Microrregião de Caraguatatuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caraguatatuba
Litoral norte
Unidade federativa  São Paulo
Microrregiões limítrofes Norte: Paraibuna/Paraitinga;
Nordeste: Baía da Ilha Grande;
Sudoeste: Santos.
Área 1.947,702 km²
População 286.163 hab. Estimativa IBGE/2011[1]
Densidade 144,5 hab/km²
Indicadores
PIB R$ 5.338,594,000 IBGE/2009[2]
PIB per capita R$ 18.838,25 IBGE/2009

A microrregião de Caraguatatuba (área conhecida também por Litoral Norte) é uma das microrregiões do estado brasileiro de São Paulo pertencente à mesorregião Vale do Paraíba Paulista. Está localizada na porção mais ao norte do litoral paulista, fazendo fronteira com o estado do Rio de Janeiro. Sua população foi estimada em 2011 pelo IBGE em 286.163 habitantes e está dividida em quatro municípios. Possui uma área total de 1.947,702 km². É um local turístico muito popular, principalmente por conta das cerca de 160 praias ali presentes.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira cidade a ser fundada foi São Sebastião, em 1636. Ubatuba veio logo depois, em 1637, e aí Ilhabela, em 1805. Caraguatatuba veio por último, em 1857. Embora a fundação das cidades tenha se dado apenas a partir do século XVII, o canal entre São Sebastião e Ilhabela já havia sido navegado pelos portugueses em 1502.

As quatro cidades tinham a agricultura e a pesca como suas principais atividades econômicas na maior parte dos séculos XVII, XVIII e XIX, sendo que São Sebastião servia como um pólo de produção de cana-de-açúcar, café e tabaco. Na segunda metade do século XX, as cidades passaram a receber muitos turistas, após a construção de uma rodovia, compostos em sua maioria de paulistanos e habitantes de outras cidades próximas. Isso permitiu que a região ganhasse mais dinheiro com hotéis, restaurantes, artesanato e casas noturnas, já que a agricultura e pescaria estavam em decadência.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Caraguatatuba (primeiro plano) e a metade norte de Ilhabela (ao fundo): duas cidades da micro-região.

A Serra do Mar domina a paisagem da micro-região. A urbanização se deu nas pequenas áreas planas entre as montanhas e o mar. O ponto mais alto é o Pico de São Sebastião, em Ilhabela, com 1.378m acima do nível do mar. O clima oceânico deixa as temperaturas amenas durante o ano todo, mais precisamente entre 20°-30° C. Chove moderadamente, mas a cidade de Ubatuba registra um índice pluviométrico muito maior que suas vizinhas, daí seu apelido: Ubachuva.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A única estrada que corta toda a micro-região (exceto Ilhabela) é a BR-101, que corre junto ao mar e serve como a principal e virtualmente única conexão entre as cidades. São Sebastião é a única cidade continental que não tem ligação com o interior. Caraguatatuba é ligada à São José dos Campos pela Rodovia dos Tamoios. De Ubatuba, é possível atingir Taubaté pela Rodovia Oswaldo Cruz.

Ilhabela só é acessível por meio de balsas controladas pela Dersa. A travessia leva cerca de 15 minutos, mas às vezes é necessário esperar mais de uma hora para entrar no barco, na alta temporada.

Portos[editar | editar código-fonte]

São Sebastião possui um porto homônimo.

Aeroportos[editar | editar código-fonte]

Os únicos aeroportos da região são Aeroporto de Ubatuba, que opera do nascer ao pôr-do-sol e recebe apenas vôos não-comerciais e de São José dos Campos Professor Urbano Ernesto Stumpf que possui voos comerciais

Municípios[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Estimativa Populacional 2011 Estimativa Populacional 2011 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2011). Visitado em 06 de maio de 2012.
  2. Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 06 maio 2012.