Amalrico II de Jerusalém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amalrico II
Rei de Jerusalém
Governo
Reinado 1197–1205
Consorte Eschive d'Ibelin
Isabel I
Antecessor Isabel I
Sucessor Isabel I
Dinastia Lusignan
Títulos Rei de Chipre
(1194–1205)
Vida
Nascimento 1145
Morte 1 de abril de 1205 (60 anos)
Acre, Reino de Jerusalém
Sepultamento Catedral de Santa Sofia, Nicósia
Filhos Com Eschive d'Ibelin
Bourgogne de Lusignan
Guy de Lusignan
João de Lusignan
Hugo I de Chipre
Héloise/Helvis de Lusignan
Alix de LusignanCom Isabel I
Sibila de Lusignan
Melisende de Lusignan
Amalrico ou Amauri de Lusignan
Pai Hugo VIII de Lusignan
Mãe Bourgogne ou Burgondie de Rancon

Amalrico II de Jerusalém ou Amalrico I de Chipre, nascido Amalrico de Lusignan (1145 – Acre, 1 de abril de 1205), Rei de Jerusalém 1197–1205, era o irmão mais velho de Guy de Lusignan.[1]

A família Lusignan ficou conhecida por produzir muitos cruzados. Amalrico e Guy eram filhos de Hugo VIII de Lusignan, que realizou campanhas na Terra Santa na década de 1160. Depois de ser expulso de Poitou seu suserano, Ricardo, Coração de Leão, por ter assassinado Patrick de Salisbury, 1º Conde de Salisbury, Amalrico chegou na Palestina aproximadamente em 1174, e Guy possivelmente mais tarde. Amalrico casou com Eschive, filha de Balduíno de Ibelin. Ele então prestou serviços para Inês de Courtenay, esposa de Reginaldo de Sídon e mãe de Balduíno IV de Jerusalém. A Crônica de Ernoul, pró-Ibelin, mais tarde afirmou que ele era seu amante, mas é provável que ela e Balduíno IV estivessem tentando separá-lo da influência política da família de sua esposa. Foi nomeado Condestável de Jerusalém logo após 22 de abril de 1179. Guy casou com a viúva, irmã mais velha do rei, Sibila de Jerusalém em 1180, e assim ganhou o direito ao reino de Jerusalém.

Amalrico estava entre os capturados, juntamente com seu irmão, após a desastrosa batalha de Hattin em 1187. Em 1194, após a morte de Guy, se tornou Rei de Chipre como Amalrico I. Com sua primeira esposa, Eschive d'Ibelin, foi pai de Hugo I de Chipre e foi coroado em Nicósia em 22 de setembro de 1197. Após a morte de Eschive em outubro de 1197, se casou com Isabel, filha de Amalrico I de Jerusalém por seu segundo casamento e se tornou Rei de Jerusalém por direito de sua esposa e coroado em Acre, em janeiro de 1198.

Em 1198 conseguiu obter cinco anos de trégua com os muçulmanos, devido à luta entre os irmãos de Saladino e seus filhos pela herança de seus territórios. A trégua foi perturbada por ataques de ambos os lados, mas em 1204 foi renovada por seis anos.

Amalrico morreu de disenteria (supostamente causada por "excesso de tainha branca") ou até mesmo envenenado em Saint Jean d'Acre em 1 de abril de 1205, logo após seu filho Amalrico e quatro dias antes de sua esposa, e foi sepultado na Catedral de Santa Sofia, Nicósia. O reino de Chipre passou para Hugo, seu filho com Eschive, enquanto o reino de Jerusalém passou para Maria, filha de Isabel de seu casamento anterior com Conrado de Montferrat.

Esposas e filhos[editar | editar código-fonte]

Sua primeira esposa, com quem casou-se antes de 29 de outubro de 1174, foi Eschive de Ibelin (ca. 1160 - Chipre no Inverno 1196-1197), filha de Balduíno de Ibelin e de sua primeira esposa Richilde de Bethsan ou Bessan. Tiveram seis filhos:

  1. Bourgogne de Lusignan (1176-1180 ou ca. 1178 - ca. 1210), foi a terceira esposa de Raimundo VI de Toulouse em 1193, repudiada e divorciada em 1194 ou 1196 sem deixar descendentes, casou com Gauthier I de Montfaucon, ou Walter de Montbéliard (morto em ação na batalha de Satalia, 20 de junho de 1212) em 1197 ou antes de 1205, com quem teve filhos.
  2. Guy de Lusignan, morto ainda jovem 1197–1205
  3. João de Lusignan, morto ainda jovem 1197–1205
  4. Hugo I de Lusignan (ca. 1194–1218)
  5. Héloise/Helvis de Lusignan (ca. 1190 – 1216–1219, 1216/1219 ou ca. 1217), casou pela primeira vez ca. 1205 com Eudes de Dampierre sur Salon, Lorde de Chargey-le-Grey, e se divorciou em 1210, casou pela segunda vez antes de 1210 ou em setembro de 1210 com Raymond-Roupen
  6. Alix de Lusignan, morto ainda jovem 1197–1205

Sua segunda esposa foi a rainha Isabel de Jerusalém, casou-se em janeiro de 1198 em Acre. Tiveram três filhos:

  1. Sibila de Lusignan (outubro-novembro de 1198 – ca. 1230 ou 1252), casou com o rei Leão II da Armênia
  2. Melisende de Lusignan (ca. 1200 – após 1249), casou em 1 de janeiro de 1218 com Boemundo IV de Antioquia
  3. Amalrico ou Amauri de Lusignan (1201 – 2 de fevereiro de 1205, Acre)

Notas

  1. Gerish, Deborah (2006). "Aimery of Lusignan". The Crusades: An Encyclopedia 1. Ed. Alan V. Murray. Santa Barbara, Califórnia: ABC-CLIO. 24. OCLC 70122512. 

Referências


Amalrico II de Jerusalém
Nascimento: 1145 Morte: 1 de abril de 1205
Títulos Reais
Precedido por
Guy de Lusignan
Armoiries Chypre.svg
Rei de Chipre

1194–1205
Sucedido por
Hugo I de Chipre
Precedido por
Isabel I
como única governante
Armoiries de Jérusalem.svg
Rei de Jerusalém

1197–1205
com Isabel
Sucedido por
Isabel I
como única governante