revista Pesquisa FAPESP. Consultado em 11 de julho de 2016 
  6. «IUPAC Announces the Names of the Elements 113, 115, 117, and 118». IUPAC. Consultado em 3 de dezembro de 2016