Eusébio Oscar Scheid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eusébio Oscar Scheid, SCJ
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo Emérito da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

Título

Cardeal-presbítero de São Bonifácio e Santo Aleixo
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 3 de julho de 1960
Ordenação episcopal 1 de maio de 1981
Nomeado arcebispo 23 de janeiro de 1991
Cardinalato
Criação 21 de outubro de 2003 por João Paulo II
Brasão
Coat of arms of Eusebio Oscar Scheid.svg
Lema DEUS BONUS
Deus é bom
Dados pessoais
Nascimento Brasil Luzerna, 8 de dezembro de 1932 (82 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Eusébio Oscar Cardeal Scheid SCJ (Luzerna, 8 de dezembro de 1932) é um padre dehoniano e bispo católico brasileiro. É cardeal-arcebispo emérito da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Formação[editar | editar código-fonte]

Dom Eusébio realizou seus estudos primários e secundários no Seminário dos Padres do Coração de Jesus em Corupá, Santa Catarina. Em 1954 iniciou os estudos de Filosofia em Brusque, Santa Catarina; continuou os estudos filosóficos na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, no período de 1955 a 1957.

Estudou Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana e na Propaganda Fide, em Roma, no período de 1957 a 1964. Especializou-se em Cristologia e seu doutorado em Cristologia versou sobre a interioridade de Cristo.

Sua ordenação presbiteral foi em Roma, no dia 3 de julho de 1960, pelas mãos de Dom Inácio João Dal Monte, OFM, bispo de Guaxupé.

Atividades antes do episcopado[editar | editar código-fonte]

Professor no Seminário Cristo Rei e Seminário Regional do Nordeste, Recife no período de 1964 a 1965. Professor de Teologia Dogmática e Liturgia no Instituto Teológico de Taubaté, São Paulo no período de 1966 a 1981. Coordenador da Catequese de Taubaté, de 1970 a 1974. Foi ainda diretor da Faculdade de Teologia em Taubaté, professor convidado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, de 1966 a 1968.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Foi eleito bispo de São José dos Campos, dia 18 de fevereiro de 1981, pelo Papa João Paulo II. Sua ordenação episcopal foi em São José dos Campos, São Paulo, no dia 1 de maio de 1981, pelas mãos de Dom Carmine Rocco, núncio apostólico no Brasil, Dom Geraldo Maria de Morais Penido, Dom Honorato Piazera SCJ. 1970-1974 foi vigário da paróquia santíssima trindade em taubaté e trabalho na capela de nossa senhora Aparecida no bairro de mesmo nome onde fundou a creche menino Jesus q funciona até os dias de hoje Exerceu o múnus pastoral na Diocese de São José dos Campos no período de 1981 a 1991. Fundou o Instituto de Filosofia «Santa Teresinha», instalou também a residência teológica [Padre Rodolfo Komorek].

No dia 23 de janeiro de 1991 foi nomeado Arcebispo de Florianópolis. Tomou posse da Arquidiocese no dia 16 de março do mesmo ano. Nesta arquidiocese criou o Seminário de Teologia Convívio de Emaús e o Seminário de Filosofia Edith Stein; inaugurou o Instituto Social João Paulo II; instituiu a Escola de Ministérios.

Permaneceu na Arquidiocese de Florianópolis por dez anos, até sua nomeação como arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro dia 25 de julho de 2001. Tomou posse em 22 de setembro do mesmo ano. Recebeu o encargo de Ordinário dos fiéis de rito oriental sem ordinário próprio no Brasil no dia 3 de outubro de 2001.

No consistório de 21 de outubro de 2003, presidido pelo papa João Paulo II, foi criado cardeal-presbítero, com o título da Basílica dos Santos Bonifácio e Aleixo. Participou do conclave de 2005 que elegeu o papa Bento XVI.

Brasão e lema[editar | editar código-fonte]

Seu lema é "DEVS BONVS" (Deus é Bom)

Ordenações[editar | editar código-fonte]

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Eusébio Oscar Scheid foi o principal sagrante dos seguintes bispos:

Foi co-celebrante da sagração episcopal de:

Ordenações presbiterais[editar | editar código-fonte]

Dom Eusébio ordenou padre as seguintes pessoas:

  • Pe. Ary da Costa Araújo
  • Pe. Bruno Bastos Lins
  • Pe. Lélio Antônio Magalhães Senna
  • Pe. Carlos Alberto Rigues Pontes,
  • Pe. Cristiano Holtz Peixoto
  • Pe. Eduardo Cardoso de Carvalho
  • Pe. Gilvan André da Silva
  • Pe. Leandro de Souza Câmara
  • Pe. João Paulo Pinto dos Santos Batista
  • Pe. Marcelo Renato Barreto Figueiredo
  • Pe. Mauricio Mesquita Ribeiro
  • Pe. Sérgio Ricardo Conceição de Souza

Pe. Alan Dias de Oliveira

Pe. Jerffeson Gonçalves de Araújo

Sucessão[editar | editar código-fonte]

Dom Eusébio foi o primeiro bispo de São José dos Campos e teve como sucessor Dom José Nelson Westrupp, SCJ. Foi também o terceiro arcebispo de Florianópolis, sucedendo a Dom Alfonso Niehues e teve como sucessor Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger. Sua Eminência o cardeal Scheid é o sexto arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, tendo sucedido a Dom Eugenio de Araujo Sales e teve como sucessor Dom Orani João Tempesta, O.Cist.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Scheid, Eusébio Oscar . Preparação para o casamento e para a vida familiar. Aparecida: Santuário, 1989. 224 p.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
'
Brasão episcopal
Bispo de São José dos Campos

1981 - 1991
Sucedido por
Dom José Nelson Westrupp, SCJ
Precedido por
Dom Alfonso Niehues
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Florianópolis

1991 - 2001
Sucedido por
Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger
Precedido por
Dom Eugenio de Araujo Cardeal Sales
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro

2001 - 2009
Sucedido por
Dom Orani João Cardeal Tempesta, O.Cist.
Precedido por
Dom Lucas Cardeal Moreira Neves, OP
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-presbítero de Ss. Bonifacio ed Alessio

2003 - atualidade
Sucedido por
'