Fiat Punto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Fiat Punto
Fiat Punto Evo produzido em 2011
Visão Global
Produção 1993 – presente Brasil: 2007-atualmente
Fabricante Fiat S.p.A.
Modelo
Classe hatch compacto
Carroceria hatchback
Ficha técnica
Motor 1.4 8V Fire
1.4 16V T-Jet
1.6 16V E.Torq
1.8 16V E.Torq
Fire EVO 1.4
Transmissão manual de 5 marchas
Dualogic de 5 marchas
Layout motor dianteiro transversal
tração dianteira
Dimensões
Comprimento 4065 mm
Entre-eixos 2510 mm
Largura 1687 mm
Altura 1499 mm
Peso 1090 kg
Tanque 60 l
Cronologia
Último
Último
Fiat Stilo
Próximo
Próximo

Fiat Punto é um modelo de automóvel compacto da marca Fiat. Na Europa existem os modelos Punto e o Grande Punto.

Não se deve confundir o Punto europeu (das mesmas dimensões do Fiat Palio) com o modelo brasileiro, conhecido como Grande Punto na Europa (foto). O Punto é o sucessor do Uno nos países desenvolvidos e surgiu no final de 1993, em 2005 surgiu o Grande Punto (Europa), desenhado por Giorgetto Giugiaro, para suprir uma lacuna entre o Punto e o Stilo, no período do frustrado acordo industrial entre GM e Fiat.

Em agosto de 2007 o Grande Punto foi lançado no Brasil com tecnologia bicombustível. Seus concorrentes diretos são o francês Citroën C3 e o alemão Volkswagen Polo.

Em 2005/2006 chegou a ser o carro mais vendido da Europa e, ao lado do Bravo (sucessor do Stilo) e do recém lançado Cinquecento (500) são responsáveis pela recuperação da FIAT que estava com problemas financeiros até a crise das montadoras americanas em 2008/2009.

Na Europa o Grande Punto compartilha integralmente a conceituada plataforma "gamma" com Opel Corsa europeu, no Brasil, a Fiat mantém a estrutura central da plataforma "gamma" européia, porém combina elementos de suspensão com a Idea e Stilo. Tal mudança foi necessária para adequar o veículo as más condições de pavimentação das ruas brasileiras.

O design, no entanto, foi mantido praticamente inalterado em ambos modelos, exceto pela ausência de repetidores de direção (piscas) laterais na versão brasileira.

O modelo italiano foi lançado em setembro de 2005, com estilo distinto. Nesse modelo, a frente do Punto tem estilo um pouco retrô, lembrando os carros esporte italianos dos anos 1960, especialmente os Maseratis (que também pertencem ao grupo FIAT).

No Brasil, o Punto apresenta alguns opcionais inéditos, como o novo sistema Blue & Me, desenvolvido em parceria com a Microsoft, que conta com tecnologia Windows mobile e permite ao motorista desempenhar várias tarefas com comando de voz (como acionar agenda telefônica, atender chamadas telefônicas por meio de bluetooth, ouvir através do sistema de áudio do veículo as mensagens SMS, escutar músicas em MP3, entrada USB para pendrive e MP3 player).

O Punto também estreou o novo logotipo vermelho da Fiat, embora o logotipo azul não tenha sido excluído dos outros carros da marca. O espaço interno por ter entre-eixos 2,51 m da a ele um bom espaço, principalmente para os ocupantes dos bancos dianteiros, mas o porta-malas comporta apenas 280 litros. O Grande Punto tem classificação entre compacto premium pelo porte geral, acabamento e preço, e entre os médios pelo entreeixo.

No final do primeiro semestre do ano de 2010 a Fiat fez modificação nas versões disponíveis, com a adoção dos novos motores E.torQ, fabricados pela FPT, na unidade da cidade de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, capital do Estado do Paraná.

Com isso a Fiat corrigiu dois pontos fracos apontados pelos críticos. Primeiro a opção de um motor mais forte que o Fire 1.4, no caso o 1.6 16V; segundo a adoção de um motor menos áspero e mais moderno, caso do 1.8 de origem GM pelo 1.8 16V.

Outra mudança na linha 2011 foi a adoção do câmbio automatizado Dualogic, que já estava disponível em outros modelos desde a linha 2010. Inicialmente o novo câmbio estava disponível apenas para as versões com motor 1.8 16V, porém a Fiat acaba de estender a opção para a versão Essence 1.6 16V. Dentro desta mesma linha surgiram críticas pelo fato de o modelo não haver entre os itens opcionais a mudança de marchas por borboletas, que foram adotadas no Stilo o ano anterior.

Novas versões, modelo 2011 em diante[editar | editar código-fonte]

Antigas versões Novas versões
1.4 Fire 88cv 1.4 8V Attractive 88cv
1.4 ELX 88cv 1.6 16V Essence 117cv
1.8 HLX 116cv 1.8 16V Essence 128cv
1.8 Sporting 116cv 1.8 16V Sporting 133cv
1.4 16v T-Jet 152cv 1.4 16V T-Jet 152cv

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Competições[editar | editar código-fonte]

O Punto sempre foi popular entre pilotos de corrida amadores devido ao baixo custo e à vasta disponibilidade de peças de reposição.

A versão de competições do Punto pode ser encontrado em diversos Vídeo games, como Colin McRae Rally 04, Colin McRae: DiRT e Sega Rally Revo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Fiat Punto em Portugal está no valor de 30.503 euros


Fiat — cronologia no Brasil, 1980-presente  
Classe 1980 1990 2000 2010
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 1 2 3
Carro de entrada 147 Mille
Uno II
Hatch Compacto Spazio Uno Palio
Sedã Compacto Oggi Prêmio Siena
Grand Siena
Hatch Premiun Punto
Sedã Premiun Linea
Hatch Médio Tipo Brava Stilo Bravo II
Sedã Médio Tempra Marea
Station Wagon Compacto Panorama Elba Palio Weekend
Station Wagon Médio Tempra SW Marea Weekend
Minivan Idea
SUV Freemont
Pickup Fiorino I Pickup Fiorino II Pickup Strada
Veículo comercial ligeiro Fiorino I Fiorino II / Fiorino II Panorama
Doblò / Doblò Cargo
Ducato II