Belo (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2012).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Belo
Belo no carnaval 2010 pela Império da Casa Rosa e Branco
Informação geral
Nome completo Marcelo Pires Vieira
Também conhecido(a) como Belo
Nascimento 22 de abril de 1974 (40 anos)
Local de nascimento São Paulo, SP
 Brasil
Gênero(s) samba
pagode
Instrumento(s) vocal, cavaquinho
Período em atividade 1993 - hoje
Outras ocupações compositor
Afiliação(ões) Soweto
Página oficial Página oficial

Belo, nome artístico de Marcelo Pires Vieira (São Paulo, 22 de abril de 1974), é um cantor e compositor brasileiro.

Atualmente o cantor Belo já lançou nove CDs, dois DVDs e vendeu mais de sete milhões de cópias.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Desde 1993 era vocalista do grupo Soweto. Em 2000, entrou em carreira solo com o álbum Desafio. Em 2001, lançou seu primeiro disco ao vivo da carreira.[2]

Em 2010 ele fez uma parceria com a cantora Claudia Leitte, a canção "Don Juan", lançada nas rádios em 26 de julho de 2010 como o 3º single oficial do álbum. A música alcançou primeiro lugar nas rádios[vago] de Salvador e Recife[carece de fontes?].

Prisão[editar | editar código-fonte]

Em 2002, Belo passou a ser acusado de envolvimento com traficantes e foi formalmente acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Belo chegou a ser defendido no ar pelo apresentador Faustão, que se arrependeu, em um segundo momento, de tê-lo feito após a veiculação na mídia das provas contra o cantor.[3] O envolvimento de Belo com o tráfico foi identificado em escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, onde um homem pedia ao cantor R$ 11 mil para a compra de "tecido fino", que é, segundo a polícia, cocaína. Em troca, o cantor pedia um "tênis AR", que para a polícia é um fuzil AR-15.[4]

Em 30 de dezembro de 2002, Belo foi condenado a seis anos de prisão — por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de armas[5] — com direito a aguardar o julgamento do recurso em liberdade. O Ministério Público do Rio de Janeiro apresentou recurso e sua pena foi aumentada para oito anos, e um novo mandado de prisão foi expedido em dezembro de 2003. Em janeiro de 2004, o Superior Tribunal de Justiça concedeu-lhe um habeas corpus, e em novembro do mesmo ano foi expedido um novo mandado de prisão. Belo foi preso em casa, numa sexta-feira, após ser encontrado escondido em um fundo falso em um dos quartos. Belo foi colocado em uma cela na Polinter com mais de 50 presos.[6]

Em 29 de março de 2006, foi-lhe concedido a progressão para o regime semiaberto, decisão contrária ao Ministério Público Estadual, que era favorável à manutenção do regime fechado.[7] Em março de 2008, Belo perdeu a liberdade condicional na qual passou nove meses e foi obrigado a voltar para o Instituto Penal Cândido Mendes, cumprindo regime de prisão fechada.[8] [9]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2000 Desafio - 1.000.00 Cópias
2001 Belo Ao Vivo - 2.000.00 Cópias
2002 Valeu Esperar - 700.000 Cópias
2003 Romance Rosa - 1.080.000 Cópias
2004 Seu Fã - 800.000 Cópias
2005 Seu Fã Ao Vivo - 120.000 Cópias
2006 Desista do seu amor - 300.000 Cópias
2006 Belo - 140.000 Cópias
2007 100% Belo - 100.000 Cópias
2008 Pra ver o Sol Brilhar - 200.000 Cópias
2009 Primavera[10] - 180.000 Cópias
2010 Pra Ser Amor - 120.000 Cópias
2011 10 Anos de sucessos - 80.000 Cópias
2013 Tudo Novo - Até Agora: 25.000 Cópias

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Canção
2000 Desafio
Tua Boca
Eternamente
2001 Procura-se Um Amor
Nuvem
Quem Será?
Um Dia, Um Adeus
2002 Lambada de Serpente
Abrigo
2003 Valeu Esperar
Supera
Não Tem Saída (part. Alcione)
Fim da Tristeza
Romance Rosa
Vício
2004 Luz das Estrelas
Diz Que Me Ama
2005 O Dia Amanheceu
2006 Vem
Nada Vai Separar
2007 Intriga da Oposição
Razão da Minha Vida
2008 Pra Ver o Sol Brilhar
Desse Jeito é Ruim Pra Mim
Perfume
Depois do Amor
2009 Reinventar
Incondicionalmente
Invencível
2010 Tudo Mudou
Direito de Te Amar
2011 O Meu Amor é Belo
Defeito Meu
Pura Adrenalina
Vai Na Fé
2012 Um Sonho Bom
Escolha Errada
Fica Mais Relax
2013 Vi Amor No Seu Olhar [14]

Como artista convidado[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]