Alexandre Farnésio de Parma e Placência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Vaenius - Alexander Farnese.png

Alexandre Farnésio (em italiano: Alessandro Farnese), foi o terceiro duque de Parma e Placência (27 de agosto de 1545 em Roma – 3 de dezembro de 1592 em Arras). Militar, oriundo de uma família romana, cujas origens remontam ao século X, nascido em 1545 e falecido em 1592, foi o mais ilustre de todos os Farnésio. Era neto do Papa Paulo III.

Filho do duque Octávio e de Margarida da Áustria, neto do imperador Carlos V, dada a influência de sua mãe e da atmosfera política da época, renunciou ao governo do seu ducado e pôs ao serviço de Espanha o seu talento militar e político.

Foi vice-rei de Navarra. Exerceu o vice-reinado de Navarra entre 1671 e 1676. Antes dele o cargo foi exercido por Diego Caballero. Seguiu-se-lhe Conde de Fuensalida.

Casou em 1565 com a infanta Maria de Portugal (1538-1577), filha do infante Duarte I, Duque de Guimarães.

Teve um papel preponderante em várias batalhas, como na revolta dos flamengos e protestantes na Flandres em 1571. Na sequência do seu sucesso nesta revolta, sucedeu a João da Áustria, após a sua morte, no governo da Flandres, alcançando um notável sucesso diplomático, conseguindo manter as províncias católicas.

A sua ambição de reconquista das Províncias Unidas protestantes não pôde ser concretizada, por lhe ter sido incumbida a preparação da invasão de Inglaterra que resultou na vitória inglesa contra a Invencível Armada. Entre 1590 e 1591, lutou em França na defesa da liga contra Henrique de Navarra, acabando por morrer na abadia de Waast como consequência de ferimentos.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com a infanta Maria de Portugal nasceram três filhos:

  • Rainúncio (28 de março de 1569 - 5 março de 1622), sucedeu a seu pai como Duque de Parma e foi um dos putativos herdeiros ao trono português durante a crise de 1580 (dado ser bisneto do rei [[Manuel I de Portugal|]). Casou em 1600 com Margarida (Margherita) Aldobrandini; com geração;
  • Margarida (Margherita) (7 de Novembro de 1567 - 13 de Abril de 1643), casou em 1581 com Vincenzo I Gonzaga, Duque de Mântua, sem geração;
  • Eduardo (Odoardo) (7 de Dezembro de 1573 - 21 de Fevereiro de 1626), que veio a ser cardeal.

Após a morte de sua mulher, veio a ter uma filha natural de Catherine de Roquoi, uma dama principal da Flandres da Casa de Roquoi:

  • Isabel Margarida Farnésio (Isabella Margherita Farnese) (Luxemburgo, 1578 - Lisboa, 1610), casada em Rouen em Abril de 1592 (alguns dizem não ter havido casamento), com o nobre português D. João de Meneses, o Roxo (Penamacor, c. 1550 - Madrid, 1604), ?.º Senhor do Morgado de Penamacor, coronel do Exército da Espanha, mestre de armas nos Países Baixos Espanhóis, único filho e herdeiro de D. Simão de Meneses, Alcaide Mor e comendador de Penamacor (filho dos 2.ºs Senhores de Louriçal), e de sua mulher e parente D. Leonor de Castro (dos condes de Tarouca) e tiveram uma filha e herdeira:
    • Leonor de Meneses (c. 1600 - ?), casada em Penamacor antes de 1630 com seu parente Pedro Álvares Cabral, 13.º Senhor de Azurara e 12.º Alcaide Mor de Belmonte e Senhor da sua Casa (c. 1600 - c. 1655), filho de Nuno Fernandes Cabral (c. 1565 - a. 1613), 10.º Senhor de Azurara e 9.º Alcaide Mor de Belmonte, e de sua mulher Margarida de Meneses (c. 1570 - ?) e sobrinho-tetraneto por varonia de Pedro Álvares Cabral, com geração, embora extinta por varonia, na família de Figueiredo Cabral da Câmara (D.) senhores do Morgado da Ota, alcaides mores e condes de Belmonte e senhores de Azurara e por bastardia na família de Brito Cabral de Meneses de Alarcão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Octávio Farnésio
Duque de Parma e Placência
1586 - 1592
Blason famille it Farnese01.svg
Sucedido por
Rainúncio I
Precedido por
Octávio Farnésio
Duque de Castro
1586 - 1592
Sucedido por
Rainúncio I
Precedido por
D. João de Áustria
Governador dos Países Baixos Espanhóis
1578 - 1592
Flag - Low Countries - XVth Century.png
Sucedido por
Peter Ernst von Mansfeld