Fokker F.VII

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fokker F.VII
Descrição
Fabricante Fokker / Holanda
Missão Transporte civil, transporte militar
Dimensões
Comprimento 14,60 m
Envergadura 21,70 m
Altura 3,90 m
Peso
Tara 3050 kg
Peso bruto máximo 5900 kg
Propulsão
Motores 3 Wright J-5 Whirlwind produzindo 300 CV
Performance
Velocidade máxima 170 km/h
Alcance 1280 km

O Fokker F.VII foi um pequeno avião comercial produzido pela empresa holandesa Fokker na década de 1920. Foi também produzido sob licença por outros construtores aeronáuticos. O projecto experimental inicial de 1924 previa um monoplano monomotor. A Fokker acrescentou dois motores a fim de poder concorrer ao Ford Reliability Air Tour de 1925. Em seguida, as diferentes versões F.VIIa/3m, F.VIIb/3m e F.10 foram todas equipadas com três motores, passando a ser conhecidas por Fokker Trimotor.

O F.VII podia transportar entre oito a doze passageiros, sendo escolhido por diversas companhias aéreas pioneiras na Europa e na América. No final da década de 1920 a aeronave dominava o mercado americano em conjunto com o seu concorrente o Ford Trimotor. No entanto um acidente ao serviço da TWA, que provocou a morte de Knute Rockne, um famoso treinador de Futebol Americano, acabou com o seu estado de graça. O inquérito ao acidente revelou problemas ao nível da concepção em contraplacado do aparelho e levou ao fim da sua exploração comercial nos Estados Unidos da América em 1931 e à chegada dos novos aviões inteiramente construídos em metal, como o Boeing 247 e o Douglas DC-2.

Pilotos famosos[editar | editar código-fonte]

O Fokker F.VII foi utilizado por numerosos exploradores e pioneiros da aviação.

O F.VIIb/3m Southern Cross, de Sir Charles Kingsford Smith.

Utilizadores militares[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons