Lightning Returns: Final Fantasy XIII

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lightning Returns: Final Fantasy XIII
Lightning Returns Final Fantasy XIII Logo.png
Lightning Returns: Final Fantasy XIII
Desenvolvedora Square Enix
Editora(s) Square Enix
Director Motomu Toriyama
Produtor Yoshinori Kitase
Escritor(es) Daisuke Watanabe
Motomu Toriyama
Compositor(es) Masashi Hamauzu
Artista Isamu Kamikokuryo
Tetsuya Nomura
Motor Crystal Tools
Plataforma(s) Playstation 3
Xbox 360
Série Final Fantasy
Fabula Nova Crystallis
Data(s) de lançamento 11 de Fevereiro de 2014
Gênero(s) Jogo de interpretação de papéis e acção
Modos de jogo Solo
Último
Último
Final Fantasy XIII-2
Próximo
Próximo

Lightning Returns: Final Fantasy XIII é a adição mais recente à saga Fabula Nova Crystallis da série Final Fantasy. O jogo foi produzido e editado pela Square Enix para PlayStation 3 e Xbox 360 lançado na Terça-Feira de 11 de Fevereiro de 2014. O título funciona como sequela ao Final Fantasy XIII-2 e conclui a história de Lightning , que começou com o Final Fantasy XIII.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Lightning Returns se passa cronologicamente 500 anos após o final de Final Fantasy 13-2 e cerca de 1300 anos após Final Fantasy 13. Lightning, a protagonista do primeiro jogo, é acordada após um longo período de sono pelo Deus da Luz, Bhunivelze. Ela deve salvar o maior número de almas possível, pois o ciclo de vida do mundo foi quebrado e já não há mais mortes nem renascimentos, apenas um mundo estagnado em seu próprio tempo que apenas aguarda o apocalipse. Com apenas 13 dias para coletar um número suficiente de Eradia, a energia das almas, nossa heroína corre contra o tempo para satisfazer o desejo das almas e trazer-lhes a felicidade e paz para que possam ser salvas e enviadas ao novo mundo. Como sua missão é percorrer o mundo em busca de salvar o maior número de almas possíveis, o jogador irá percorrer as quatro regiões de Nova Chrysalia. Cada região possui além de sua missão principal, diversas missões paralelos (sidequests). Contudo, uma vez que estamos em uma corrida contra o tempo para realizar o maior número de eventos, mesmo os menores, são imprescindíveis, pois, é a partir deles que as habilidades de Lightning são melhoradas.

Apesar de Lightning Returns trazer essa urgência de acontecimentos, assim como em Final Fantasy 13-2, o jogo também trás consigo um enredo confuso, superficial e por vezes contraditório. Uma das melhores adições ao enredo que temos é a personagem recém-introduzida Lumina, uma vilã alegre e desdenhosa. Outro destaque é o próprio mundo e as missões secundárias disponíveis.

Há dezenas delas, e apesar da maioria delas serem composta de típicos combates contra monstros e busca por determinados itens, algumas destas histórias valem a pena serem conferidas. Pois, a ideia de um mundo estagnado há 500 anos traz consigo reflexões de existência, temos por exemplo, mentes adultas frustradas por estarem presas em seus corpos de crianças, pessoas castigadas pela perda e luto que carregam consigo cicatrizes profundas.

Personagens Principais[editar | editar código-fonte]

  • Lightning (ライトニング, Raitoningu?)

Centenas de anos se passaram desde que ela caiu em um sono profundo. O mundo, adoecido pelo Chaos, está à beira da destruição. As pessoas, sem esperança e cheias de desespero estão vendo o horror se desdobrar na frente de seus olhos. À medida que o fim se aproxima, ela desperta. Ela é Lightning, a última esperança da humanidade. Como a escolhida, Lightning luta através dos 13 dias finais do planeta em uma tentativa de salvar a humanidade e realizar seu objetivo final.

  • Lumina

Uma garota misteriosa que aparece na frente de Lightning em cada parte. Sua natureza imprevisível causa estragos em todos os lugares que ela vai. Uma aliada ou inimiga? Este pequeno demônio caprichoso brinca com Lightning e o resto do mundo como se fossem brinquedos em uma caixa de bonecas.

  • Snow Villiers (スノウ・ヴィリアース, Sunō Viriāsu?)

O noivo de Serah de um longo tempo atrás. Snow lutou ao lado de Lightning quando ambos eram L'Cie. Quando Lightning desapareceu, Snow foi além da restrições do tempo para aprender a verdade. Em sua jornada, ele aceitou um destino perigoso, tornando-se um L'Cie mais uma vez. No entanto, com essa atitude ele joga fora o seu próprio futuro por não conquistar o que ele mais queria. Snow sofre por não ter sido capaz de estar com Serah quando ela morreu. Snow agora é o patrono de Yusnaan e vive recluso no Augur´s Palace.

  • Hope Estheim (ホープ・エストハイム, Hōpu Esutohaimu?)

Hope auxilia Lightning em sua jornada. Alguns anos mais novo Hope fica numa zona que pode ser considerada como a base de todas as operações chamada Ark, oferecendo instruções e apoio a Lightning enquanto ela está em missões num conjunto de ilhas de nome Nova Chrysallia. Juntamente com a Ark está uma árvore de nome Yggdrasil que é muito importante para a vida do novo planeta, sendo que sempre que Lightning salva alguém, ela alimenta a árvore com as almas dessas pessoas salvas. Hope é responsável pela criação de Bhunevelze em Final Fantasy XIII-2.

  • Noel Kreiss

Noel lutou ao lado de Serah em Final Fantasy XIII-2. Forçado a proteger o povo como o Shadow Hunter após a ordem da salvação assumir Luxerion, Noel se torna obcecado com uma profecia fabricada que, se ele mata o salvador de Bhunivelze, ele vai trazer um novo mundo onde ele pode viver em paz com Yeul. Noel carrega consigo a culpa pelo Chaos no mundo. Forçado por Caius, ele mata a Deusa Etro no final de Final Fantasy XIII-2 causando assim a condenação da humanindade. A crença de Noel na profecia é aumentada quando Lightning aparece como a salvadora. Noel e Lightning brevemente se aliam para destruir uma seita extremista da Children of Etro, que matam mulheres que se assemelham a Lightning. Mais tarde, eles lutam no esconderijo de Noel. Lightning provoca Noel em expressar plenamente a sua raiva e encorajá-lo na batalha. Após a batalha, Noel destrói o oracle drive destruindo assim a profecia fabricada e finalmente se liberta de sua culpa.

  • Oerba Dia Vanille[2] (ヲルバ・ダイア・ヴァニラ, Oruba Daia Vanira?)

Durante séculos, Vanille e Fang dormia dentro de um pilar de cristal, segurando Cocoon no alto no céu. Mas então, poucos anos atrás, eles despertaram. Como Vanille abriu os olhos, ela percebeu que estava dado um dom especial; ela podia ouvir as vozes dos mortos. Apelidado de santo, ela passa os dias sob a proteção da Ordem em Luxerion. Na versão japonesa, ela tem a voz emprestada pela atriz Yukari Fukui.

  • Oerba Yun Fang (ヲルバ=ユン・ファング, Woruba-Yun Fangu?)

Durante séculos, Fang e Vanille dormia dentro de um pilar de cristal, segurando Cocoon no alto no céu. Mas então, poucos anos atrás, eles despertaram. No início, viveu sob os cuidados da Ordem, até Fang foi estabelecida para as dunas mortas para procurar uma relíquia há muito tempo perdido.Ela não voltou, tornando-se em vez disso a líder da gangue de bandidos Monoculus e deixando Vanille' em Luxerion. Ela é dublada por Mabuki Andou na versão em japonês do jogo.

Jogabilidade Apurada[editar | editar código-fonte]

Em Lightning Returns os corredores infinitos e tutoriais prolongados foram substituídos por áreas enormes e uma progressão de jogo aberta. Apesar de ter uma escala linear de dificuldade progressiva o game encoraja os jogadores a seguirem a ordem natural das missões. O conteúdo restante é composto completamente por missões secundárias, sendo elas as únicas formas de evolução do personagem, além de equipamentos. Os desenvolvedores da Square Enix decidiram fugir do sistema de evolução baseada em níveis que eles mesmos consolidaram ao longo dos anos uma vez que a protagonista já é uma semideusa e não necessita evoluir. A principal característica de jogabilidade que Lightning Returns traz consigo é o sistema de batalha. O sistema de batalha baseado em tempo ativo (ATB) chegou ao ápice de sua evolução em 13 e 13-2, e a partir dele os desenvolvedores surgiram com um paradigma de combate intensivamente baseado em ações em tempo real que requerem do jogador reflexos aguçados para bloquear, desviar e atacar efetivamente. Durante o game, Lightning pode trocar instantaneamente até entre três schemas, um conjunto de equipamento e habilidades totalmente customizáveis, a qualquer momento. O ponto chave para o sucesso neste sistema é conseguir balancear o tempo de espera entre as varias habilidades configuradas. A destreza manual e o timing também se mostram essenciais para que um bloqueio seja capaz de reduzir consideravelmente danos recebidos e aumentar a capacidade de sobrevivência entre as diversas lutas do jogo.

Gráficos Inferiores Ao Seu Antecessor[editar | editar código-fonte]

A Franquia Final Fantasy se tornou notável por diversos elementos ao longo dos anos, mas inegavelmente, um dos mais importantes eram as cenas pré-renderizadas. A cada lançamento de um título da série, a pressão por um jogo esteticamente mais bonito só aumenta e nesse aspecto o jogo não decepciona. Contudo, esse é de longe o jogo com a pior qualidade gráfica da trilogia.

As cenas são maravilhosas e de um esmero impressionante e os personagens principais são muito bem detalhados, mas o restante do mundo não recebeu a mesma atenção. Os designers fizeram um ótimo trabalho ao criar um mundo vasto, cheio de construções bem ornamentadas, o problema é que não se deve aproximar muito a câmera desses elementos, pois as texturas de baixa qualidade e as arestas mal acabadas estarão lá. Portanto, o jogo é visualmente agradável, mas peca pela falta de polimento em alguns elementos secundários.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Os temas de Vitória e Chocobo além das desenvolvidas especialmente para personagens clássicos fazem com que a avaliação seja mais rigorosa, principalmente após Final Fantasy 13 que não trouxe muita inovação nesse sentido. Algo que foi corrigido posteriormente em 13-2 quando a trilha sonora foi deixada a cargo de três equipes diferentes trazendo assim um jogo com uma diversidade musical muito agradável e divertida. Em Lightning Returns os aspectos musicais e trilha sonora positivas foram mantidos e temos ainda mais diversidade que em seus antecessores, principalmente as peças orquestradas de alguns momentos específicos do jogo.

Definição[editar | editar código-fonte]

o novo sistema de batalha criado para este jogo é desafiante, inovador e mescla bem os conceitos de RPGs. O novo formato de um mundo totalmente aberto e explorável é outro fator que agrada e retira um pouco da má impressão que ficou dos jogos anteriores. Portanto, Lightning Returns pode não ser o jogo que desejamos da franquia, mas com certeza possui aspectos positivos que podem ser levados a diante nos futuros títulos da série.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Andrew Goldfarb (31 de Agosto de 2012). Lightning Returns: Final Fantasy XIII Announced (em inglês). IGN. Página visitada em 1 de Setembro de 2012.
  2. VJump : Scan เกมเพลย์ Final Fantasy XIII [PS3,X360]. gconsole.com (2008-12-20). Página visitada em 2008-12-20.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]