B-25 Mitchell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
North American B-25 Mitchell
B-25 Mitchell
Descrição
Fabricante North American Aviation
Primeiro voo 19 de agosto de 1940
Missão Bombardeiro médio
Tripulação 4-6
Dimensões
Comprimento 16,48 m
Envergadura 20,59 m
Altura 4,82 m
Área (asas) 56,67 m²
Peso
Peso bruto máximo 9.331 kg
Propulsão
Motores 2x Wright R-2600-92 Cyclone radiais a pistão de 1.700 hp[1]
Performance
Velocidade máxima 443 km/h
Alcance bélico 1.931 km
Teto máximo 7.620 m
Armamento
Metralhadoras 6x Browning 12.77 mm (.50) (proa, cauda e dorsal)
Notas
1.120 kg de bombas carregadas internamente

O North American B-25 Mitchell é um bombardeiro médio bimotor dos Estados Unidos, considerado um clássico da Segunda Guerra Mundial. Robusto, rápido, com bom armamento defensivo, extremamente confiável, era muito apreciado pelas tripulações, sendo empregado com sucesso na África, Mediterrâneo e Itália. Diversos modelos incorporavam armamento adicional, como na versão G, com canhão de 75 mm, para uso contra embarcações. Podia ser operado como caça pesado, graças às suas 6 metralhadoras 12.77 mm (.50) instaladas no seu bico.

Tornou-se famoso pelo Ataque Doolittle (Doolittle Raid) contra o Japão, no qual 16 bombardeiros decolaram do porta-aviões USS Hornet em 18 de Abril de 1942 em direção à costa japonesa.

Foi fornecido a diversos países aliados, entre eles: China, Indonésia, França e Brasil. [2]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. North American B-25 Mitchell - Ficha técnica Sentando a Pua!. Visitado em 28 de julho de 2011.
  2. North American B-25 Mitchell Acepilots.com. Visitado em 28 de julho de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre B-25 Mitchell
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.