Ilha Comprida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município da Estância Balneária de Ilha Comprida
Ilha Comprida.jpg

Bandeira da Estância Balneária de Ilha Comprida
Brasão da Estância Balneária de Ilha Comprida
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 5 de março de 1992
Gentílico ilha compridense
Prefeito(a) Décio José Ventura (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização da Estância Balneária de Ilha Comprida
Localização da Estância Balneária de Ilha Comprida em São Paulo
Ilha Comprida está localizado em: Brasil
Ilha Comprida
Localização da Estância Balneária de Ilha Comprida no Brasil
24° 44' 27" S 47° 32' 24" O24° 44' 27" S 47° 32' 24" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Litoral Sul Paulista IBGE/2008[1]
Microrregião Registro IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Oceano Atlântico
Distância até a capital 209 km[2]
Características geográficas
Área 188,530 km² [3]
População 9 203 hab. [4]
Densidade 48,81 hab./km²
Altitude 0 m
Clima subtropical cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,725 alto PNUD/2010[5]
PIB R$ 87 355,868 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 8 930,27 IBGE/2008[6]
Página oficial

Ilha Comprida é um município brasileiro do estado de São Paulo. É uma cidade litorânea localizada a uma latitude 24º44'28" sul e a uma longitude 47º32'24" oeste, estando a uma altitude a nível do mar. Situa-se na Mesorregião do Litoral Sul Paulista e na Microrregião de Registro, ficando a uma distância 209 km da capital.[2] Seu território comprido e estreito possui uma área 188,530 km, e sua população em 2011 era estimada em 9 203 habitantes.[4]

História[editar | editar código-fonte]

A história de Ilha Comprida confunde-se com as origens dos povoados de Iguape e Cananeia que, ainda no período Pré-Colonial do Brasil, foram ocupadas por degredados europeus aliados aos povos indígenas da região.[7]

No final do século XVIII, a ilha recebe os primeiros sinais de ocupação europeia, com a fundação da Vila de Nossa Senhora da Conceição da Marinha, no lado oposto da barra do Rio Sabaúna. No início do século XX começa a se desenvolver a vila de Pedrinhas, tradicional povoado de pescadores.

Em 1938 o território de Ilha Comprida, estimado em 74 km de largura, foi dividido entre as cidades de Iguape e Cananeia, ficando cada uma delas com 70 e 30 por cento do território, respectivamente.[8]

A partir da década de 1950 o território passa a ser ocupado de maneira mais efetiva. A travessia para as cidades vizinhas era feita por meio de balsas localizadas à altura dos bairros do Boqueirão Sul -- na passagem para Cananeia -- e no Boqueirão Norte -- para chegar a Iguape.

Em meados da década de 1980 começou um movimento pela emancipação política de Ilha Comprida. Em plebiscito realizado em 27 de outubro de 1991, a população local decidiu pela criação do novo município. Em 5 de março de 1992, data que marca a fundação da cidade, Ilha Comprida tornava-se independente.[9]

No ano de 2000 o acesso a Ilha Comprida foi melhorado após a inauguração de Ponte Prefeito Laércio Ribeiro, que faz a ligação com o município de Iguape. No decorrer da última década, a cidade assistiu a um crescente aumento no número de turistas, ao mesmo tempo em que busca promover o desenvolvimento econômico através da conservação do seu patrimônio ambiental e cultural.[10]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Ponte sobre o Mar Pequeno, acesso a Ilha Comprida, antes feito por balsa.

Possui uma área de 188,5 km². Possui esse nome devido a sua característica peculiar de ter 74 km de extensão e, no máximo, 4 km de largura em alguns pontos.

Com 74 quilômetros de praias, áreas de mangues, sítios arqueológicos, matas, dunas e espécies raras de aves, a Ilha Comprida é uma das últimas áreas remanescentes da Mata Atlântica e um dos últimos ecossistemas não poluídos do litoral brasileiro. Faz parte do Complexo Estuário Lagunar de Iguape - Paranaguá, que constitui um dos maiores viveiros de peixe e crustáceos do Atlântico Sul. Por possuir importância ambiental, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), a incluiu como Reserva da Biosfera do Planeta. O município que tem 100% de seu território - 252 quilômetros quadrados -, incluído em Área de Proteção Ambiental, desenvolve ações estruturais para se transformar em Cidade Modelo do Turismo Sustentável.

As dunas de Ilha Comprida se espalham ao longo da orla nas proximidades do Mar Pequeno e são passeios obrigatórios. As dunas do Araçá, que ficam 7,5 quilômetros do lado esquerdo do Boqueirão, reservam surpresas aos visitantes com muitas formações, altura de até dez metros e uma linda vista para o mar. Também são encontradas no caminho do Boqueirão Sul em grandes extensões. Algumas delas terminam nas lagoas. Conhecer as dunas da Ilha é um passeio inesquecível na natureza. As aves típicas são um espetáculo à parte.

Estância balneária[editar | editar código-fonte]

Ilha Comprida é um dos 15 municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Balneária, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do IBGE - 2000

População total: 6.704

  • Urbana: 6.704
  • Rural: 0
  • Homens: 3.400
  • Mulheres: 3.304

Densidade demográfica (hab./km²): 35,56

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,09

Expectativa de vida (anos): 72,19

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,50

Taxa de alfabetização: 93,92%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,803

  • IDH-M Renda: 0,736
  • IDH-M Longevidade: 0,787
  • IDH-M Educação: 0,886

(Fonte: IPEADATA)

Clima[editar | editar código-fonte]

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Ilha Comprida Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 28,4 27,9 27,9 25,7 23,6 22 20,8 22,4 21,2 23,1 23,8 25,2 26,3
Temperatura mínima média (°C) 19,6 19,6 19,2 17,0 14,6 13,1 12,3 13,4 13,8 15,1 16,2 17,8 17,3
Precipitação (mm) 231,7 249,8 195,9 156,9 122,9 98,2 87,8 83,4 124 128,8 114,2 150,6 1 744,2
Fonte: Jornal do Tempo[11]

Localização das praias[editar | editar código-fonte]

Do Boqueirão Norte/Ponta da Praia[editar | editar código-fonte]

  • Praia do Encanto (km 0) - Balneários Britânia e Samburá
  • Praia do Icaraí (km 0,67) - Balneários São Martinho, Sarnambi, Marusca A e Icaraí de Iguape
  • Meu Recanto (km 2,10) - Balneários Iguape, Meu Recanto, Adriana, Recanto da Pesca, Marisol e Carolina
  • Praia Mar Azul (km 3,07) - Balneários Yemar, Porto Velho II, Araça, Xandu, Wikiki, Márcia, Mar e Luz, Mar Azul, *Redentor, Sunset, Recanto Adrimar e Jamaica
  • Ponta da Praia (km 10,34) - Balneários Saveiros, Mares do Pontal, Ponta da Praia e Recanto Ana Cristina

Do Boqueirão/Ponta de Trincheira[editar | editar código-fonte]

  • Praia do Encanto (km 0) - Balneários Monte Carlo, Di Franco, Pres. Kennedy, Leão de Iguape, Bermudas, Volpara, Marambaia, Atlântico, Cláudia Mara, Flor de Iguape, Ancarpe e Sete de Setembro.
  • Praia das Garças (km 3,7) - Balneários Vila Real, Vila Félice, Marilena, Canadá, Terraças, Curitiba, Vitória, Cativeiras, Júlia Fortes e Jardim Lusitano
  • Praia de Maratayama (km 9,1) - Balneários Jardim Portugal, Jardim Primavera, Dois Mares, Cigarras, Aragarças e São Januário
  • Praia Samambaias (km 12,20) - Balneários Santa Mônica, Mares do Sul, Patropi, Três Poderes, Brisa do Mar, Recanto do Pescador, Belo Mar, Ilha do Sol, Samambaia, Luis Antônio, Praia Encantada, São Carlos, Nova Capri, Jardim Tropical I e II
  • Praia do Viareggio (km 15) - Balneários Estrela Dalva, Brasília, P das Flores, Ipanema I e II, Estrela, Feitiço do Mar, Guarapuava, Sinfonia do Mar e Viaréggio
  • Praia do Castelo (km 17,60) - Balneários Mar Limpo, Janaina II, Diamante, Rec Janaina, Praia do castelo, Vila Nova, Jd Imperador, Barão de Jundiaí e Jardim Lucimar
  • Praia Ponta Grossa (km 19,75) - Balneários Monte Alegre, Lilian, Jd Colonial, Bahamas, Costa do Marfim, Cidade de Deus I e II, Eldorado I e II, Praia São Vicente, Praia Iguaçu, Iracema e Praia Clube.
  • Praia Ubatuba (km 22,85) - Balneários P. Azul do Atlântico, Andorinha e Andorinha I, Portal da Ilha, Itapuã, Jd da Ilha, Barão de Itararé, Jd Nova Tóquio, R Carmelita e Ubatuba.
  • Praia das Pedrinhas (km 25,85) - Balneários Jardim América I e II, dos Pescadores, Mar del Plata, Pago Pago e Pedrinhas
  • Praia Costa do Sol (km 28,9) - Balneário Credianópolis
  • Praia Juruvaúva (km 31,35) - Balneários Jd Mirabela, Recanto Dr. José Landulfo, Sítio do Sapé, Cidade Oriental, Costa do Mar e Maresol
  • Praia Costa Linda (km 34,55) - Balneários Cristina e Cristina/ Beira Mar
  • Praia dos Papagaios (km 36,85) - Balneários Costa do Topázio e Âncora Douro
  • Praia Boa Vista (km 39,25) - Balneários Gisele IV, Gisele III, Gisele II, Matia Alice e Costa Real
  • Praia Céu Azul (km 41,75) - Balneários Céu Azul, Costa do Sol, Ouro Azul I e II, Vila Rica, Costa e Imperial
  • Praia Pontal da Trincheira (km 45,20) - Balneários Cananéia, Park, Jd América, Barra do Perequê, Jd. Europa, Marlin Cananéia, Pouso Alegre e Portal Trincheira.

Área de proteção ambiental[editar | editar código-fonte]

Antes mesmo do município ter sido criado em 1991, a Área de Proteção Ambiental da Ilha Comprida já existia. Ela foi criada pelo decreto estadual 26.881 em 11 de março de 1987. Em 30 de novembro de 1989, o decreto 30.817, a APA foi definida como ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico).

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. a b Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista. Página visitada em 31 de janeiro de 2011.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2011). Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data referência em 1º de julho de 2011 (PDF). Página visitada em 25 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2012.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 01 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. Roberto Fortes. Nossa História. Página visitada em 02 de abril de 2012.
  8. Almanack Paulistano. Cronologia de Xiririca. Página visitada em 02 de abril de 2012.
  9. Câmara Municipal de Ilha Comprida. Nossa História. Página visitada em 02 de abril de 2012.
  10. Luciano Faustino. Construção da ponte "Prefeito Laércio Ribeiro". Página visitada em 02 de abril de 2012. Cópia arquivada em 2009-01-20.
  11. Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Climatologia de Ilha Comprida - SP. Jornal do Tempo. Página visitada em 25 de agosto de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ilha Comprida