Conchal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Conchal
"Capital do Couro"
" A Morada dos Rios"
Bandeira de Conchal
Brasão de Conchal
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 9 de abril
Fundação 9 de abril de 1949 (65 anos)
Gentílico conchalense
Lema Paz e prosperidade
Prefeito(a) Valdeci Aparecido Lourenço (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Conchal
Localização de Conchal em São Paulo
Conchal está localizado em: Brasil
Conchal
Localização de Conchal no Brasil
22° 19' 48" S 47° 10' 22" O22° 19' 48" S 47° 10' 22" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Piracicaba IBGE/2008[1]
Microrregião Limeira IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Mogi-Guaçu;
Sul: Engenheiro Coelho;
Leste: Mogi-Mirim;
Oeste: Araras.
Distância até a capital 176 km
Características geográficas
Área 183,826 km² [2]
População 26 914 hab. Censo IBGE/2014[3]
Densidade 146,41 hab./km²
Altitude 591 m
Clima Sub Temperado Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,77 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 303 656,293 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 477,66 IBGE/2008[5]
Página oficial

Conchal é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º19'49" sul e a uma longitude 47º10'21" oeste, estando a uma altitude de 591 metros. Sua população estimada atual em 2014 é de 26.914 habitantes. Possui uma área de 183,826 km².

História[editar | editar código-fonte]

A maioria das famílias tradicionais são constituídas de descendentes de imigrantes europeus, em sua maioria italianos, alemães, portugueses e em menor número algumas famílias de origem russa, austríaca e espanhola, que se estabeleceram na região graças a reforma agrária instituída no fim do século XIX.

Dentre os pioneiros, destacam-se os de sobrenome "Abib", "Alonso", "Oliveira", "Battel", "Baraldi", "Doring", "Brucieri","Boró", "Corrêa", "Moreira", "Corte", "Fadel", "Campos", "Ferreira de Melo", "Filipini", "Fisher", "Kammer", "Maiochi", "Metzker", "Paulo", "Peris", "Pianca", "Pulz", "Rossi", "Tetzner", "Barros", " Camargo", entre outros. O município é agradável, organizado e relativamente pacato, levando-se em conta os níveis de violência que assolam o país.

Historicamente conhecida como Terra da Laranja, seus habitantes levam a alcunha de "Pé Vermeio" o que não parece muito correto, pois segundo relatos o número plantações de laranja não é o bastante para que se destaque a ponto de apelidar a cidade, e também o barro misteriosamente só aparece em dias chuvosos

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

População estimada 2013: 25.689


Dados do Censo - 2010

População Total: 25.242

  • Urbana: 23.858
  • Rural: 1.384
  • Homens: 12.765
  • Mulheres: 12.477

Densidade demográfica (hab./km²): 139,10

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,50

Expectativa de vida (anos): 72,53

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,92

Taxa de Alfabetização: 87,76%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,770

  • IDH-M Renda: 0,694
  • IDH-M Longevidade: 0,792
  • IDH-M Educação: 0,825

(Fonte: IPEADATA)

Informações do Atlas Brasil: http://atlasbrasil.org.br/2013/perfil/conchal_sp

Informações do IBGE: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=351220

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Devido aos diversos rios, riachos e nascentes, existentes em sua geografia, o município de Conchal é conhecido como "A morada dos rios", havendo em suas margens diversos "ranchos", chácaras e casas de veraneio, o que explica o aumento significativo de visitantes de outros municípios nos finais de semana e feriados prolongados, a procura de atividades de pesca e lazer. Rio Mogi-Guaçu, Ribeirão Ferraz, entre muitos outros pequenos lagos e ribeirões.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima do município é classificado no clima Aw (Classificação Koeppen).

Tabela climática de Conchal-SP
Temperatura
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Média Máxima °C 30.0 30.1 29.8 28.2 26.3 25.2 25.4 27.6 28.6 29.1 29.5 29.4 28.3
Média minima °C 18.7 18.9 18.2 15.6 12.9 11.5 10.9 12.3 14.3 16.0 16.9 18.1 15.4
Precipitação
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total
Total mm 250.1 186.9 154.9 75.3 67.4 48.1 32.8 31.9 74.3 120.4 159.5 227.5 1429.1
Fonte: Unicamp - Cepagri

Ferrovia[editar | editar código-fonte]

História da linha férrea[editar | editar código-fonte]

Conchal desenvolveu-se a partir da estação ferroviária do município. A Cia. Carril Funilense foi inaugurada em 18 de setembro de 1899 pela Cia. Agrícola Funilense, de Funil (hoje Cosmópolis), com bitola de 60 cm, saindo do centro de Campinas e chegando até a atual Cosmópolis, na época chamada de Barão Geraldo de Resende.

Em 1904, por parte de um empréstimo não honrado, o Governo do Estado ficou com a ferrovia.

Em 1906, a bitola foi ampliada para a métrica; em 1913, a ferrovia já chegava ao seu ponto máximo, em Pádua Salles, margem do rio Mogi Guaçu. Em 01 de setembro de 1921, a Sorocabana incorporou a linha, que em 1924 passou a sair da nova estação da EFS em Campinas, e com o nome de Ramal de Pádua Salles, com 93 quilômetros.

A linha foi fechada no início de 1960, tendo os trilhos arrancados pouco tempo depois.

Hoje são bem poucos os resquícios da velha Funilense.

Estação[editar | editar código-fonte]

A estação de Conchal foi inaugurada em 1913 pela Funilense, para atender o núcleo colonial Visconde de Parnaíba, estabelecido pelo Governo do Estado dois anos antes, em terras da fazenda Conchal, então pertencente ao município de Mogi Mirim.

O município formou-se a partir do núcleo colonial e a estação tomou o nome da fazenda, pois foi o dono desta fazenda, Alfredo Eduardo de Oliveira, que fez o acordo de terras com a ferrovia. Em 1921, passou a fazer parte da malha da Sorocabana, que passou a administrar a linha, incorporando-a sob o nome de ramal de Pádua Salles.

A estação foi desativada em 1960, com a linha, mas ainda existe: restaurada, não tem mais a cobertura da plataforma. Está ali, no fim da cidade, parcialmente conservada e servindo às escolas, com um pátio enorme à sua volta.

Economia[editar | editar código-fonte]

De terras férteis, já foi palco de grande produção de mandioca, algodão, milho e, atualmente, cana-de-açúcar e laranja. Destacam-se, também, a produção manufatureira de artigos de couro, tais como bolsas, carteiras e cintos, que se iniciaram no final da década de 1980, chegando a conquistar o título de Capital das Bolsas de Couro e pequenas e médias empresas do ramo metalúrgico, com intensa atividade na confecção de portões, grades e estruturas metálicas.

De economia parcialmente dependente da agricultura, nos dias de hoje enfrenta alguns problemas sociais, devido à migração de pessoas oriundas do norte do estado de Minas Gerais, sul da Bahia e demais estados do nordeste brasileiro, que viam na região uma oportunidade de trabalho no corte da cana-de-açúcar e colheita de laranja. Contudo, com a mecanização do corte da cana e consequente diminuição das ofertas de emprego, restou parte da população em condições desfavoráveis.

Conta com uma associação que ajuda a administrar toda a economia do município, desde a agricultura até o comércio e prestação de serviços; a ACICO (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Conchal).

Algumas indústrias presentes também em outros municípios são:

Entre outras várias pequenas e médias indústrias.

Turismo e lazer[editar | editar código-fonte]

Alguns dos pontos turísticos do município são as praças da Fonte (Cônego Francisco de Campos Machado), da Matriz Sagrado Coração de Jesus, Praça Nove de Abril, entre outras; e o Parque Ecológico, mais conhecido como Lago.

Muitas pessoas de municípios vizinhas vem passar finais de semanas em ranchos às margens do Rio Mogi-Guaçu. O município dispõe de um clube recreativo privado, AEC (Associação Esportiva Conchalense), com sedes social e poli-esportiva. O município também conta com um amplo serviço gastronômico, com muitas lanchonetes, padarias, sorveterias, pizzarias e restaurantes.

Há também a Festa de Peão de Tujuguaba, realizada num distrito do município de mesmo nome, que atrai muitas pessoas de vários municípios. Em seus tempos áureos, a Festa de Peão de Tujuguaba era a segunda maior festa desse gênero no estado de São Paulo e no país, perdendo apenas para Barretos.

Outra festa que está ficando famosa é a ExpoConchal, tendo em 2011 sua segunda edição, contando com uma grandiosa infra-estrutura por todo o Ginásio de Esportes 1º de Maio, que dispõe de exposições das grandes empresas da cidade e região, parque de diversões e shows com vários artistas e bandas nacionais.

Igreja católica[editar | editar código-fonte]

O município pertence à Diocese de Limeira, sendo Dom Vilson Dias de Oliveira o bispo e tendo duas paróquias: A matriz Sagrado Coração de Jesus e a paróquia Nossa Senhora Aparecida entre muitas outras pequenas comunidades, na maioria rurais, pertencentes à estas paróquias totalizando em volta de 25 pequenas comunidades.

Atualmente (2011) o padre responsável pelas missas e todos os movimentos religiosos da Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus é o Pe. Denisar Cirilo Costa, nascido em Penápolis e padre responsável da Paróquia Nossa Senhora Aparecida é o Pe. Nilson Aparecido Freire Alves, nascido em Araras.

O padroeiro do município é o Sagrado Coração de Jesus, seu dia é comemorado na última sexta-feira do mês de junho. (Feriado municipal).

A Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus entrou em estado de reforma a alguns meses e conta com a contribuição dos fiéis da comunidade. A Paróquia Nossa Senhora Aparecida está construindo outra Igreja através de um carnê anual, para poder acomodar todos os fiéis.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

  • Valéria Melo Peris (Miss Brasil 1994)
  • Eduardo Sommer (Jogador da seleção brasileira de basquete)
  • Franciele Bonfanti (Jogadora da seleção brasileira de futebol)

Administração[editar | editar código-fonte]

Hino Oficial[editar | editar código-fonte]

O Hino Oficial do Município de Conchal foi instituído através da Lei nº 1.517, de 20 de setembro de 2007. (letra por Robson B. Cavalcantte, Melodia por Robson B. Cavalcantte.)


Bem sobre esta terra de beleza sem igual

Abaixo deste céu pintado azul celeste anil

Nasceu por nós amada a cidade de Conchal

Pequena e preciosa joia rara do Brasil.


A Nova Zelândia, Leme e as terras de Ferraz

Foram transformadas em dois núcleos coloniais

Visconde de Indaiatuba era um pilar

À qual a Parnaíba se uniu.


E o bravo povo que aqui surgiu

Com alma forte construiu.


Conchal formosa é a Morada dos Rios

Conchal mãe generosa que nos sorri

Conchal de um povo alegre que se orgulha do que diz:

Conchal é o meu lugar, eu vivo em paz e sou feliz.


E desde o seu início destinou-se a progredir

Nos braços deste povo sem descanso a trabalhar

Plantando e colhendo foi cuidando do porvir

Até a uma condição brilhante alcançar.


Movida à Via Férrea Funilense viu chegar

Moderno, o mundo urbano vem crescendo sem parar

E na revolução o seu heróico defensor

Sacrificou-se ante o mundo vil.


Alonso Camargo ao bem serviu

Nosso exemplo varonil.


Conchal formosa é a Morada dos Rios

Conchal mãe generosa que nos sorri

Conchal de um povo alegre que se orgulha do que diz:

Conchal é o meu lugar, eu vivo em paz e sou feliz.

Galeria de Fotos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Conchal

Ligações externas[editar | editar código-fonte]