Fiat Strada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fiat Strada
Fiat-Strada-Adventure-Aggressive-and-a-Spirit-of-Offroad.jpg
Strada Adventure
Visão Geral
Produção 1998–presente
Fabricante Fiat
Modelo
Classe Picape Pequena
Carroceria Picape
Ficha técnica
Motor 1.4 8V Fire
1.5 8V MPI
1.6 8V SPI
1.8 8V GM
1.6 16V MPI
1.8 16V E.TorQ
Transmissão Manual de 5 velocidades
Automatizado Dualogic 5 velocidades
Modelos relacionados Fiat Palio
Fiat Palio Weekend
Fiat Siena
Fiat Grand Siena
Chevrolet Montana
Ford Courier
Volkswagen Saveiro
Cronologia
Último
Último
Fiat Fiorino Pick-Up
Próximo
Próximo

O Fiat Strada é um automóvel fabricado pela Fiat. É a versão pick-up do Palio. É produzido desde 1998, com cabines simples e estendida e dupla, atualmente nas versões Working (1.4 Fire 8V Cabine Simples, 1.4 Fire 8V Cabine Estendida e 1.4 Fire 8V Cabine Dupla), Trekking (1.6 E-Torq 16V Cabine Estendida, 1.6 E-Torq 16V Cabine Dupla) e Adventure (1.8 E-Torq 16V Cabine Estendida, 1.8 E-Torq 16V Cabine Dupla e 1.6 E-Torq 16V Cabine Dupla Dualogic), todas com motorização Flex.

História[editar | editar código-fonte]

A picape da linha Palio surgiu em 1998, como modelo 1999, quase três anos depois do modelo que lhe deu origem. A Strada chegou para substituir a Fiorino Pick-up e apresentava muitas qualidades em relação a ela. Era maior, mais moderna, com maior oferta de equipamentos e com capacidade de carga ampliada. Inicialmente veio apenas com cabine simples, em três diferentes versões de motorização e acabamento: a básica era a Working, equipada com motor Fiasa 1.5 de 76 cv. A intermediária era a Trekking, com motor 1.6 de oito válvulas e 92 cv. E no topo da gama estava a LX, com motor 1.6 16V de 106 cv.


A caçamba não era a maior do segmento (a da Ford Courier continuava imbatível), mas era bem razoável, contando com 51 cm de altura, 1,29 metro de largura e 1,77 metro de comprimento (medidas internas). Um pequeno degrau no pára-choque traseiro ajudava na carga e descarga do veículo e havia oito ganchos para amarração no compartimento de carga.

Em 1999 surge a Strada Cabine Estendida, numa ousada estratégia da Fiat, que por meio de pesquisas detectara que a maior parte dos usuários não transportava grandes objetos na caçamba. Assim, em detrimento do espaço externo, a cabine ganhou 30 cm a mais, o que proporcionava 300 litros de capacidade de carga atrás dos bancos.

A caçamba, em contrapartida, passou de 2,4 metros quadrados de área para 2,0 metros quadrados e a capacidade de carga desceu de 705 kg úteis para 685 kg úteis. Um interessante teto solar era oferecido como opcional. Infelizmente os mesmos trilhos de bancos da versão convencional eram instalados na Estendida, o que não se traduzia em maior espaço para os ocupantes mais altos. A nova Strada era disponível nas versões Working e LX.

Em 2001 é a vez da série especial MTV. Em 2002 a linha passa pelo primeiro face-lift desde o lançamento, acompanhando as linhas da então recém-lançada linha Palio. As mudanças atingiram basicamente a parte dianteira, com novos faróis, capô, pára-choques e pára-lamas.

Ainda em 2002, mas já como modelo 2003, a Strada ganha o motor 1.8 Powertrain (fruto de uma associação já finalizada entre Fiat e GM para produção conjunta de motores) de 108 cv no lugar do 1.6 16V.

Outras mudanças ocorrem para a linha 2003, como o fim da versão LX. E a versão básica, inexplicavelmente, ganha motor 1.3 8V, com apenas 67 cv e painel do Palio antigo, para baratear os custos. De fato ela custava cerca de R$ 500 a menos em relação à antiga versão básica, mas esse desconto não compensava o “downgrade”.

Em 2005 a Fiat apresenta a versão Trekking com motor 1.4 Flex, mas já como modelo 2006. Ainda para 2006 é lançada a Try On. E em abril de 2007 foi a vez da Original Adventure.

A Fiat Strada ainda teve entre 2010 e 2012, uma versão com adereços esportivos, motor 1.8 E-torq 16V Flex e câmbio automatizado Dualogic denominada "Strada Sporting".

A versão "Fire", saiu de linha em 2012, deixando o posto para a versão "Working" de cabine simples.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.