Cinema da década de 1970

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O gênio da interpretação esteve presente com cenas fortíssimas em Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola. Marlon Brando estrela ainda o erótico e polêmico O Último Tango em Paris. Trabalhando com o Coppola, ele ganhou o Oscar de melhor ator pela inesquecível atuação de Don Vito Corleone no clássico que mudou história do cinema The Godfather (O Poderoso Chefão).

1971[editar | editar código-fonte]

Stanley Kubrick entrega o clássico A Clockwork Orange (Laranja Mecânica).

1972[editar | editar código-fonte]

A década começa com a originalidade de Robert Altman em M.A.S.H., sobre a Guerra da Coréia.

Liza Minnelli ganha mais um Oscar para sua família com Cabaret.

Francis Ford Coppola entrega o filme que mudaria a história da "sétima arte", The Godfather (O Poderoso Chefão), o mellhor filme dos anos 70 e um dos melhores flmes já feitos, com Marlon Brando e Al Pacino. Vencedor de 3 Oscars nas categorias de melhor filme, melhor ator (Brando) e melhor roteiro adaptado. A primeiro parte da saga da família Corleone.

1973[editar | editar código-fonte]

The Exorcist (O Exorcista) torna-se um marco no gênero suspense e eterniza a imagem de Linda Blair como a menina possuída.

Marlon Brando estrela o filme erótico Ultimo tango a Parigi (O Último Tango em Paris), dirigido por Bernardo Bertolucci.

1974[editar | editar código-fonte]

Roman Polanski dirige Chinatown, com Jack Nicholson.

È lançado o filme O Massacre Da Serra Elètrica

Coppola dirige a uma sequência de The Godfather (O Poderoso Chefão), The Godfather: Part II (O Poderoso Chefão: Parte II), com Al Pacino, Robert Duvall e Robert De Niro. Vencedor de 6 Oscars, inlcuindo melhor filme, melhor diretor (Coppola) e melhor ator coadjuvante (De Niro) A primeira sequência a ganhar O Oscar de melhor filme.

1975[editar | editar código-fonte]

Steven Spielberg aponta como grande diretor com Jaws (Tubarão).

Jack Nicholson se firma como astro ao defender como ninguém a loucura em One Flew Over the Cuckoo's Nest (Um Estranho no Ninho), o filme-síntese do espírito americano, e que ganha os cinco principais prêmios da Academia.

1976[editar | editar código-fonte]

Martin Scorsese e Robert De Niro concretizam parceria de sucesso com Taxi Driver (Motorista de Taxi), com Jodie Foster, indicado a 4 Oscars.

Brian De Palma filma o clássico de Stephen King, Carrie (Carrie, a Estranha), com Sissy Spacek no papel principal.

Ano também do grande sucesso, ganhador do Oscar: Rocky, Um Lutador com Sylvester Stallone e Talia Shire.

1977[editar | editar código-fonte]

Woody Allen ganha respeito com Annie Hall (Noivo Neurótico, Noiva Nervosa).

George Lucas inicia a trilogia que iria mudar o rumo do cinema: Star Wars (Guerra nas Estrelas).

1978[editar | editar código-fonte]

Christopher Reeve foi a maior revelação do ano ao protagonizar Superman (Superman - O Filme)

John Travolta e Olívia Newton-John no sucesso musical Grease

1979[editar | editar código-fonte]

Bob Fosse eterniza o gênero musical com All That Jazz (O Show Deve Continuar).

Meryl Streep ganha seu primeiro Oscar com Kramer vs. Kramer.

A ficção científica é marcada por Alien (Alien - O Oitavo Passageiro), de Ridley Scott.

A guerra é retratada em Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola, com Marlon Brando e Robert Duvall.

Ver também[editar | editar código-fonte]