Cercopithecus lomamiensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaCercopithecus lomamiensis
Cercopithecus lomamiensis (Lesula).png

Estado de conservação
Não avaliado
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primata
Família: Cercopithecidae
Género: Cercopithecus
Espécie: C. lomamiensis
Nome binomial
Cercopithecus lomamiensis
Hart et al., 2012

O Macaco-lesula (Nome científico: Cercopithecus lomamiensis) é uma espécie de macaco do Velho Mundo encontrada na Bacia do Rio Congo. Foi descoberto em 2007 e confirmado em uma publicação de 2012.[1] O lesula é a segunda nova espécie de macaco africano a ser descoberto desde 1984.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

A população local o conhece como macaco-lesula, ele possui grandes olhos cor-de-mel, além do rosto e peito cobertos por pelos loiros, no topo da cabeça a pelagem torna-se um pouco mais escura além, também, de possuir tom mais escuro nos ombros, braços, patas e no corpo.

O seu nome científico, Cercopithecus lomamiensis, refere-se à bacia do rio Lomami, no Congo, onde foi encontrado.

O animal tem como parente o macaco-cara-de-coruja (Cercopithecus hamlyni).

Referências

  1. John A. Hart, Kate M. Detwiler, Christopher C. Gilbert, Andrew S. Burrell, James L. Fuller, Maurice Emetshu, Terese B. Hart, Ashley Vosper, Eric J. Sargis, Anthony J. Tosi. (2012). "Lesula: A New Species of Cercopithecus Monkey Endemic to the Democratic Republic of Congo and Implications for Conservation of Congo’s Central Basin". PLoS ONE 7 (9): e44271. DOI:10.1371/journal.pone.0044271.
  2. Sampaio, Rafael (13 de setembro de 2012). Nova espécie de macaco 'loiro' é descoberta na África. G1. Globo Natureza. Página visitada em 13 de setembro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Velho Mundo ou Hominoidea, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.