Eslavo eclesiástico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eslavo eclesiástico
Falado em: Europa Oriental
Total de falantes:
Família: Indo-europeia
 Eslava
  Meridional
   Oriental
    Antigo eslavo eclesiástico
     Eslavo eclesiástico
Escrita: Alfabeto glagolítico, alfabeto cirílico
Códigos de língua
ISO 639-1: cu
ISO 639-2: chu
ISO 639-3: chu
Página do Saltério de Espiridão, em eslavo eclesiástico.

O eslavo eclesiástico (também eslavônico eclesiástico) é a língua litúrgica das igrejas ortodoxas eslavas,[1] como a Igreja Ortodoxa Búlgara, a Igreja Greco-Católica Croata, a Igreja Ortodoxa Macedônia, a Igreja Ortodoxa Russa, a Igreja Ortodoxa Rutena, a Igreja Ortodoxa Sérvia, bem como de igrejas greco-católicas eslavas e das tradições católicas romanas eslavônicas croatas e tchecas. Também foi o idioma litúrgico da Igreja Ortodoxa na Valáquia e na Moldávia até o fim do século XVII.

Historicamente, é derivada do antigo eslavo eclesiástico, cuja pronúncia e ortografia foi com o tempo sendo adaptada, e palavras e expressões de significado arcaico e obscuro foram substituídas por seus equivalentes no vernáculo (por exemplo, proveniente do antigo eslavo oriental). As tradições do eslavo eclesiástico aparecem na escrita glagolítica e no cirílico arcaico; o glagolítico não é mais utilizado atualmente. O primeiro livro impresso no eslavo eclesiástico foi a Missale Romanum Glagolitice, da Igreja Eslavônica Croata, publicado em 1483 no glagolítico angular croata, seguido por cinco livros litúrgicos no cirílico impressos em Cracóvia, em 1491.

Referências

  1. González, Gelu Marín. Atlas de Europa: la Europa de las lenguas, la Europa de las naciones, vol. 159 da Coleção Fundamentos (Istmo), p. 133. Ediciones AKAL, 2000. ISBN 84-7090-395-0, 9788470903953.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.