Anexo:Lista de líderes da União Soviética

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A lista a seguir inclui apenas as pessoas que foram capazes de reunir apoio suficiente do Partido Comunista da União Soviética (PCUS) e do governo, ou um destes para governar a União Soviética.

Nome
(nascimento–morte)
Fotografia Mandato Notas
Vladimir Lenin
(1870–1924)[1]
A bald man with a beard and a moustache, in a suit with a pale shirt and dark tie 30 de Dezembro de 1922[1] – 21 de Janeiro de 1924[2] Presidente do Conselho de Comissários do Povo (Sovnarkom) e líder informal dos bolcheviques desde a sua criação .[1] . Foi líder da República Socialista Federativa Soviética da Rússia (RSFSR) de 1917 e líder da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) a partir de 1922 até sua morte.[3]
Alexei Rykov
(1881–1938)[4]
a serious-looking man with greying black hair and a goatee, wearing a suit and tie 2 de Fevereiro de 1924 – Disputado[2] Foi líder de jure da RSFS da Rússia e da União Soviética como o presidente do Sovnarkom, mas perdeu o controle de facto de todo o país para o Partido Comunista e Stalin na década de 1920.[5]
Joseph Stalin
(1878–1953)[2]
Stalin lg zlx1.jpg Disputado[2] – 5 de Março de 1953[6] Secretário-Geral de 3 de abril de 1922 até a abolição do cargo de Secretário-Geral em outubro de 1952.[7] Stalin serviu como Premier de 6 de maio de 1941 até sua morte em 5 de março de 1953.[6] Ele também ocupou o cargo de Ministro da Defesa a partir de 19 de julho de 1941 até 3 de Março de 1947 e presidente do Comitê de Defesa do Estado durante a Grande Guerra Patriótica[8] e se tornou o único oficial a ocupar cargo do Comissariado Popular de Nacionalidades de 1921-1923.[9]
Gueorgui Malenkov
(1902–1988)[10]
A man in a shirt with dark, curly hair 5 de Março de 1953[10] [11] – 8 de Fevereiro de 1955[12] Foi a principal figura do Secretariado do Partido Comunista da União Soviética, mas mais tarde foi forçado a renunciar. Da morte de Stalin [13] a fevereiro de 1955, Malenkov, através do cargo de primeiro-ministro, foi preso em uma luta de poder contra Khrushchev.[14]
Nikita Khrushchev
(1894–1971)[15]
An elderly man in a suit, with three medals pinned on it 27 de Março de 1955[15] – 14 de Outubro de 1964[16] Atuou como primeiro-secretário do Comitê Central do Partido Comunista da União Soviética e Presidente do Conselho de Ministros de 27 de março de 1958 a 14 de Outubro de 1964. Enquanto estava de férias na Abcásia, Khrushchev foi chamado por Leonid Brezhnev para retornar a Moscou para uma reunião especial da presidência, a ser realizada em 13 de outubro de 1964. Em 14 de Outubro, a aposentadoria Khrushchev foi anunciada.[17]
Leonid Brezhnev
(1906–1982)[16]
A man with dark, wavy hair in a suit, applauding 14 de Outubro de 1964[16] – 10 de Novembro de 1982[18] Serviu como Primeiro Secretário do Comitê Central do Partido Comunista, foi mais tarde renomeado Secretário-Geral,[19] e mais tarde presidente do Presidium .[20]
Yuri Andropov
(1914–1984)[21]
A man in a suit wearing glasses, sitting at a desk with his hands on the top of it 12 de Novembro de 1982[21] – 9 de Fevereiro de 1984[22] Secretário-Geral do Comitê Central do Partido Comunista [23] e Presidente do Presidium de 16 de Junho de 1983 até 9 de fevereiro de 1984.[24]
Konstantin Chernenko
(1911–1985)[25]
A elderly man, balding with white hair, in a suit 13 de Fevereiro de 1984[25] – 10 de Março de 1985[19] Secretário-Geral do Comitê Central do Partido Comunista [26] e Presidente do Presidium de 11 de Abril de 1984 a 10 de março de 1985.[27]
Mikhail Gorbachev
(born 1931)[28]
A man in a grey suit, white shirt and dark tie, he has a birthmark on his forehead 11 de Março de 1985[19] – 25 de Dezembro de 1991[29] Atuou como Secretário Geral de 11 de Março de 1985,[27] e renunciou em 24 de Agosto de 1991,[30] Presidente do Presidium do Soviete Supremo de 1 de Outubro [26] de 1988 até o cargo ser renomeado para o presidente do Soviete Supremo em 25 de maio de 1989 a 15 de Março de 1990 [27] e presidente da União Soviética, de 15 de Março de 1990 [31] a 25 de Dezembro de 1991. [32] Um dia após a renúncia de Gorbachev como presidente, a União Soviética foi formalmente dissolvida .[29]


Lista de troikas[editar | editar código-fonte]

Em três ocasiões, entre a morte de Lênin e a ascensão de Stalin, a morte de Stalin e a ascensão de Nikita Khrushchev ao poder, e entre a queda de Khrushchev e a consolidação Leonid Brezhnev ao poder no aparelho de governo, uma liderança coletiva conhecida como a "troika" [33] governou o país, sem liderança de uma única pessoa que detivesse o poder sozinho..[20] [11]

Membros
(nascimento–morte)
Mandato Notas
A man in a dark suit, light shirt and light tie, holding a paper and looking straight to the camera Maio de 1922[34] – 1925[35] Quando Vladimir Lenin sofreu seu primeiro derrame, uma troika foi estabelecida para governar o país no seu lugar. A troika consistia por Lev Kamenev, Joseph Stalin e Grigory Zinoviev; foi dissolvida quando Kamenev e Zinoviev decidiram romper com Stalin em 1925.[35]
Lev Kamenev
(1883–1936)[36]
Joseph Stalin
(1878–1953)[2]
Grigory Zinoviev
(1883–1936)[37]
A man in a shirt with dark, curly hair A man in a dark suit, light shirt and dark tie, smiling 13 de Março de 1953[11] – 26 de Junho de 1953[38] Esta troika consistia em Geórgiy Malenkov, Lavrentiy Beria e Vyacheslav Molotov [39] e terminou quando Malenkov e Molotov enganaram Beria.[15]
Lavrentiy Beria
(1899–1953)[11]
Geórgiy Malenkov
(1902–1988)[11]
Vyacheslav Molotov
(1890–1986)[11]
A man with greying hair, in military uniform with five medals =A man in a dark suit, seated, in discussion with someone to his left A man wearing a long coat, smiling, in front of a group of people and the Soviet flag 14 de Outubro de 1964[16] – 16 de Junho de 1977[20] A troika foi oficialmente conhecida como a liderança coletiva, e consistia de Leonid Brezhnev como Primeiro Secretário, Alexei Kossygin como Premier e Anastas Mikoyan como Presidente do Presidium do Soviete Supremo da URSS. Mikoyan se aposentou da política em 1965 e foi substituído por Nikolai Podgorny. Durante a consolidação gradual de poder de Brezhnev, a troika foi dissolvida quando se tornou o presidente do Presidium do Soviete Supremo em 1977. [20] No entanto, a liderança coletiva continuou a existir em uma forma diferente após a derrubada Podgorny na liderança do Partido em todo o restante do domíno de Brezhnev.[40]
Leonid Brezhnev
(1904–1982)[16]
Alexei Kossygin
(1906–1980)[16]
Nikolai Podgorny
(1903–1983)[16]

Gráfico[editar | editar código-fonte]

O esquema a seguir apresenta os estadistas que exerceram o poder máximo na União Soviética, como chefes de estado, e os períodos que estiveram no poder.

Referências

  1. a b c Brown 2009, p. 53.
  2. a b c d e Brown 2009, p. 59.
  3. Sakwa, Richard. The Rise and Fall of the Soviet Union, 1917–1991. [S.l.]: Routledge, 1999. 140–143 p. ISBN 978–0415122900
  4. Phillips, Steven. Lenin and the Russian Revolution. [S.l.]: Heinemann, 2000. p. 82. ISBN 978–0435327194
  5. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas transferparty
  6. a b Service 2009, p. 323.
  7. Service 2009, pp. 231–32.
  8. Green, William C.; Reeves, W. Robert. The Soviet Military Encyclopedia: P–Z. University of MichiganWestview Press, 1993. p. 196. ISBN 978–0813314321
  9. Service, Robert. Stalin: A Biography. [S.l.]: Harvard University Press, 2005. p. 154. ISBN 978–0674016971
  10. a b Service 2009, p. 331.
  11. a b c d e f Service 2009, p. 332.
  12. J. Duiker, William; J. Spielvogel, Jackson. The Essential World History. [S.l.]: Cengage Learning, 2006. p. 572. ISBN 978–0495097292
  13. A. Cook, Bernard. Europe since 1945: An Encyclopedia. [S.l.]: Taylor & Francis, 2001. p. 163. vol. 1. ISBN 978–0815340575
  14. L. Hill, Kenneth. Cold War chronology: Soviet–American relations, 1945–1991. University of MichiganCongressional Quarterly, 1993. p. 61. ISBN 978–0871879212
  15. a b c Taubman 2003, p. 258.
  16. a b c d e f g Service 2009, p. 377.
  17. Service 2009, p. 376.
  18. Service 2009, p. 426.
  19. a b c Service 2009, p. 378.
  20. a b c d Brown 2009, p. 402.
  21. a b Service 2009, p. 428.
  22. Service 2009, p. 433.
  23. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Brown_2009.2C_p._403
  24. Paxton 2004, p. 234.
  25. a b Service 2009, p. 434.
  26. a b Europa Publications Limited. Eastern Europe, Russia and Central Asia. [S.l.]: Routledge, 2004. p. 302. ISBN 978–1857431871
  27. a b c Paxton 2004, p. 235.
  28. Service 2009, p. 435.
  29. a b Gorbachev, Mikhail. Memoirs. University of MichiganDoubleday, 1996. p. 711. ISBN 978–0385480199
  30. Service 2009, p. 503.
  31. Paxton 2004, p. 236.
  32. Paxton 2004, p. 237.
  33. Tinggaard Svendsen, Gert; Haase Svendsen, Gunnar Lind. Handbook of Social Capital: The Troika of Sociology, Political Science and Economics. [S.l.]: Edward Elgar Publishing, 2009. p. 460. ISBN 978–1845423232
  34. Reim, Melanie. The Stalinist Empire. [S.l.]: Twenty-first Century Books, 2002. 18–19 p. ISBN 978–0761325581
  35. a b Rappaport, Helen. Joseph Stalin: A Biographical Companion. [S.l.]: ABC-CLIO, 1999. 141, 326 p. ISBN 978–1576072088
  36. Rappaport, Helen. Joseph Stalin: A Biographical Companion. [S.l.]: ABC-CLIO, 1999. p. 140. ISBN 978–1576072088
  37. Rappaport, Helen. Joseph Stalin: A Biographical Companion. [S.l.]: ABC-CLIO, 1999. p. 325. ISBN 978–1576072088
  38. Andrew, Christopher; Gordievsky, Oleg. KGB: The Inside Story. [S.l.]: HarperCollins Publishers, 1990. 423–24 p. ISBN 978–0–06–016605–3
  39. Marlowe, Lynn Elizabeth. GED Social Studies: The Best Study Series for GED. [S.l.]: Research and Education Association, 2005. p. 140. ISBN 978–0738601276
  40. Baylis, Thomas A.. Governing by Committee: Collegial Leadership in Advanced Societies. [S.l.]: State University of New York Press, 1989. p. 98. ISBN 978–0887069444

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver Também[editar | editar código-fonte]