Twilight (série)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Saga Crepúsculo)
Ir para: navegação, pesquisa
Crepúsculo
Twilight Saga.jpg


Os livros da série, em sua versão americana (EUA)
Livros
Crepúsculo
Lua Nova
Eclipse
Amanhecer
Autor Stephenie Meyer
Título original Twilight
Tradutor Brasil Ryta Vinagre
Portugal Vera Falcão Martins
Idioma original Inglês
Publicado entre 2005-2008 (nos EUA)
Editora Estados Unidos Little, Brown and Company
Brasil Intrínseca
Portugal Edições Gailivro
País  Estados Unidos
Gênero Romance, fantasia

Twilight (Crepúsculo, em português) é uma série de histórias de fantasia e Romance sobre vampiros escrita por Stephenie Meyer, contando uma visão mais afeminada sobre as histórias de vampiros. A saga conta a história de Isabella Swan (Bella), uma adolescente que se muda de Phoenix para Forks, em Washington, experimentando um mundo totalmente novo para si ao apaixonar-se por Edward Cullen, um vampiro.

Os quatro livros da série são contados sob o ponto de vista de Bella, exceto o epílogo de Eclipse e um terço de Amanhecer, que são narrados por Jacob Black. A série completa vendeu mais de 160 milhões de cópias ao redor do mundo[1] e foi traduzida para mais de 37 idiomas.[2] Permaneceu no topo da lista por 235 semanas entre os bestsellers no The New York Times[3] e rendeu uma franquia cinematográfica de igual sucesso, produzida pela Summit Entertainment.[4]

Enredos[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Crepúsculo[editar | editar código-fonte]

Isabella Swan, 17 anos, nunca havia vivido grandes emoções em sua vida. Sendo uma jovem extremamente responsável, tímida e introspectiva, decide mudar-se da calorosa cidade de Phoenix, no Arizona, para a chuvosa Forks, uma pequena cidade no interior de Washington, depois que sua mãe decide casar-se novamente. É ali que Bella irá morar com seu pai, Charlie, e é em sua nova escola que conhece os Cullen, cinco intrigantes jovens de uma beleza desumana. É neste mistério que caracteriza a família, que Bella se vê atraída pelo misterioso Edward Cullen, jovem pálido e de cabelos cor de bronze que mostrará um novo universo a Bella, transformando completamente o rumo da sua vida. Edward trata-se de um vampiro, que acaba por se apaixonar por Bella enquanto controla e resiste a um dos seus maiores desejos - provar o sangue de Bella que, segundo ele, exala o odor mais atrativo que já sentiu. No entanto, ao contrário dos outros vampiros, os Cullen controlam-se para só se alimentar de sangue animal.

É então que James, um vampiro obcecado por caçadas - que, juntamente com o seu grupo composto por ele, Victoria e Laurent foi o culpado de inexplicáveis homicídios -, se determina a matá-la, uma vez que não resiste ao cheiro do seu sangue. Ela despede-se de Charlie e vai para Phoenix - tudo muito cuidadosamente para não serem rastreados por James.

Bella vai com Alice e Jasper para Phoenix, enquanto Rosalie e Esme ficam para despistar Victoria (a vampira que acompanhava James) e Carlisle, Emmett e Edward vão atrás deste, para tentar matá-lo. Enquanto Bella está em Phoenix, Alice tem uma visão com a casa da mãe de Bella e o estúdio de balé onde Bella tinha aulas com 7/8 anos. Bella, sem que eles percebam, recebe um telefonema que a faz pensar que o inimigo capturou a sua mãe, e isso faz com que ela fuja para ir ao encontro de James. A fuga acontece no aeroporto, enquanto Bella, Alice e Jasper esperam por Edward e Carlisle. Ela vai ao encontro de James. James, que por sua vez não havia capturado a mãe de Bella, a tortura e por pouco não a mata. James a morde, mas Edward aparece para salvar Bella. Enquanto Edward trava uma luta mortal com James, Bella fica inconsciente e começa a se transformar em vampira. Quando ela acorda, está no hospital e Edward Cullen conta que teve que sugar o veneno de seu sangue, e que se fosse um pouco mais tarde agora ela seria um deles. Porém, Bella deseja tornar-se uma vampira para viver a eternidade com Edward, mas ele se recusa a transformá-la.

Lua Nova[editar | editar código-fonte]

É 13 de Setembro, um dos dias mais temidos por Bella, por ser seu aniversário. Ela detesta este dia porque completa 18 anos e será sempre mais velha que Edward. Contra a sua vontade, Alice Cullen prepara uma festa surpresa. Ao abrir um presente, Bella corta-se acidentalmente com o papel e Jasper, o vampiro com mais dificuldade em se conter ao cheiro de sangue, não consegue evitar e tenta atacá-la. É por esse motivo que Edward e sua família vão embora de Forks; ele teme que esteja colocando a vida dela em perigo. Bella entra em uma depressão profunda por vários meses depois que ele parte, até que ela desenvolve uma forte amizade com Jacob Black, que mais tarde se revela um lobisomem. Jacob e os outros lobisomens de sua vila devem protegê-la de Victoria, uma vampira má que pretende se vingar de Edward matando Bella, por ele ter acabado com James. Com os acontecimentos, descobre que quando está em perigo, ou quando sente adrenalina, escuta a voz de Edward, que ela julga ser uma alucinação, falando dentro de sua cabeça. Para nunca esquecer a voz dele, envolve-se em perigosas atividades, como pilotar motos. Procurando pelo perigo, Bella se atira de um penhasco e quase se afoga no mar, mas é salva por Jacob. Alice vê Bella atirar-se do penhasco e Edward pensa que Bella está realmente morta. Desesperado, ele decide então acabar com sua existência, apelando para os Volturi, um grupo que representa espécie de "realeza" entre os vampiros e aplica "leis" para manter sua espécie em segredo. Ele vai à Volterra, Itália, procurando pelos Volturi, mas Bella o detém. Eles se encontram com os Volturi antes de retornarem para Forks e Aro, seu líder, demonstra um interesse especial em Bella por ter sua alma impenetrável e, considerando que seu conhecimento sobre os vampiros pode colocar sua espécie em perigo, exige que ela seja morta ou transformada em vampira também. Alice consegue enganar Aro mostrando-o a partir de uma visão, que Bella será uma vampira em breve. Aro então liberta os Cullen, com a certeza que Bella será transformada. Edward pede Bella em casamento.

Eclipse[editar | editar código-fonte]

Estranhas mortes acontecem em Seattle, uma cidade perto de Forks, e os Cullen acreditam ser causadas por um exército de vampiros "recém-criados". Edward Cullen está mais alerta que nunca com relação à segurança de Isabella Swan. Enquanto os Cullen vêem este problema como uma desculpa para receberem uma visita dos Volturi, Bella preocupa-se mais em escolher entre a sua amizade com Jacob Black (permanecendo humana, mas entregue ao castigo dos Volturi por ser a única humana a saber sobre a existência de vampiros) e o amor que sente por Edward (sendo transformada numa vampira). Sabe que se fosse transformada iria originar uma batalha entre lobisomens e vampiros, já que os Cullen haviam se comprometido com eles a não morder nenhum ser humano, pondo a sua nova família e os seus antigos amigos em risco. Bella desconfia de que Victoria é a criadora dos novos-vampiros e, posteriormente, descobre que estava certa. Edward pede Bella em casamento. Uma batalha para proteger a adolescente começa. Os lobisomens aliam-se aos Cullen e Victoria é morta. Os Volturi aparecem e Carlisle garante para eles que a transformação de Bella em uma vampira aconteceria em breve.

Amanhecer[editar | editar código-fonte]

Bella e Edward se casam e passam a lua-de-mel em uma ilha do Atlântico,ilha de esme próxima ao Rio de Janeiro, mas eles voltam repentinamente, pois Bella descobre que está grávida. Edward tem medo de que a criatura mate Bella, e não quer que o bebê nasça. Ela, no entanto, quer ter o filho. Então pede ajuda a Rosalie e ela cuida para que ninguém ouse abortar o bebê de Bella durante a gravidez. O bebê representa uma "ameaça" para os Lobisomens, pois não sabem que criatura irá nascer e que tipo de perigo representa. A alcateia planeja destruí-la antes que ela nasça, e consequentemente, Bella morra. Jacob não aceita isso e fica contra a alcateia. O bebê acaba por machucar Bella apenas por se mexer, a medida que a gestação avança, e logo os Cullen descobrem que devem alimentar Bella com sangue para que a criança se alimente e não a mate, e ela segue a instrução. A gestação dura pouquíssimo tempo, a criança nasce, mas Bella não resiste e morre, mesmo Edward a mordendo e por injeções injetando seu veneno, só depois de considerada morta, Bella começa a se transformar em uma vampira. Ela descobre que pode controlar seus desejos por sangue melhor do que se esperava de um vampiro recém-criado. A criança é uma menina, diferente do que Bella pensava, e recebe o nome de Renesmee (junção dos nomes Renée e Esme) Carlie (junção dos nomes Charlie e Carlisle) Cullen. Jacob não aguenta ouvir Emmett e Rosalie falando a todo momento sobre se mudar e percebe que o maior problema é Charlie. Sendo assim, conta ao pai de Bella, sobre o mundo sobrenatural. bella pede a Jacob que não o conte todos os detalhes, só o necessário. Jacob sofre imprinting com Renesmee (que é algo mais forte que o amor entre almas gêmeas, que ele descreve "como se o centro de gravidade deixa-se de ser Terra e passase a ser Renesmee", no caso dele). Alice vê que os Volturi estão vindo para matar Renesmee, acreditando que ela era uma criança que havia sido transformada em vampiro - algo estritamente proibido - , por causa do depoimento de Irina Denali. Alice vai embora com Jasper logo depois. Carlisle, Esme, Rosalie e Emmett viajam para chamarem todos os vampiros que conhecem, com a intenção de fazer os Volturi pararem para ouvir a real explicação da origem de Reneesme. Todos esperam na mansão Cullen até que os Volturi chegam. Bella descobre que tem o poder de criar um escudo em volta de si, e protege a família e amigos durante o confronto. Irina é morta por Caius, que não aceitava que não houvesse batalha. Quando os Cullen, seus amigos, os Lobisomens e os Volturi estão frente a frente e a batalha parece iminente, Alice aparece, trazendo outro meio-vampiro meio-humano para provar que não há problema em deixar Renesmee viver. Os Volturi, com um pouco de relutância, vão embora!

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • Bella Swan - É a protagonista da série, que é contada a partir de seu ponto de vista. Sua vida passa por uma grande mudança quando ela se apaixona pelo vampiro Edward Cullen. Bella tem um estranho "escudo" em sua mente, que impossibilita os dons que os vampiros exercem sobre mentes (como ler pensamentos, e como o dom de Jane Volturi, que cria uma sensação de uma dor muito profunda no corpo da vítima). No último livro, casa-se com Edward, e engravida. Sua gestação é perigosa e curta. Depois do parto, torna-se vampira, vista como uma "defensora". Para uma recém-criada, controla-se muito bem ao sangue humano. Descobre que pode criar um escudo a sua volta, e que, quando quiser pode retirar o "escudo" de sua mente, para que Edward possa ouvir seus pensamentos.
  • Edward Cullen - Edward é um vampiro que vive de sangue animal em vez de sangue humano. Ele vive com um clã de vampiros conhecido como a família Cullen. Edward tem o dom de ler mentes, podendo ouvir os pensamentos de qualquer um a alguns metros de distância; porém, ele só pode ouvir o que a pessoa está pensando no momento. Bella é a única imune ao seu poder. Foi o primeiro humano a ser transformado em vampiro por Carlisle, em 1918 (com 17 anos), quando estava morrendo de gripe espanhola. Sua própria mãe, Elisabeth Masen, antes de morrer da doença, pediu para que Carlisle fizesse tudo "o que os outros não podiam fazer" para salvar seu filho, o que deixou o médico achando que Elisabeth sabia o que ele era na verdade. Tem grande respeito e admiração por Carlisle e Esme, e segundo ele mesmo, "não pensaria em duas pessoas melhores".
  • Jacob Black - Um personagem secundário no primeiro livro, mas que ganha maior destaque nos livros seguintes. Em Twilight, é ele quem conta à Bella sobre as lendas quileutes e diz que, segundo as lendas, os Quileutes seriam descendentes de lobos, sendo então lobisomens e que os Cullen seriam vampiros, e diz ainda que lobisomens e vampiros são inimigos. Mesmo sem acreditar nessas histórias, Jake acaba violando o trato feito por Ephraim Black (seu ascendente) e Carlisle Cullen. Jake só passa a acreditar nas lendas quileutes quando ele mesmo se torna um lobisomem, em Lua Nova. Embora esteja apaixonado por Bella, ela inicialmente o vê apenas como seu melhor amigo. Depois de uma confusão de sentimentos em Eclipse, Jacob e Edward entram em atrito constante. Em muitos momentos porém, Jacob se posiciona ao lado da família Cullen por causa de Bella. Em Breaking Dawn, ele sofre imprinting (que é mais forte que a atração de almas-gêmeas) com Renesmee (filha de Bella e Edward). Ele narra o Epílogo de Eclipse e um terço de Breaking Dawn, o último livro da série.

Ambientação[editar | editar código-fonte]

A história decorre principalmente na cidade de Forks, em Washington onde Bella e o seu pai, Charlie, moram. Outras cidades em Washington aparecem brevemente na série ou são mencionadas, como Port Angeles, Olympia, Seattle e a comunidade de La Push, no Condado de Clallam. Alguns eventos em Crepúsculo acontecem em Phoenix, Arizona, onde Bella foi criada. Volterra, na Itália, aparece em Lua Nova. Jacksonville, na Flórida, é mencionada em Eclipse, quando Edward e Bella visitam a mãe dela, que se mudou para lá com seu marido. O México é pouco citado em "Lua Nova" e "Eclipse"; quando Jasper conta a Bella a história da sua vida. Já o Brasil é citado em "Lua Nova", quando Edward segue uma pista falsa de Victoria, e o Rio de Janeiro em "Amanhecer", quando Edward e Bella passam a lua-de-mel no país.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Origem e publicação[editar | editar código-fonte]

A autora Stephenie Meyer disse que a idéia de Twilight veio de um sonho que ela teve em 2 de junho de 2003. O sonho era sobre uma garota humana e um vampiro que estava apaixonado por ela, mas também estava sedento de seu sangue. Baseada nesse sonho, ela escreveu a transcrição do que agora é o capítulo 13 do livro.[5] Ela nunca havia pensado em vampiros, e o sonho surpreendeu a ela própria. A autora chegou inclusive a dizer: "Não escolhi os vampiros. Eles me escolheram".[6] Meyer continuou escrevendo a história a partir desse capítulo, até o fim. Apenas depois, escreveu o início.[7] Apesar de ter pouca experiência, em três meses ela havia transformado o sonho em um romance completo.[8] Depois de escrever e editar o livro, ela assinou com a editora Little, Brown and Company por 750.000 dólares, um montante elevado para a primeira publicação de um autor.[9] Megan Tingley, a editora que assinou com Meyer, disse que, na metade da leitura do manuscrito, ela percebeu que tinha um futuro bestseller nas mãos.[10] O livro foi publicado primeiramente em 2005.

Depois do sucesso de Twilight, Meyer expandiu a história em uma série com mais três livros: New Moon (2006), Eclipse (2007) e Breaking Dawn (2008). No total, os quatro livros da série venderam cerca de 150 milhões de cópias mundialmente,[1] sendo mais de 5.200.000 milhões vendidos no Brasil.[11]

Estrutura e gênero[editar | editar código-fonte]

A série Twilight faz parte do gênero de ficção para jovens adultos, fantasia e romance, embora Meyer categorize seu primeiro livro, Twilight, como "suspense romance terror comédia".[12] No entanto, ela afirmou que considera seus livros como "romance mais do que qualquer coisa".[12] A série explora o não ortodoxo romance entre a humana Bella e o vampiro Edward, assim como o triângulo amoroso entre Bella, Edward e Jacob Black, um lobisomem.[13] Os livros evitam se aprofundar em sexo provocativo e drogas, porque, de acordo com Meyer, "Eu não acho que adolescentes precisem ler sobre sexo gratuito".[14]

Os livros foram escritos em primeira pessoa, primeiramente do ponto de vista de Bella, com o epílogo do terceiro livro e um terço de Amanhecer sendo narrados por Jacob. Quando perguntada sobre a estrutura do romance, Meyer descreveu sua dificuldade de identificar a premissa do livro em alguma categoria específica:

"Eu tive tempos difíceis com isso. Porque se eu disser para alguém, 'Você sabe, é sobre vampiros', então imediatamente eles teriam sua imagem mental de como o livro é. E ele não é como os outros livros de vampiros por aí - os de Anne Rice e alguns que tenho lido. Não é o tipo de mundo obscuro e sombrio e sedento de sangue. Então quando você diz, 'É ambientado em uma escola secundária', várias pessoas imediatamente o colocam em outro grupo. É fácil classificar com descrições diferentes."[15]

Os livros são baseados nos mitos dos vampiros, mas os vampiros de Twilight diferem em vários elementos dos vampiros típicos. Por exemplo, os vampiros de Twilight tem dentes fortes ao invés de caninos; eles brilham à luz solar, não queimam; e alguns deles tomam sangue animal no lugar do sangue humano. Meyer disse que seus vampiros diferem dos outros porque ela não se informou sobre o cânone dos vampiros, dizendo:

"Quando soube que Twilight poderia ser publicado que comecei a pensar se meus vampiros eram muito iguais ou muito diferentes dos outros. Claro, eu estava muito aprofundada nos meus personagens para fazer mudanças… então eu não tirei as presas e os caixões e as outras coisas para distinguir meus vampiros; isso é apenas como eles chegaram para mim."[16]

Temas e inspiração[editar | editar código-fonte]

De acordo com a autora, seus livros são "sobre vida, não morte" e "amor, não luxúria".[17] Cada livro da série foi inspirado e vagamente baseado em um clássico diferente da literatura: Crepúsculo em Orgulho e Preconceito de Jane Austen; Lua Nova em Romeu e Julieta de William Shakespeare; Eclipse em O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë e Amanhecer em outros dois livros de Shakespeare, Sonho de Uma Noite de Verão e O Mercador de Veneza.[18] [19] Meyer também citou outros romances como inspiração para a saga, os quais incluem Jane Eyre, de Charlotte Brontë, e Anne of Green Gables de Lucy Maud Montgomery,[20] além de dizer que o escritor Orson Scott Card é uma grande influência em sua escrita.[15]

Outros temas incluem escolha e livre arbítrio.[8] [15] Meyer declarou que os livros são centrados na escolha Bella de como será sua vida, e na escolha dos Cullen de se abster de matar humanos ao invés de seguir seus instintos: "Eu realmente acho que essa é a metáfora secreta dos meus vampiros. Não importa ao que você está preso na vida ou o que acha que tem que fazer; sempre pode escolher outra coisa. Há sempre um caminho diferente".[8]

As epígrafes dos livros muitas vezes dão pistas sobre seu conteúdo e seus elementos temáticos também. As citações variam desde o livro bíblico de Gênesis até poemas como Fire and Ice de Robert Frost, e frases da poetisa norte-americana Edna St. Vincent Millay.[21]

Meyer, uma Mórmon, reconhece que a sua fé tem influenciado seu trabalho. Ela disse que seus personagens "tendem a pensar mais sobre de onde vieram e para onde eles irão do que poderia ser típico".[14] Meyer também orienta seu trabalho a partir de assuntos como sexo, apesar da natureza romântica dos livros. Ela declarou que não teve intenção consciente de seus romances serem influenciados pela crença Mórmon, ou de promover as virtudes da abstinência sexual e pureza espiritual, mas admite que sua escrita é modelada por seus valores, dizendo: "não acho que meus livros estão sendo realmente impressivos ou obscuros, por causa de quem eu sou. Sempre haverá muita luz em minha histórias".[22]

Outros livros[editar | editar código-fonte]

The Short Second Life of Bree Tanner: An Eclipse Novella[editar | editar código-fonte]

Em 30 de março de 2010, Meyer anunciou em sua página oficial que havia escrito uma novela que descreve a história de uma das vampiras recém-criadas de Eclipse, Bree, intitulada The Short Second Life of Bree Tanner: An Eclipse Novella.[23] Lançado em 5 de junho de 2010,[24] a autora disponibilizou-o gratuitamente em sua página por um breve período;[25] uma versão física paga também foi lançada, e parte do dinheiro arrecadado com suas vendas foi doado para a Cruz Vermelha americana.[23]

Twilight: The Graphic Novel - Volume 1[editar | editar código-fonte]

Twilight: The Graphic Novel - Volume 1 é uma graphic novel e a primeira parte da adaptação baseada no primeiro livro da série. Lançado em inglês no dia 16 de março de 2010 pela Yen Press,[26] o livro teve sua concepção e processo de criação acompanhado de perto pela autora da série.[27]

The Twilight Saga: The Official Illustrated Guide[editar | editar código-fonte]

The Twilight Saga: The Official Illustrated Guide será o guia oficial da série Crepúsculo, e está atualmente sendo escrito por Meyer. A editora estadunidense anunciou, na Feira do Livro de Frankfurt, que seu lançamento está previsto para 12 de abril de 2011.[28]

Midnight Sun[editar | editar código-fonte]

Stephenie Meyer estava escrevendo um livro que contava a história do primeiro livro da série, Twilight, do ponto de vista de Edward Cullen, chamado Midnight Sun. Porém uma cópia ilegal com os doze primeiros capítulos do livro foi publicada ilegalmente na internet. Ela publicou esses doze capítulos em seu site, e parou de escrever o livro por tempo indeterminado.[29]

Adaptações cinematográficas[editar | editar código-fonte]

Twilight foi adaptado ao cinema pela Summit Entertainment e lançado nos Estados Unidos em novembro de 2008.[30] O filme foi dirigido por Catherine Hardwicke e protagonizado por Kristen Stewart e Robert Pattinson no papel dos personagens Isabella Swan e Edward Cullen.[31]

A Summit Entertainment é detentora dos direitos para adaptação da série,[32] e nomeou a franquia cinematográfica como "The Twilight Saga" (br: A Saga Crepúsculo / pt: A Saga Twilight). Foi então confirmada a adaptação dos outros três livros da série "Twilight" para os cinemas:

New Moon foi dirigido por Chris Weitz e lançado em novembro de 2009,[33] quebrando recordes de bilheteria para sessões de abertura à meia-noite.[34] As locações do filme incluíram Vancouver, no Canadá,[35] e Montepulciano, na Itália.[36]

Eclipse, cuja direção é de David Slade, estreou no dia 30 de Junho de 2010[37] e foi o primeiro da saga a ser lançado em IMAX.[38] Foi considerado por parte dos críticos como o melhor filme da série até então.[39] [40]

Em abril de 2010, o ganhador do Oscar Bill Condon foi oficialmente escolhido como diretor de Breaking Dawn,[41] [42] o último filme da franquia, que será apresentado em duas partes,[43] sendo a primeira lançada em 18 de novembro de 2011 e a segunda em 16 de novembro de 2012.[44] [45]

Todos os filmes são roteirizados por Melissa Rosenberg.[46] Juntos, os cinco filmes da franquia lançados somam em bilheteria US$ 3.310.298.527 .[47]

Referências

  1. a b Bell, Amanda (07-10-2010). Stephenie Meyer one of Forbes' 'Most Powerful Women'. Examiner. Página visitada em 09-10-2010.
  2. Turan, Kenneth (21-11-2008). You wanna neck?. LosAngelesTimes. Página visitada em 15-10-2010.
  3. Grossman, Lev (23-11-2009). It's Twilight in America: The Vampire Saga. Time.com. Página visitada em 15-10-2010.
  4. Zeitchik, Steven (14-11-2008). 'Twilight' film franchise looks ahead. HollywoodReporter. Página visitada em 15-10-2010.
  5. Michael R. Walker. (2007). "A Teenage Tale With Bite". Brigham Young University Magazine. Página visitada em 01-08-2008.
  6. Jerônimo Teixeira (01-10-2008). Livros (em português). Veja. Página visitada em 15-08-2010.
  7. Crepúsculo: Guia oficial ilustrado da série (em português). 1ª ed. [S.l.]: Intrínseca, 2011. 559 p. p. 21. ISBN 978-85-8057-048-9
  8. a b c Lev Grossman (24-04-2008). Stephenie Meyer: A New J.K. Rowling?. Time. Página visitada em 12-12-2008.
  9. Cecelia Goodnow (19-07-2007). Harry Potter and the Last Flight. Seattle Post-Intelligencer. Página visitada em 27-04-2009.
  10. Irwin, Megan (11-07-2007). Charmed. PhoenixTimes. Página visitada em 08-12-2008.
  11. Neiva, Paula (17-11-2010). Crepúsculo: vendas dos livros no Brasil dobraram. Veja. Página visitada em 19-11-2010.
  12. a b Gregory Kirschling (02-08-2007). Stephenie Meyer's 'Twilight' Zone. Entertainment Weekly. Página visitada em 11-12-2008.
  13. Bob Meadows; Kari Lydersen. (08-09-2008). "Stephenie Meyer: Written in Blood". People 70 (10). Página visitada em 11-12-2008.
  14. a b Jeffrey A. Trachtenberg (10-08-2007). Booksellers Find Life After Harry In a Vampire Novel. The Wall Street Journal. Página visitada em 11-12-2008.
  15. a b c Rick Margolis (01-10-2005). Love at First Bite. Página visitada em 11-12-2008.
  16. August 2006 Feature Article (01-08-2006). BookStories Interview with Stephenie Meyer. qwestoffice.net. Página visitada em 12-12-2008.
  17. Eric Horng (19-08-2007). Will New Bestseller 'Eclipse' Harry Potter?. ABC News. Página visitada em 12-12-2008.
  18. Maurine Proctor (08-08-2008). Stephenie Meyer's Twilight. Meridian. Página visitada em 11-12-2008.
  19. Stephenie Meyer (02-08-2008). Frequently Asked Questions: Breaking Dawn. StephenieMeyer.com. Página visitada em 15-08-2010.
  20. Valby, Karen (05-11-2008). "Stephenie Meyer: 12 of My 'Twilight' Inspirations". ew.com. Página visitada em 25-07-2010.
  21. Kirk, Connie Ann (25-05-2009). Stephenie Meyer's 'classical inspirations' for 'Twilight' saga (em inglês). Examiner.com. Página visitada em 03-09-2010.
  22. News Review interview: Stephenie Meyer. The Times (10-08-2008). Página visitada em 12-12-2008.
  23. a b March 30, 2010 (em inglês). StephenieMeyer.com (30-03-2010). Página visitada em 30-03-2010.
  24. THE SHORT SECOND LIFE OF BREE TANNER: AN ECLIPSE NOVELLA (press release - PDF) (em inglês). Little, Brown and Company (30-03-2010). Página visitada em 03-04-2010.
  25. Kellogg, Carolyn (31-03-2010). Stephenie Meyer's new vampire book will benefit the Red Cross (em inglês). Los Angeles Times. Página visitada em 03-04-2010.
  26. Exclusive: Twlight, The Graphic Novel (em inglês). Entertainment Weekly (20-01-2010). Página visitada em 12-12-2010.
  27. "Crepúsculo" ganha versão em quadrinhos; veja imagens (em português). FolhaOnline (03-12-2010). Página visitada em 12-12-2010.
  28. New 'Twilight Saga: The Official Illustrated Guide' Will Tell Alice's Backstory And More! (em inglês). HollywoodCrush (05-10-2010). Página visitada em 05-10-2010.
  29. StephenieMeyer.com | Other Projects | Midnight Sun. Página visitada em 19-07-2009.
  30. Release datas for Twilight. IMDb. Página visitada em 18-1-2009.
  31. Set visit (em inglês). MSN (2008-04-22). Página visitada em 31-08-2010.
  32. Rick Marshall (2008-11-14). ‘Twilight’ Sequels Optioned; Studio Acquires ‘New Moon,’ ‘Eclipse’ & ‘Breaking Dawn’ (em inglês). MTV. Página visitada em 16-05-2010.
  33. Gray, Brandon (15-12-2008). ‘Twilight’ Sequel Nabs Release Date. BoxOfficeMojo. Página visitada em 13-01-2009.
  34. 'Lua Nova' bate recorde de bilheteria na abertura. Terra (20-11-2009). Página visitada em 05-09-2010.
  35. Marc Malkin (7 de janeiro de 2009). Rob Pattinson and a Bevy of Beautiful Vampires. E! Online. Página visitada em 22-1-2009.
  36. Nick Vivarelli (3 de fevereiro de 2009). Eagle takes 'New Moon' in Italy. Variety. Página visitada em 3-2-2009.
  37. Joshua Rich (2009-02-20). 'Twilight': Third film in series, 'Eclipse,' set for June 2010. Entertainment Weekly. Página visitada em 2009-02-20.
  38. The Twilight Saga: Eclipse to Hit Imax Theaters. reelzchannel.com (10-12-2009). Página visitada em 05-09-2010.
  39. Navarrete, Carla (30-06-2010). 'Eclipse' é o melhor filme da saga, mas ainda não convence (em português). Yahoo!. Página visitada em 30-06-2010.
  40. Críticos dizem que Eclipse é o melhor da saga Crepúsculo (em português). Abril.com (29-06-2010). Página visitada em 30-06-2010.
  41. Bill Condon vai dirigir "Amanhecer", novo filme da saga "Crepúsculo" (em português). FolhaOnline (28-04-2010). Página visitada em 29-05-2010.
  42. Borgo, Érico (28-04-2010). A Saga Crepúsculo: Amanhecer oficializa Bill Condon na direção (em português). Omelete. Página visitada em 16-05-2010.
  43. Bettinger, Brendan (10-06-2010). THE TWILIGHT SAGA: BREAKING DAWN Broken in to Two Parts; First Film Debuts on November 18, 2011 (em inglês). Collider. Página visitada em 11-06-2010.
  44. Schwartz, Terri (05-05-2010). 'Breaking Dawn' Release Date Set: November 18, 2011 (em inglês). Hollywood Crush. MTV. Página visitada em 16-05-2010.
  45. Soll, Lindsay (03-08-2010). 'Breaking Dawn' Part 2 Will Be Released On November 16, 2012 (em inglês). Hollywood Crush. MTV. Página visitada em 03-08-2010.
  46. McIntyre, Gina (10-01-2009). 'Twilight' producer: 'Breaking Dawn' could begin shooting this fall. Los Angeles Times. Página visitada em 04-08-2010.
  47. Caderno "Ilustrada" (25-08-2010). Hollywood lucra US$ 7 bilhões com vampiros (em português). Folha.com. Página visitada em 30-08-2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Twilight (série)
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Twilight (série)