Final Fantasy XV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Simple Game current event.svg
Este artigo ou seção contém informações sobre um jogo que ainda não foi lançado, podendo sofrer alterações substanciais assim que informações se tornarem disponíveis. Por favor não faça especulações sobre o artigo, lembrando-se sempre de citar as suas fontes de publicação junto com as informações.
Final Fantasy XV
Produtora Square Enix
Editora(s) Square Enix
Diretor Tetsuya Nomura
Produtor Yoshinori Kitase
Shinji Hashimoto
Escritor(es) Kazushige Nojima
Tetsuya Nomura
Jun Akiyama
Compositor(es) Yoko Shimomura
Artista Tetsuya Nomura
Himuro Takahara
Motor Crystal Tools
Plataforma(s) PlayStation 4, Xbox One
Série Final Fantasy
Fabula Nova Crystallis
Data(s) de lançamento Sem Data Definida
Género(s) Role-playing game
Modos de jogo Single player
Média Disco blu-ray
Idioma Japonês
Traduções Inglês

Final Fantasy XV, conhecido anteriormente por Final Fantasy Versus XIII, é um jogo de interpretação de papéis para a PlayStation 4 e Xbox One.[1] [2]

Anteriormente, o jogo tinha sido anunciado como um exclusivo para a PlayStation 3 na E3 de 2006 e como um elemento da colectânea Fabula Nova Crystallis, juntamente com Final Fantasy XIII e Final Fantasy Agito XIII.[3] [4]

Tetsuya Nomura comentou que o enredo do jogo será influenciado pela peça Hamlet, do dramaturgo William Shakespeare, e procurará reflectir o ditado «não existe o bem nem o mal em si mesmos, mas é a mesma mente humana a qual os gera.» Nomura, quer que o tema principal, fale da ambiguidade moral, dando-nos a escolher diferentes caminhos, que dependerão de nossas escolhas, esperando-se que a história seja intrigante e algo mais adulta. Final Fantasy Versus XIII é, de acordo com seus produtores, uma história totalmente independente com personagens diferentes e um design visual diferente, embora seja definido dentro do mesmo universo de Final Fantasy XIII.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O sistema de batalha é todo um mistério e é no que estão empregando mais tempo. Não há praticamente nenhuma informação em torno do jogabilidade e sistema de batalha de Final Fantasy Versus XIII. Mesmo que o projeto esteja sob a responsabilidade dos criadores da série Kingdom Hearts, pode-se intuir como seria o estilo de combate mesmo que se baseasse mais na ação que nos típicos sistemas de batalha dos lançamentos anteriores de Final Fantasy.

Dentro de entrevistas recentes em revistas de videogame japonesas, Tetsuya Nomura declarou que a jogabilidade Versus XIII será uma derivação realista do sistema de batalha de Kingdom Hearts com alguns elementos de um terceiro aspecto. Nomura também declarou que o jogo vai afastar-se da estética de luz e magia de seus jogos anteriores de direção (ou seja, Kingdom Hearts) e optar por um mundo mais sombrio, que se destina a combater anteriores Final Fantasy. Segundo Nomura, o mundo de Final Fantasy Versus XIII baseia-se no distrito de Shinjuku moderno. Na formulação de um mundo realista, Nomura declarou que ele quer que os personagens sejam realistas. Como um ponto para o seu desejo de realismo, no trailer Premier PlayStation, em contraste com anteriores títulos, Final Fantasy Versus XIII teve uma maior exposição de violência gráfica com uma instância de sangue.

Nomura também declarou no Dengeki PlayStation que visa a criação de inéditas e "complicadas" sequências de batalha, que lembra o filme CGI, Final Fantasy VII: Advent Children. Ele também declarou que a equipe de desenvolvimento têm vindo a implementar um mapa do mundo, usado na série Final Fantasy principal até sua retirada em Final Fantasy X.

Na Tokyo Game Show 2009, a Square-Enix revelou um breve vislumbre da jogabilidade em um mega-teatro fechado.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Muito pouca informação sobre a trama do jogo foi revelado desde a E3 2006, no entanto, os representantes da Square Enix comentaram que o enredo de Versus XIII (agora Final Fantasy XV) pode ser ainda mais escuro do que os outros jogos da série Final Fantasy.

Final Fantasy XV envolve Noctis Lucis Caelum, o último herdeiro de uma nação isolada, que detém o último Cristal protegido por reis. Seu isolamento é devido à resistência da cidade para se proteger contra os hereges invasores. O jogo foi dito para dar início à limpeza "de uma longa guerra fria entre nações beligerantes que girava em torno dos cristais".

O trailer oficial começa com as palavras: "Esta é uma fantasia baseada na realidade." O trailer mostra tecnologia moderna, como carros, estradas, armas automáticas, e ostenta uma impressionante semelhança para o mundo real de hoje.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Noctis Lucis Caelum

Dotado de uma infância aflita, [5] herdeiro aparente do trono de Lucis, com o poder místico de ver uma luz divina, através da qual ele pode sentir a morte de outros. Noctis rejeita as rígidas convenções reais e age como um tipo de renegado, para o desânimo daqueles que o atendem. Apesar de Noct poder agir de forma impertinente às vezes, ele o faz em defesa daqueles leais a ele.

  • Gladiolus Amicitia

Como lorde da nobre Cada Amicitia, Gladiolus continua uma linhagem jurada a proteger a coroa. Gladio compartilha uma amizade com Noctis que transcende nascimento e título, e sua lealdade para seu senhor provém não do dever, mas da irmandade.

  • Ignis Scientia

Sempre a voz firme da razão,[5] Ignis foi criado em um manto de lógica e educação clássica desde a juventude para que ele possa um dia aconselhar o futuro rei, Noctis. Ele aplica sua profunda compreensão e confiança que eles construíram pelo tempo para ajudar a suavizar a brusquidão de Noctis com outros.

  • Prompto Argentum

O endiabrado playboy Prompto fez amizade com Noctis em seus dias de escola. Ele usa um chip em seu ombro como um forasteiro no círculo real, mas se mantém ansioso para fazer tudo o que ele puder pela causa.

  • Cor Leonis

Uma lenda viva nos registros Lucianos, a devoção do Lorde Comandante Cor Leonis à arte da guerra é superada apenas por seu rei. Pouca amizade há entre o infeliz e o séquito de Noctis, e ainda a honra o prende a vigiar o grupo ao mesmo tempo.



Referências

  1. Branquinho, Ana (11 de Junho de 2013). Square Enix anuncia Final Fantasy XV e Kingdom Hearts III Eurogamer.pt. Página visitada em 11 de Junho de 2013.
  2. Loureiro, Jorge (11 de Junho de 2013). Final Fantasy XV e Kingdom Hearts III na Xbox One Eurogamer.pt. Página visitada em 11 de Junho de 2013.
  3. Alves, Luís (15 de Julho de 2008). Final Fantasy Versus XIII continua exclusivo PS3 Eurogamer.pt. Página visitada em 3/06/2010.
  4. Alves, Luís (10 de Outubro de 2008). Square Enix volta a confirmar exclusividade Final Fantasy Versus XIII na PS3 Eurogamer.pt. Página visitada em 3/06/2010.
  5. a b Confira sinopse e dados sobre os protagonistas de Final Fantasy XV baixakijogos.com.br. Página visitada em 24/06/2013.