Florence and the Machine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Florence and the Machine
Apresentação de Florence + the Machine em 2012.
Informação geral
Origem Londres,  Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Indie pop, indie rock, art rock, rock alternativo, pop barroco, soul, música experimental
Período em atividade 2007 - presente
Gravadora(s) Island
Página oficial florenceandthemachine.net
Integrantes Florence Welch
Robert Ackroyd
Christopher Lloyd Hayden
Isabella Summers
Tom Monger
Mark Saunders
Rusty Bradshaw
Ex-integrantes Devonte Hynes

Florence and the Machine (ou Florence + the Machine)[1] é uma banda britânica de indie pop, liderada por Florence Welch, com a contribuição dos musicistas Isabella Summers, Tom Monger, Robert Ackroyd, Christopher Lloyd Hayden, Mark Saunders e Rusty Bradshaw. Desde que surgiu, a banda foi muito bem recebida pela mídia, e então emergiu lentamente para o sucesso mainstream.

O álbum de estréia da banda, intitulado Lungs, foi lançado em 6 de julho de 2009 e foi um enorme sucesso comercial na Inglaterra.[2] [3] Em outubro de 2011, Florence lança o segundo álbum, Ceremonials, que estréia em primeiro lugar no Reino Unido e em sexto lugar nos Estados Unidos.[4]

O som de Florence and the Machine é descrito como uma combinação de vários gêneros, incluindo rock e soul.[5] Lungs venceu o prêmio MasterCard British Album award no BRIT Awards de 2010. No 53º Grammy Awards, recebeu uma nomeação na categoria Artista Revelação.[5] Pelo álbum Ceremonials, a banda foi indicada ao Grammy de Performance Pop Duo ou Grupo, pela música "Shake It Out", e Melhor Álbum Vocal de Pop.

História[editar | editar código-fonte]

2007-08: Formação e primeiros anos[editar | editar código-fonte]

O nome de Florence and the Machine é atribuído à antiga colaboração das amigas Florence Welch e Isabella Summers. Florence e Isabella performaram juntas durante um tempo com o nome de Florence Robot/Isa Machine. De acordo com Welch, "O nome Florence and the Machine começou como uma piada interna que acabou saindo fora de controle. Eu fazia música com minha amiga, que era chamada Isabella Machine, enquanto eu era Florence Robot. Quando faltava cerca de uma hora para a minha primeira apresentação, eu ainda não tinha um nome, então eu pensei 'Ok, eu serei Florence Robot/Isa Machine', antes de notar que o nome era tão grande que me deixaria louca."[6] [7]

Junto com Isabella Summers (teclado), a banda atual inclui os musicistas Tom Monger (harpa), Robert Ackroyd (guitarra), Chris Hayden (bateria), Mark Saunders (baixo e percussão), e Rusty Bradshaw (piano).[8] No passado, Florence ficou grata pela Machine entender perfeitamente seu processo criativo, dizendo "Eu tenho trabalhado com eles por um logo tempo e eles conhecem meu estilo, sabem como eu componho, e sabem o que eu quero."[9]

Em 2007, Florence gravou os vocais para uma banda chamada Ashok, que lançou um único álbum, intitulado Plans. Esse álbum incluía a primeira versão de seu futuro single Kiss With a Fist, que, neste ponto, se chamava "Happy Slap".[10] Ela assinou um contrato com a banda Ashok através de um empresário, mas, sentindo que ela estava "na banda errada", voltou atrás e cancelou o contrato.[6] Florence and the Machine tem como empresário Mairead Nash (parte do duo de DJs Queens of Noize), que decidiu trabalhar com ela após uma bêbada Florence o seguir até um banheiro de uma boate[6] [11] e cantar a música "Something's Got a Hold on Me" de Etta James para ele.[12]

2008-10: Lungs[editar | editar código-fonte]

Vocalista Florence Welch performando em Singapura, 2010.

A banda lançou seu primeiro álbum, Lungs, no Reino Unido em 6 de Julho de 2009. O álbum foi produzido por James Ford, Paul Epworth, Steve Mackey e Charlie Hugall.[5] Grande parte do material do álbum foi escrita como fruto de um término de namoro temporário com o antigo namorado de Florence. A cantora disse "Ele prefere que eu não fale sobre isso. É engraçado depois de cantar sobre isso." O álbum foi lançado oficialmente num concerto no Rivoli Ballroom em Brockley, sudeste de Londres. Conseguiu o número 1 no Reino Unido. Até agosto de 2009, o álbum já havia vendido mais de 100.000 cópias no Reino Unido e ficado em 2º lugar durante cinco semanas seguidas.[13] [14] Seguindo o lançamento para download nos Estados Unidos, em 25 de julho de 2009, Lungs estreou na posição 17 na parada da Billboard Heatseekers Albums, mais tarde pegando o primeiro lugar.[15] O álbum físico foi lançado nos Estados Unidos no dia 20 de outubro de 2009, e atingiu a posição 14 na Billboard 200.[16]

O álbum projetou Florence para o mainstream internacional aos poucos, gerando seis singles oficiais: Kiss With a Fist, Dog Days Are Over, Rabbit Heart (Raise It Up), Drumming Song, You've Got The Love, cover de Candi Staton, e Cosmic Love, todos com seus respectivos videoclipes oficiais. Dog Days Are Over recebeu dois videoclipes diferentes, enquanto Hurricane Drunk ganhou um vídeo que não foi lançado oficialmente pela banda, pelo fato do então futuro single ter sido substituído por Dog Days Are Over. Em 2010, a banda gravou uma canção chamada Heavy in Your Arms para trilha sonora do filme Eclipse da Saga Crepúsculo, que tornou-se um de seus maiores sucessos. A música foi incluída no relançamento de Lungs, Between Two Lungs, que chegou às lojas em novembro de 2010.

O álbum foi seguido por sua turnê oficial, a Lungs Tour, que durou de fevereiro de 2008 até julho de 2011, e passou por grandes festivais como o Festival de Glastonbury e o Coachella Festival.


2011-13: Ceremonials[editar | editar código-fonte]

Florence and the Machine performando no Coke Live 2013 em Cracóvia.

O segundo álbum, Ceremonials, foi lançado oficialmente em 31 de outubro de 2011, e tornou-se um sucesso imediato, atingindo o número 1 no UK Albums Chart e número 6 na Billboard 200.[17] [18] O álbum rendeu duas indicações no Grammy Awards de 2012, por Melhor Álbum Vocal Pop e Melhor Performance de Grupo/Duo pelo single Shake it Out.[19]

O álbum recebeu grande dedicação de Florence no processo de gravação, e foi descrito pela vocalista como uma melhor versão de Lungs, "mais obscura, mais pesada, com grandes tambores, grandes baixos e como um som mais amplo e completo". A produção ficou a cargo de Paul Epworth, James Ford, Charlie Hugall, Ben Roulston, Isabella Summers e Eg White. O álbum gerou sete singles: What The Water Gave Me, Shake It Out, No Light, No Light, Never Let Me Go, Spectrum (Say My Name), Breaking Down e Lover to Lover.

Sua respectiva turnê, Ceremonials Tour, foi iniciada em outubro de 2011, e seguiu até setembro de 2013, tendo como últimos shows os concertos no Coke Live 2013, na Polônia, e no Rock in Rio 2013, no Rio de Janeiro. [20] Porém, a banda voltou a performar com a turnê em junho de 2014 no Orange Warsaw Festival, na Polônia.

2014: Gravação do terceiro álbum[editar | editar código-fonte]

No dia 4 de junho de 2014, Florence contou para a NME que o seu terceiro trabalho de estúdio estava nos trilhos. A previsão de lançamento é para 2015.[21]

Apresentações[editar | editar código-fonte]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Atuaram em Portugal em Março de 2010 num concerto completamente lotado na Aula Magna.[22]

No mesmo ano voltaram a Portugal no festival Optimus Alive 2010. Estava previsto um concerto em 2012 no mesmo festival que acabou por ser cancelado devido ao estado de saúde da vocalista. Desta forma, o seu segundo álbum não foi apresentado ao vivo em território português. O álbum Lungs alcançou o Top 10 no Top Nacional de Vendas (posição 8).[23]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2011, a banda foi confirmada no Summer Soul Festival, que aconteceu em janeiro de 2012, apresentando-se pela primeira vez no país. As cidades que receberam os shows são: São Paulo, no dia 24 de janeiro, no Complexo do Anhembi, Rio de Janeiro, no dia 27 de janeiro, no HSBC Arena e Florianópolis, dia 28 de janeiro, no Stage Music Park.

Também em 2011, foi realizado o MTV Unplugged – A Live Album, por volta do fim do ano em Nova Iorque. Porém, esta apresentação só foi exibida a partir de 23 de junho de 2012 na MTV Brasil.[24]

A banda se apresentou na edição de 2013 do Rock in Rio, no Rio de Janeiro, ao lado de Capital Inicial, 30 Seconds to Mars e Muse. Logo após a apresentação, os dois álbuns lançados da banda, Lungs e Ceremonials subiram direto para o TOP10 do iTunes Brasil.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Florence Welch - voz
  • Isabella Summers - teclado
  • Robert Ackroyd - guitarra
  • Mark Saunders - baixo e percussão
  • Christopher Lloyd Hayden - bateria
  • Rusty Bradshaw - piano
  • Tom Monger - harpa

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Posições Certificações
UK
[25]
IRL
[26]
AUS
[27]
EUA
[28]
CAN
[29]
NZ
[30]
2009 Lungs 1 2 3 14 20 3
2011 Ceremonials 1 1 1 6 4 1

EPs[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título Melhores posições Álbum
UK
[39]
IRL
[40]
EUA
[41]
AUS
[42]
CAN
[43]
NZL
[44]
2008
"Kiss With a Fist"
51 Lungs
"Dog Days Are Over"
23 6 21 47 19 27
2009
"Rabbit Heart (Raise It Up)"
12 41 93
"You've Got the Love"
5 16 28
"Drumming Song"
54
2010
"You Got the Dirtee Love"
(feat. Dizzee Rascal)
2 24 27
"Cosmic Love"
51 3
"Heavy in Your Arms"
53
2011
"What the Water Gave Me"
24 13 91 35 72 15 Ceremonials
"Shake It Out"
12 2 72 36 52 16
"No Light, No Light"
50 50 95
2012
"Never Let Me Go"
82 73 3 75
"Spectrum (Say My Name)" (Calvin Harris Remix)
1 1 4 2

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]

Brit Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho nomeado Prêmio Resultado
2009 Florence and the Machine Escolha dos Críticos Venceu
2010 Florence and the Machine Melhor Nova Artista Britânica Indicado
Artista Revelação Britânica Indicado
Lungs Álbum Britânico do Ano Venceu
2011 "You've Got the Love" Single britânico do Ano Indicado
2012 Florence and the Machine Melhor artista feminina Indicado
Ceremonials Álbum do ano Indicado

Grammy Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho nomeado Prêmio Resultado
2011 Florence and the Machine Artista Revelação Indicado
2013 Ceremonials Melhor Álbum Pop Vocal Indicado
"Shake It Out" Melhor Colaboração Pop/Performance Vocal Indicado

MTV[editar | editar código-fonte]

MTV Europe Music Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho nomeado Prêmio Resultado
2009 Florence and the Machine Artista Revelação Britânico e Irlandês Indicado

MTV Video Music Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho nomeado Prêmio Resultado
2010 "Dog Days Are Over" Clipe do Ano Indicado
Melhor Video de Rock Indicado
Melhor Direção de Arte em um Video Venceu
Melhor Cinematografia em um Video Indicado

Referências

  1. Florence And The Machine Florence and the Machine's official website. Visitado em 26 de fevereiro de 2010.
  2. Sexton, Paul (3 de agosto 2009). Michael Jackson, Black Eyed Peas Control U.K. Charts Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  3. Florence And The Machine's 'Lungs' finally tops UK albums chart NME IPC Media (17 January 2010). Visitado em 7 March 2010.
  4. Monger, James Christopher. Ceremonials – Florence + the Machine Allmusic. Visitado em 30 de outubro de 2011.
  5. a b c Rey, Benedicte (16 de novembro de 2009). Florence + The Machine: the voice that bewitched pop AFP. Google News. Visitado em 1 de setembro de 2012.
  6. a b c Patterson, Sylvia (20 September 2009). Behind the success of Florence and the Machine The Sunday Times. Visitado em 7 March 2010. Cópia arquivada em 15 June 2011.
  7. Bell, Sean (26 July 2009). A piece of my mind: Florence Welch of Florence and the Machine The Herald Herald & Times Group. Visitado em 6 March 2010.
  8. Tom in London tomtheharpist.com. Visitado em 31 December 2010.
  9. Florence and the Machine: About florenceandthemachine.net. Visitado em 26 February 2010.
  10. Parkin, April (4 April 2007). Ashok – 'Plans' (Filthy Lucre) Gigwise. Giant Digital. Visitado em 30 January 2011.
  11. Hussey, Patrick (15 May 2008). Interview: Florence & The Machine Run Riot. Visitado em 7 March 2010.
  12. Ryan, Francesca (4 June 2009). Florence and the Machine interview: sound and vision The Daily Telegraph. Visitado em 2 May 2010.
  13. INTERVIEW: Florence and the Machine Yorkshire Evening Post Yorkshire Post Newspapers (6 August 2009). Visitado em 8 August 2009.
  14. Sexton, Paul (10 August 2009). Michael Jackson Extends U.K. Album Chart Run, Tinchy Stryder Notches Second Top Single Billboard. Visitado em 10 August 2009.
  15. Heatseekers Albums – Week of July 25, 2009 Billboard. Visitado em 14 June 2011.
  16. Florence + the Machine – Chart history: Billboard 200 Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 10 July 2014.
  17. Florence and the Machine album takes number one BBC News (7 November 2011). Visitado em 4 December 2011.
  18. Caulfield, Keith (9 November 2011). Justin Bieber's 'Mistletoe' Brightens Billboard 200 With No. 1 Debut Billboard. Visitado em 17 March 2012.
  19. 2013 Grammy Nominations: The Full List MTV News. Viacom (6 December 2012). Visitado em 13 January 2013.
  20. O Rock in Rio por Florence + the Machine Brasil. Visitado em 1 de Dezembro de 2014.
  21. Florence Welch feels she's been 'hiding in a studio 24 hours a day' working on new album (5 June 2014). Visitado em 7 June 2014.
  22. Florence And The Machine na Aula Magna. Visitado em 17 de Março de 2010.
  23. Florence and the machine no top 10 de Portugal. Visitado em 15 de Outubro de 2010.
  24. MTV exibe Acústico Florence + The Machine no sábado. Visitado em 24 de Junho de 2012.
  25. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  26. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  27. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  28. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  29. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  30. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  31. a b c http://www.musicweek.com/story.asp?sectioncode=1&storycode=1047359&c=1
  32. a b http://www.bpi.co.uk/certified-awards.aspx
  33. http://www.aria.com.au/pages/httpwww.aria.com.aupageshttpwww.aria.com.aupagesARIACharts-Accreditations-2010Albums.htm
  34. http://www.irishcharts.ie/awards/multi_platinum09.htm
  35. http://www.riaa.com/goldandplatinumdata.php?table=SEARCH_RESULTS&title=Lungs&artist=Florence&perPage=25
  36. a b Gold Platinum Database (em inglês) Music Canada. Visitado em 14 de fevereiro de 2013.
  37. http://www.ariacharts.com.au/pages/charts_display_album.asp?chart=1G50
  38. http://nztop40.co.nz/chart/albums
  39. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  40. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  41. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  42. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  43. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine
  44. http://acharts.us/performer/florence_+_the_machine

Ligações externas[editar | editar código-fonte]